OGIVA NUCLEAR

sábado, 13 de fevereiro de 2016

meu email.-- deniferreira2009@gmail.com
EXCLUSIVO
JBV AO SABER DA NOTIFICAÇÃO DA PGR para esta próxima terça feira 16 Fevereiro..., Malal Sane faz uma carta a PGR pedindo que fosse cancelada a dita audição.   Por sua vêz a PGR devido a gravidade do caso... RECUSOU.
JBV sabe do que se trata e muito bem..., sabe que esta próxima terça feira iria direto para Mansôa.
Portanto até terça feira aguardamos a apresentação de JBV na PGR.., visto que a sua viagem foi embargada e antes que os documentos tivessem chegado as nossas fronteira..., JBV conseguiu passar.


Caso contrário poderá ser considerado um foragido a JUSTIÇA!
Porque JBV conseguiu viajar porque um elemento da equipa protocolar de Ciprias Cassamá foi retirado da viagem que iria acompanhar Cirias, e se encaixou o JBV a fim de lhe facilitar na saida.
Inclusive a tal inauguração que se fez no " PURTU " na passada sexta feira..., o horário para esse evento deveria ser ao Meio Dia..., e JBV conseguiu alterar para as 10 da Manhã podendo assim ter tempo para viajar antes dos documentos chegarem a fronteira.  Mas a viagem de JBV estava prevista era para terça feira 16...., antecipou tudo para evitar a sua queda e a sua vergônha.

Bom, li ku nó mansia..., ami Doka nka ta curri nin nka ta txora suma manga de utruss..., ba NDINHU ku ta fica é na PUPA kuma i tene tubo na barriga.

OBS:
DOKA INTERNACIONAL FAZ SABER A TODOS DE QUE SERÁ O FUTURO D.G. DA PJ GUINEENSE.
EU NÃO ESCONDO NADA.
ACREDITEM QUE MUITA LIMPEZA VAI SER FEITA NAS NOSSAS RUAS E VAI- SE TRABALHAR COM VERDADE E PROFISSIONALISMO. 

Apelo ao Présidente da Répùblica da Guiné-Bissau
Apelo de um simples Guinéense à intervençâo do « Présidente da Républica da Guiné-Bissau » na cena politica actual como uma simples contribuiçao na busca de uma soluçâo viavel para garantir a viabilidade do Estado e da Naçâo :
Para garantir a paz e a estabilidade, restaurar o funcionamento normal das instituiçôes e dignificar a Naçâo guinéense,  é urgente a intervençâo do Présidente da Républica para pôr termo ao que parece ser um teatro politico escandaloso da nossa classe politica.

Faço um apelo ao Presidente da Républica para restablecer a dignidade do Estado e de combatente da liberdade da Patria.

A continuaçâo do circo politico na Guiné-Bissau é insuportavel, porque jà deram provas do que sâo capazes : entrar num beco e nâo querer sair dai dinamente.

O que se vive actualmente na Guiné-Bissau é a consequencia da perda da « Bussola ou o GPS » do Partido PAIGC hà muito tempo,  e nâo a culpa dos veteranos como alguns dizem. Nâo quero entrar em polêmicas vazias sem produçâo de ideias ricas e progressistas capazes de sustentar o Partido e a Naçâo.

Acho simplesmente que chegou a hora de pôr  um termo à crise politica actual no pais e passarmos à uma outra étapa daqui à um ou dois meses. Sô uma décisâo firme e convincente do Présidente da Républica pode pôr fim a esta crise para permitir aos guinéenses levantarem a cara para cima, dignificando o Estado e a Naçâo.

Peço aos combatentes da liberdade da Patria, para identificarem no seu seio interlocutores responsaveis para apoiarem à decisâo do Présidente da Républica para a salvaçâo da vossa Pàtria e vosso povo que custou aos camaradas toda a vossa existencia humana. Um tal gesto dos camaradas vai contribuir muito à procura de uma soluçâo que possa garantir a estabilidade politica e o exercicio da democracia em liberdade.

Pela primeira vez da sua historia o PAIGC corre o risco de implosâo e de humiliaçâo para os seus membros, E, é de louvar o papel construtivo do PRS para o equilibrio instiyicional e a salvaçâo da nossa democracia, A lucidez nous incita à um tal reconhecimento,
A nossa « Democracia » viveu um exercicio politico rico durante os seis meses de crise (de Agosto de 2015 ao févereiro de 2016).

Mas peço aos guinéenses que, seja qual fôr os problemas que enfrentamos, nâo devem insultar o nosso principal Patrimonio nacional, a mémoria recente dos 50 anos da nossa historia,  que é o « Combatente da liberdade da Pàtria de que gozamos ».
Tudo isso é uma experiência e uma riqueza politica e intelectual para a Guiné-Bissau,  que pela primeira vez na sua historia recente,  vai  resolver uma crise politica e institucional sem recorer à violência. Nâo hà nada de fatalidade nisso é o nacionalismo e a Democracia guinéense que estâo em exercicio.

Vai as minhas felicitaçôes ao povo e a nossa Democracia guinéense que vâo sair  como os vencedores desta  luta politica dita « crise institucional », e ao Présidente da Républica que acompanhou todo esse processo com contençâo lucidez e responsabilidade.

Lille, dia 01 de févereiro  de 2016

CANTE Dembo

Sem comentários:

Enviar um comentário