OGIVA NUCLEAR

sexta-feira, 30 de março de 2018


FINALMENTE DSP EM BISSAU. CHEGOU NO VOO DE HOJE SEXTA FEIRA 30 DE MARÇO.

DOKA INTERNACIONAL PEDE ATENÇÃO DE TODOS OS GUINEENSES PARA QUE ESTEJAM ATENTOS NA SUA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA NO QUE TOCA AO SEU JULGAMENTO EM PORTUGAL.

CONFERÊNCIA DE IMPRENSA SERÁ NO DIA 03 DE ABRIL, AS 10 HORAS DA MANHA.

TODA A VERDADE, A VERDADE DE TODOS OS FACTOS.

DSP & PAULA vs. DOKA INTERNACIONAL.

A BATALHA JUDICIAL QUE DEIXOU DSP DE RASTOS

ESTA PRÓXIMA TERÇA FEIRA 03 DE ABRIL.
AS 10 HORAS DA MANHA.
Sera que DOKA INTERNACIONAL mentiu em alguma coisa ao ponto de se especular ou dizer que os militares o queriam prender ???  Pois leiam o comunicado da Uniao Europeia .



quinta-feira, 29 de março de 2018


AUDITORIA TRIBUNAL DE CONTAS

A VERDADE OCULTA DESTA AUDITORIA FEITA NA ARN.

Depois da nossa equipa ter entrado em contacto com os principais elementos que realizaram este trabalho, foi constatado o seguinte:     De que tudo o que esta sendo exposto em termos números milhonarios, correspondentes a viagens, estadias, atribuições de senhas e coisas de género, abrange a Gestao das 3 diferentes personalidades que ali passaram na ARN.     Gibril Mané…, Marcos Galina e Abdu Djaquité. 
Uma auditoria que cobriu um período de 18 meses de Gestao destas 3 personalidades.    Estamos na posse de informações fidedignas de que o desastre de toda a Gestao, pertenceu a Gibril Mané.  

O tribunal de contas ao realizar este trabalho cometeram erros péssimos e gravíssimos em não fazer a discriminação exacta de onde estaria ou estariam as falhas cometidas em cada gestão.
Pronunciaram- se no sentido geral da ARN pondo em causa assim a gestão actual liderada por ABDU Djaquité, quando todo o erro foi conduzido e realizado por Gibril Mané.   

No entanto devido a grande capacidade de desinformação dos blogs terroristas e a mando dos seus patrões, a todo o custo procuram enganar e mentir a opinião publica.

Doka Internacional e sua equipa de imediato entraram no terrendo a fim de desvendar as coisas e assim apresentar aos seus leitores e seguidores.

Prestem atenção no que se segue:

01 de janeiro 2016 a 30 de Junho de 2017, sendo assim 8 meses da gestão de Gibril Mané, 4 meses gestão de Marcos Galina, e 6 meses de gestão de Abdu Djaquité.    São estes os aspectos que estão causa.

Mas respondendo os diferentes pontos acusados pelos terroristas.

PONTO 1-   A lei de administração publica, permite ou não a compra de ferias???  Claro que Sim, Aonde esta o problema??? Existe algum crime nisto?

PONTO 2- Horas extras que 2º a auditoria abrange as 3 gestões, sendo a 1ª Gibril Mané- Frank- Seabra…, a 2ª gestão, Marcos Galina- Frank- Seabra…, e a 3ª  Abdu Djaquité- Conco- Seabra.

Muita atenção porque Doka Internacional e sua equipa estão falando com o conhecimento dos factos e vamos apresentar as provas logo de seguida.

PONTO 3- Os terroristas falam de uma subconta, pois bem esta actual administração nunca tiveram uma única sub conta, desafiamos aos bancos que apresentem extractos bancários e que o ministério publico faça o seu papel o mais rápido possível.

PONTO 4- Quanto a subsídios de segurança e senha de combustível…, caramba, mas desde a nascença da ARN que todos têm o direito a isso, alias, todas as instituições publicas e privadas têm esse direito.  Aonde esta o crime nisso?

PONTO 5- Os terroristas perdem a noção quando falam dos números…, 710 mil euros só em viagem  …, precisamos saber fazer a divisão de quanto pertenceria a Gibril, depois a Marcos e logo depois ao Abdu Djaquite.

A nossa equipa pede aos guineenses calma e serenidade porque iremos provar as falhas aonde elas existem e como foram efectuadas.

Também se falou de 21 efetivaçoes de funcionários sem o seguimento  da lei. MENTIRA.

Foi realizado um concurso e os 11 que foram selecionados por terem merecido o dito mérito, é que foram efectivados.
Apenas falamos e mostramos a verdade ao mundo

BISPO EM ACÇÃO…, SÓ FALTAVA ESTA AGORA!!!

APOLINARIO MENDES DE CARVALHO, funcionário dos negócios estrangeiros, recentemente foi nomeado embaixador da Guiné Bissau para Uniao Europeia.
Bispo Dom José Camnaté Na Bissim, 2º informações fidedignas fez a proposta ao Presidente Jomav para que APOLINARIO MENDES DE CARVALHO seja nomeado como o próximo 1º ministro?

A nossa equipa apenas vai fazer um pequeno desenho de como tudo isto esta sendo orquestrado:

1º DSP esta fora da Guiné Bissau a quanto tempo? Bastante.

2º O APOLINARIO MENDES DE CARVALHO chega próxima 5ª feira e DSP logo a seguir, na 6ª feira.
3º Qual a ligação entre DSP e o Bispo Dom Camnaté Na Bissim? Existe ou não?

Cussas marado de uma tal forma que isto vai ser de novo outro desastre.

Doka Internacional e sua equipa chamam atenção a JOMAV no que toca em relação a este assunto tao delicado, pois esta ligação de APOLINARIO e DSP é algo perigoso para todo este processo que atravessamos.  
A astucia do DSP tem que ser vista de longe e ser tomado em conta como o principio de um estado que a qualquer momento poderá fazer correr muito sangue, um estado vingativo.

Não na pessoa de APOLINARIO, mas sim nas influências negativas que DSP poderá proporcionar a este e o mesmo vir acatando todas as decisões de DSP. 

APOLINARIO poderá estar a frente do governo, mas quem será na verdade o 1º ministro será sempre o DSP.

Vejam a ligação guineenses, chega de hipocrisia, e Jomav que pense no projeto que um dia o suportou e continua suportando. Jomav que pense no PRS, nos 15 e em todos que até hoje o seguem. 
Nós a cada dia que passa estamos sendo sufocados. 

Basta é hora e o momento de nos unirmos e essa união tem que começar por Jomav..., Jomav é obrigado a pensar em tudo isto para o bem de todos.
O Artur Silva foi um desastre.
E o Apolinário próximo do DSP, o que seria???
Um CATASTROFE.

quarta-feira, 28 de março de 2018


Petroguin e Viação no meio de fogo cruzado.
Dentro de momentos toda a informação.

Roberto Cachéu, reações

Recordar que esta equipa não é apenas Doka Internacional, assim que aquilo que começou a ser feito que seja evitado desde já, porque vamos mencionar os nomes e cada qual que tire as suas elações. Ai de quem tentar algo que não deva.

A equipa do Doka Internacional soube da agitação que tem acontecido entre os envolvidos no caso Roberto Cacheu e, soube igualmente que estes estão a querer atentar contra a vida do Doka Internacional no sentido de o poder silenciar .

Grande mentira, porque as provas estão nos lugares seguros e na posse dos elementos da equipa do Doka Internacional. Isto significa que ninguém consegue travar isso com mais um assassinato. 


Que viva a justiça, que viva o Doka Internacional e sua Equipa

Caso Roberto Cachéu:

O desvendar de um crime

Quem eram afinal os operacionais, os principais operacionais ligados ao serviço de segurança de estado naquela epoca?  Quais os elementos e personalidades politicos que participaram nos ataques a residência de Roberto???
Quem entregou Roberto aos operacionais e porquê? Houve ou não um documento assinado?  Por quem e a mando de quem?  Como se descobriu aonde Roberto poderia estar escondido??? Houve fuga de informação por parte de alguém próximo a Roberto?

Quem representou o ministério publico na altura?

Quem eram os elementos da comissão de inquérito? Quem era o PGR?  Quais os agentes da PJ que estiveram frente deste processo investigativo???
Foi uma execução a nível militar ou a nível do ministério do interior?  Quais os segredos que envolvem este misterio? Sera que os mandantes ainda continuam como detentores do poder?

Kumura…, nhoma…, missão católica…, padres…, Dingal…, Pedrada…, lobos...., um braço…, camisa branca…, afinal, o que tem tudo isto a ver??? Quais as ligações??? 

Doka internacional e sua equipa chegando aos poucos próximos da verdade.  Estejam atentos, porque aqui sabemos do que falamos e do que vamos expor.

As coisas não estão indo bem. Durante a noite é visível a presença das forças vivas de segurança em diferentes pontos da nossa cidade/ capital Bissau, posicionados de uma forma estratégica e tactica.

Na rotunda do Imperio é notório o posicionamento dos nossos militares num perímetro que inclui o palácio da republica.  Todo o cuidado é pouco.
Rezar, rezemos.

terça-feira, 27 de março de 2018


Artur Silva, Artur Silva, sem condições e sem garantias de continuar no cargo de 1º ministro esta nomeando pessoas como conselheiros e reunindo- se com os mesmos na sala de conselho de ministros.  Isto é algo que não se deve fazer seguindo as normas e princípios da ética e do respeito.
PARABÉNS
NAIANCA AUGUSTA RAMOS FERREIRA, FEZ ANOS HOJE DIA 27 DE MARÇO, MAS A GIGANTESCA FESTA DE ANIVERSARIO SERA ESTE PRÓXIMO SABADO NA VIA SITEC- AO LADO DA FARMACIA AZIZA, NO MEU ANTIGO ESTABLECIMENTO COMERCIAL APARTIR DAS 16 HORAS.  ESTA FESTA TERÁ A PRESENÇA DOS GRANDE MUSICOS E PRINCIPAIS VOZES DA MUISCA GUINEENSE.
 LINDA, UMA DEUSA, UMA SEREIA, UMA PEROLA BRILHANTE, UMA LUZ QUE ILUMINA O MEU CAMINHO.  A MINHA CARA METADE.  ENFIM, UMA GRANDE MULHER ATRAS DE UMA OGIVA NUCLEAR.  É ELA QUEM VAI CONTROLANDO OS MEUS IMPULSOS E TIRANDO- ME DA MUFUNEÇA.
 BARDADE KU DGINTIS TA FALAN.  AMI DOKA NFIU.
NO ENTANTO ELA ME TAPA.
CU CU CU.., AI DEUS NHA MINDGER BONITA BÓ.  PARABÉNS.

segunda-feira, 26 de março de 2018

O balanço hoje um dia desde assasinatos de Tagma Na Waia, Nino Vieira entre outros camaradas das fileiras do PAIGC que foram eliminados fisicamente é um ciclo de sofrimentos insuportáveis das populações em todos os níveis na Guiné-Bissau.

 Na  realidade é que o povo da Guiné-Bissau, está  a sofrer.
 Tudo isso indicam que o PAIGC não deu sua contribuição no que diz respeito a estabilidade social, na qualidade de um Partido Libertador  além de mais Partido com grande Experiência podia negociar calmamente num diálogo de fraternidade com o regime actual no sentido de acabar com a crise que assola o país.

 Quero também sublinhar aqui  que este desastre de crise que persiste no país  faz com que os jovens récem formados ficaram massivamente sem emprego porque os investidores ou seja os parceiros economicos fugiram da esfera da República da Guiné-Bissau.

 65% da população guieense é constituida de camada juvenil (jovens). Nós temos uma população activa de  50% este podia ser um potencial de desenvolvimento extraordinario para o pais o que não foi o caso. A careteristica mais evidente deste balanço é a taxa de pobreza e mesmo de estrema pobreza que aumentou no país.

 O PAIGC  actual encontrou um mecanismo de afastar alguns militantes membros do Comite Central, do Bureau Politico do PAIGC no  nono Congresso do PAIGC realizado recentemente no país o que provocou mais uma vez uma forte divisão no seio deste grande Partido.

Num país onde a Segurança é ameaçada, a Justiça manipulada para gredir os adversarios políticos e garantir a impunidade aos seus amigos e aliados, o sistema educativo e a saude ameaçada ….. o balanço é simplesmente catastrofico.

A primeira função de um Estado e do Presidente da Republica é de garantir a Segurança e a Justiça dos cidadãos e seus bens. Nos devemos passar de Republica da Guiné-Bissau para a Republica dos guineenses articulada a volta de valores dos proprios guieenses. 

Em Portugal por exemplo as pessoas costumam dizer Republica Portuguesa. Nós os guineenses nós devemos evocar aquilo que nós somos. Uma coisa é certa a Guiné-Bissau não esta em venda é um país soberano com seus projectos de desenvolvimento.
 A Guiné-Bissau custou a vida vários combatentes da Liberdade da Pátria. Por isso devemos horar e respeitar aqueles que deram a sua vida para a nossa querida Pátria Guiné-Bissau. O PAIGC e todos os outros Partidos Politicos devem respeitar a memória dos nossos Heróis Nacionais sobretudo o de Amílcar Cabral, Domingos Ramos, Titina Sila, Osvaldo Vieira………….etc 

Segundo o nosso saudoso Camarada Vasco Cabral, os guineenses não estão ainda preparados  para Democracia. De acordo com Vasco Cabral a Democracia é uma outra forma de conolização. Por isso cinto-me triste porque o nosso país entrou agora no multipartidismo frisou Vasco Cabral aquando da entrada da Guiné-Bissau no multipartidismo.

Viva os antigos combatentes de liberdade da Patria
Viva o PAIGC de Amilcar Cabral ! Abaixo PAIGC DSP

domingo, 25 de março de 2018


EXPLOSIVO

CASO ROBERTO CACHÉU E A REVIRAVOLTA

O QUE PARECIA ESTAR NO SEGREDO DOS DEMONIOS E EM SETE CHAVES VAI SER EXPOSTO AO MUNDO E AOS GUINEENSES.  

DOKA INTERNACIONAL ASSIM QUE LANÇAR OS NOMES VAI DESAFIAR AO MINISTÉRIO PUBLICO PARA QUE SE FAÇA UMA ACAREAÇÃO.  ESTA EQUIPA NÃO PARA.

DENTRO DE MOMENTOS, O NOME DOS EXECUTANTES DE ROBERTO CACHÉU.  ESTAMOS NUMA GIGANTESCA SALADA DE FRUTA EM QUE NADA SE PERCEBE.  ISTO VAI DAR QUE FALAR.  E PREPAREM MAIS PROCESSOS CRIMES CONTRA DOKA INTERNACIONAL, PORQUE VEM CHUVA DO INFERNO .
CHEGADA DE BRAIMA CAMARÁ DE UMA FORMA TRIUNFANTE E CONFIANTE.
UM LIDER NATO.
VISITA A POPULAÇÃO DE GÃ BASS.

Gãmbasse  foi um sucesso total e a reabilitação das vias urbanas de Bafatá superam todas as expectativas.
O Imáme central de Bafata O Sr Tcherno Culabiu disse estar muito orgulhoso pela iniciativa dos filhos e amigos de Bafatá liderado pelo empresário do sucesso e político carismático o líder e coordenador do Grupo dos 15 , Sr Braima Camará.
Ainda agradece e pede a Deus que protege todos aqueles que tomaram esta brilhante e digníssima iniciativa em prol da recuperação da cidade de Bafatá enquanto segundo capital da República da Guiné Bissau...
BRAIMA CAMARÁ COMO SEMPRE NA SUA HUMILDADE JUNTAMENTE COM A SUA COMITIVA VISITANDO AS OBRAS DE RECUPERAÇÃO DAS RUAS DE BAFATÁ QUE A 20 ANOS OS CARROS NÃO CIRCULAVAM.



UM SIMPLES GESTO PODE MUDAR MUITAS COISAS E DAR UM SORRISO E ESPERANÇA NA VIDA DAQUELES QUE PRECISAM.   BRAIMA CAMARÁ RECEBEU E PROMETEU EM NOME DO PRESIDENTE DA REPUBLICA DAR TODOS OS APOIOS PRECISOS E NECESSARIOS PARA ESTAS DUAS CRIANÇAS ORFÃS, CUJAS MÃES FALECERAM NO PARTO.   BRAIMA DISSE QUE IRÁ AJUDAR E PARTICAR NO CRESCIMENTO DAS MESMAS.



Fechando- se o cerco! Queremos os restos mortais de Roberto Cachéu!   Não existe crime perfeito e perante o brilho deste sol, nada que seja feito ou dito em 4 paredes, poderá passar despercebido e que não se oiça ou se saiba sobre o telhado.

A impunidade pode reinar perante a justiça dos homens, mas não perante a Justiça DIVINA.

Basta olharmos para os sinais da historia, e poderemos ver o castigo daqueles que pensavam que podiam estar acima de tudo e de todos.

Quem matou Roberto Cachéu, quem fez parte desta tremenda maldade e pecado, quem protege ou esteja progendo aos criminosos ao ponto de obstaculizar a investigação, acreditem que já tem a sua parte para com DEUS.

Aquilo que só Deus criou, não pode ser ceifada qualquer maneira.   Não estamos aqui falando apenas de Roberto, mas sim de todas as almas injustiçadas.

Esta equipa garante que Doka Internacional nunca esteve contra o Presidente Jomav, mas sim contra aos que contra ele estejam. O Direto no Facebook foi uma critica mais a Artur Silva e não propriamente a Jomav. Pessoas maldosas fizeram uso desse direto a fim de pôr em choque Doka Internacional e Jomav.

Afirmamos assim que Doka Internacional nunca irá virar as costas a este homem, mas sim tê-lo e considera-lo como um pai.

Doka Internacional vem aqui publicamente agradecer ao seu mais velho Botché Candé pelo puchão de orelhas e conselhos dados. E reafirmar de que jamais e em momento algum serei um destruidor de projetos ou ideais deste homem chamado Jomav. 

Doka internacional agradece mais uma vêz a Botché Candé pelo respeito e consideração na forma de abordagem, criticas constructivas e conselhos verdadeiros.

Thanks

ROBERTO CACHÉU ASSASSINADO MAS OS RESTOS MORTAIS JAMAIS FORAM ENCONTRADOS.
UM SEGREDO DOS DEMÓNIOS ENTERRADO E OCULTO. 
NOVAS INFORMAÇÕES DÃO DE CONTA DE QUE NÃO FOI NOS LADOS DE “DINGAL” QUE TERÁ SIDO EXECUTADO MAS SIM, PARA OS LADOS DA “PEDRADA”- ANTULA.   
E QUE TERIA SIDO MAL ENTERRADO E QUE LOBOS HAVERIAM DESENTERRADO OS RESTOS MORTAIS.

FALA- SE TAMBÉM DE QUE POSSA HAVER OU EXISTIR A POSSIBILIDADE DO ENVOLVIMENTO DA COMUNIDADE CATÓLICA.  
ROBERTO CACHÉU TERIA ESTADO EM KUMURA E POSTERIORMENTE NA MISSAO CATOLICA DE NHOMA, QUE FOI AONDE FOI VISTO PELA ULTIMA VÊZ.

MAS A PERGUNTA DA EQUIPA DO DOKA INTERNACIONAL QUE NÃO SE QUER CALAR É A SEGUINTE:

QUEM ERAM OS OPERACIONAIS QUE FAZIAM PARTE DA DIRECÇÃO DOS SERVIÇOS DE SEGURANÇA DO ESTADDO NAQUELA ALTURA???

É AQUI QUE RESIDE TODA A RESPOSTA DESTE MISTÉRIO, BASTA ALGUÉM QUERER OU CHAMAR AO SERIFO MANÉ E TUDO ESTARÁ ESCLARECIDO.

A NOSSA EQUIPA ESTA DANDO PISTAS E DESTA FORMA TODOS JUNTOS CHEGAREMOS AOS EXECUTANTES.

sábado, 24 de março de 2018

Senhor Primeiro-Ministro;

Senhores Deputados da Nação;

Senhores Membros do Governo;

Directora de Gabinete, Chefe da Casa Civil, Secretário-Geral, Conselheiros e Assessores do Presidente da República;

Senhores Representantes de Organismos e Organizações Internacionais acreditadas na Guiné-Bissau;

Senhor Presidente da Câmara de Comércio, Indústria, Agricultura e Serviços da Guiné-Bissau;

Senhor Presidente da Câmara do Comércio da Guiné-Bissau;

Senhor Presidente da Agência Nacional do Caju;

Representantes da Sociedade Civil e do Poder Tradicional;

Senhor Governador da Região de Gabú;

Senhor Representante da População;

Caros Convidados,

Minhas Senhoras e Meus Senhores, 

É sempre um grande prazer estar em Gabú, terra de Alfa Bari, Caramoco, Sankun Djaite e do meu amigo e irmão Aguinaldo Embalo. 

Quero agradecer a calorosa recepcão que nos foi reservada, a mim e a delegação que me acompanha. 
Ao Governador, aos Régulos, aos Imames, as mulheres, aos homens grandes e a nossa juventude de Gabú, o meu muito obrigado, djarama, anumbara.

Irmãs e Irmãos
População de Gabu,

Hoje estamos aqui na cerimónia de abertura oficial da Campanha de Comercialização e Exportação da Castanha de Caju de 2018, organizado pelo Governo. 

É nesta época do ano em que temos muitos estrangeiros a visitar e a operar no país e no interior em particular. Por isso, é importante não esquecer o nosso espírito de bem receber que é característico do Guineense para que estes cidadãos se sintam como se estivessem nos seus países, nas suas cidades e nas suas casas.  Apelo a união, bons negócios ou boas parcerias entre estes cidadãos estrangeiros, os nossos produtores e a comunidade local. 
  
Como é do conhecimento de todos a maioria da nossa população participa na campanha da castanha de Cajú.  

A Castanha de Cajú, é o nosso primeiro produto, em termos de exportação. 

Nos últimos anos, apresentou-se como um dos produtos estratégicos e mais dinâmicos da nossa economia, acabando por substituir a mancarra no período colonial. O valor das suas exportações tornou-se muito importante na formação do nosso PIB (Produto Interno Bruto), na entrada de divisas para o país e também para algumas famílias é oportunidade única na obtenção de rendimentos para o sustento da família. 
O povo guineense equipara a nossa Castanha de Cajú ao Ouro ou Petróleo ou até mesmo diamante. 

O Cajú é indiscutivelmente a nossa riqueza nacional, faz parte da nossa imensa paisagem quando percorremos o nosso país de norte a sul, posso até afirmar de que não existe no interior do país uma tabanca ou uma família que não tem uma arvore de Cajú a volta da sua casa. 

Queria agradecer o convite que me foi endereçado pelo Governo para abertura oficial desta campanha. 
Mas, gostaria de pedir ao Governo uma maior atenção a Fileira do Caju, porque é um dos sectores importantes para o crescimento da nossa economia que tanto almejamos. Devemos criar condições aos nossos agricultores sobretudo disponibilizar-lhes mais informações da forma como cuidar das plantações, ou seja, tratamento da zona de cultivo, renovação da plantação pois algumas árvores estão envelhecidas, espaçamento apropriados entre os cajueiros ou o reordenamento das plantações, e por fim, ajudar a formar os agricultores localmente sobre técnicas produtivas afim de otimizar a produção nacional. 

Caros Guineenses,

Estamos em plena campanha, por isso o sucesso ou insucesso desta campanha esta nas nossas mãos, pois, a árvore e o fruto que é a castanha estão no nosso solo e os produtores são guineenses, pelo que devemos cuidar do que é nosso ou do que melhor temos. 
É com muito orgulho, que tomei conhecimento de que foi comprovado a boa qualidade da nossa Castanha de Caju - Amêndoa de Cajú da Guiné-Bissau é considerada uma das melhores do mundo.  

"Ki ki di nos tene balur"

Ao longo dos vários anos assistimos e acompanhamos o preço da castanha à 25fcfa / 50fcfa / 75fcfa por kg no produtor. A esses preços a campanha de comercialização e exportação só beneficiaram: ao Estado, aos intermediários e os exportadores, enquanto que, para os nossos produtores, pouco beneficiaram, para não dizer nada ganharam. 
Muitos no fim da campanha para além de não terem ganho nada, ainda acumulavam dívidas para serem pagos na campanha do ano seguinte. 
Quando só ganha o Estado, os intermediários e os exportadores, a economia, as famílias e as empresas não sentem o impacto da campanha. 

Enquanto que, quando ganham os donos da horta ou ponteiros, a economia torna-se mais robusta, as famílias têm mais dinheiro para gastar e o seu poder de compra aumenta e as empresas tornam-se mais saudáveis financeiramente, e consequentemente ganhamos todos, na medida em que há maior circulação de dinheiro no mercado. 

A titulo de exemplo da experiência da campanha do ano passado, todos sentiram o reflexo na nossa economia, através dos resultados concretos e dos ganhos obtidos durante a campanha de cajú de 2017, que se traduziu no impacto directo e indirecto na economia familiar, ou seja, constatou-se um aumento significativo do poder de compra das famílias, e que se traduziu na aquisição de alimentos básicos. As famílias conseguiram pagar as escolas aos filhos, melhoraram as construções das suas casas da cobertura de palha para zinco e também algumas construções definitivas, adquiriu-se muitos painéis solares, motorizadas e realizaram muitos rituais tradicionais importantes na comunidade rural. 

Por isso, quero convidar a todos os presentes: aos Governadores, aos Administradores, Régulos, Imames, Mulheres e Homens grandes, Juventude, Militares, Guarda Nacional, Polícias de Trânsito, Administração dos Porto do da Guiné-Bissau (APGB), Direção Geral das Alfandegas (DGA), Direção Geral de Contribuição e Impostos (DGCI), assim como entidades que directa ou indiretamente estão ligadas a operação da campanha da castanha de Caju para trabalharmos juntos e acordarmos uma agenda comum para servirmos os donos das hortas. 
O dinheiro deve ficar no nosso país e deve ir para o bolso dos donos da horta, porque a castanha é deles e a contrapartida em dinheiro deve reverter-se a favor deles. 

O nosso povo deve sentir o dinheiro no bolso uma vez consentido tanto sacrifício durante a campanha de Cajú, e como sabemos não é um trabalho fácil, por isso deve ser recompensado. 
Em defesa destes interesses, somos obrigados a trabalhar em conjunto afim de mudarmos definitivamente a vida da nossa população no campo, ou seja, dando-lhe mais qualidade de vida e directa ou indiretamente iremos beneficiar por arrasto, porque todos nos gostaríamos de ver os nossos irmãos do campo a viverem melhor e com independência financeira. 

População de Gabu
Caros Convidados, 

Sabemos que este momento é aguardado com muita expectativa e se alguma vez a castanha contribuiu para o bem-estar do produtor, será desta vez que o nosso povo irá sentir esse beneficio.

De acordo com a previsão, se a estimativa deste ano for de 200.000 (duzentas mil toneladas) significa que este ano de 2018 os nossos produtores ou agricultores vão arrecadar qualquer coisa como 200.000.000.000 fcfa (duzentos mil milhões fcfa), é muito dinheiro. Mas é benvindo para o bolso dos donos das hortas.  

E para tal desidrato todo o serviço de apoio das entidades implicadas na campanha devem estar a altura deste desafio. 

Juntos vamos continuar a trabalhar para o lema: "Tolerância zero à saída clandestina do cajú guineense para o exterior". Peço a todos os cidadãos e sobretudo as entidades cuja missão é fiscalizar, simplificar e facilitar os procedimentos para que a campanha seja um sucesso, é importante dar informações correctas, objectivas e melhorar a qualidade do atendimento. 

Devemos evitar criar dificuldades para em seguida vender facilidades. 

Lanço um desafio ao Governo no sentido de criar uma comissão, sob a Coordenação do Ministério do Comércio e Promoção Empresarial e demais entidades com a missão de fiscalizar e acompanhar toda a operação da castanha.

A Guiné-Bissau só tem a ganhar se deixar o mercado funcionar e em defesa do funcionamento do mesmo, vamos todos estar de ouvidos e olhos bem abertos para acompanhar esta operação. 
Este ano, será o ano de consolidação do poder económico daqueles que sempre perderam tudo ao longo destes anos. A castanha de Cajú é do produtor e devem ser os próprios a serem os primeiros beneficiários para o bem de todos.   

Minhas Senhoras e Meus Senhores, 

Agora, coloca-se o problema, com receitas conseguidas da campanha temos que pensar no futuro, ou seja, não basta só ganhar dinheiro, é preciso saber o que vamos fazer com o dinheiro ganho na campanha ou seja como utilizar esse dinheiro. 

Porque quando falamos de que a economia cresceu 5%. Este crescimento em quê que isto se traduz na vida real das pessoas, ou seja, no seu dia-a-dia?

Quero deixar conselhos aos nossos irmãos do mundo rural, na utilização do dinheiro na campanha de cajú:
PRIMEIRO: Abrir a conta no banco;
SEGUNDO: Depositem toda a receita da campanha no banco; 
TERCEIRO: Fixem os gastos mensais da família e façam uma boa gestão do dinheiro da campanha;  
QUARTO: O remanescente, ou seja, o dinheiro que sobrou deve ser para investir, em:

Meter Mon-na-Lama e preparar bolanha para a produção do arroz; 

Preparar o terreno para produção de batata-doce, porque o preço no mercado é bom. 

Preparar o terreno para a produção da mancarra, porque ainda no decorrer deste ano vamos à procura de novos mercados para o seu escoamento, a semelhança do que fizemos no ano passado para a batata-doce; 

Acredito que, se tudo correr como previsto, este ano, vamos conseguir reduzir a pobreza, o desemprego e diminuir significativamente a delinquência juvenil, porque se os nossos jovens estiverem ocupados a trabalhar, ganham as famílias, ganham os jovens e ganha o país. 

Contribuir para reduzir a pobreza é a nossa missão enquanto governantes. 
Ajudar um pobre é melhor para a economia do que ajudar um rico. O rico quando ganha dinheiro fica cada vez mais rico, aplica o seu dinheiro na compra de carros, casas, viagens e o resto deposita no banco. 

Enquanto que, uma pessoa com fracos recursos considerada pobre quando ganha dinheiro, pensa imediatamente na compra da comida para a família, na educação dos filhos, no vestuário e calcado para as suas crianças e família, na compra de terreno para construção de casa ou seja o dinheiro é melhor aplicado para o bem de todos.  

Irmãs e Irmãos Guineenses, 

Chegamos ao tão esperado momento desta cerimonia oficial da abertura da Campanha da Castanha de Cajú. 

Mas antes, gostaria de vos recordar de que durante a minha campanha eleitoral prometi mudar a Guiné-Bissau e a vida dos guineenses, e trabalho todos os dias para a maioria e para o bem-estar comum. 

Desde 1976 que a Guiné-Bissau exporta a castanha de Cajú, mas foi no ano passado que juntos escrevemos mais uma página da nossa história, com o preço da castanha de caju atingir 1.000xof/ Kg (mil francos por kilo), o que nunca antes foi atingido esse preço no produtor. Este ano voltamos a trabalhar para melhorar ainda mais a qualidade de vida da nossa população, sobretudo daqueles que são os donos da castanha de caju.
Tenho dito, o país não se muda com palavras e nem com discursos bonitos, mas sim com actos concretos, tendo como base o trabalho e muito trabalho. 

Caros Guineenses, 

A pedido dos Régulos e o apelo da população em geral o preço para 2018 da Castanha de Cajú é de 1.000xof (mil francos por kilo).
Esta oficialmente aberta a Campanha de Comercialização e Exportação da Castanha de Caju de 2018.

Caros Convidados 
População de Gabu,

Mais uma vez agradeço a forma calorosa como nos receberam nesta nossa, vossa bonita cidade de Gabú. 
Agradeço a todos os que tornaram possível esta cerimonia, as minhas felicitações ao Governo, e em especial na pessoa do Ministro do Comércio e Promoção Empresarial - Dr. Victor Mandinga. 

Os meus agradecimentos igualmente as nossas forças de segurança, aos militares e paramilitares, a Ecomib, aos jornalistas, a população de Gabú e todos os envolvidos nesta cerimonia. 

Renovo a minha crença na Guiné-Bissau do futuro, um país diferente do que conhecemos até aos dias de hoje, um país de igualdade de oportunidade para os seus filhos e hoje demos mais um passo para melhorar a vida da nossa população.

Obrigado a todos por me acompanharem nesta caminhada. 

Viva a população de Gabu!

Viva a República da Guiné-Bissau!

Que Deus abençoe o Povo Guineense!

Vivenda para alugar .
4 assoalhadas, 2 casas de banho, 1 cozinha, garagem, quintal.
Tudo em optimas condicoes. 
Localizacao:  DJAAL.

Contactar Doka Internacional .
96.913.33.40/ 95.577.55.16











sexta-feira, 23 de março de 2018


FAÇAMOS A SEGUINTE LEITURA E SÓ ASSIM PODEREMOS DAR DE CONTA DO PERIGO:

QUEM FOI QUE DEU SANÇÕES AOS POLITICOS GUINEENSES??? CEDEAO!

QUEM CONTROLA A ECOMIB??? CEDEAO!

QUEM PROTEGE O PRESIDENTE JOMAV NO PALACIO??? CEDEAO!

QUEM FOI QUE NA LIBÉRIA DISSE EM VIVA VÔZ QUE O PROBLEMA DA GUINÉ BISSAU ERA O “ TOURO “, E QUE O TOURO TERIA QUE SER AGARRADO PELOS CHIFRES??? CEDEAO NA PESSOA DE MARCEL DE SOUZA!

E DESTA FORMA QUEM FACILMENTE PODERIA NEUTRALIZAR A JOMAV???
TODO O CUIDADO É POUCO

GUINÉ BISSAU É UM PAÍS VULNERAVEL COM 302 ZONAS FRONTEIRIÇAS. APENAS 5 OBRIGATORIAS E 297 CLANDESTINAS.

É O CAOS AO MAIS ALTO NIVÉL.
A Equipa do Doka Internacional teve acesso a Informação da evolução da estrategia do Presidente JOMAV para resolução da crise imposta pelo DSP, Cipriano Cassama e Comparsa. 
Dentro de pouco,  mais Informação.
O grande Mestre Kausso Balde chegou a Bissau no voo da Euroatlantic a fim de realizar o GAMOU.
Muita gente na sua chegada e o grande Mestre Kausso Balde sempre alegre e sorridente.
A caravana dos seus amigos e familiares era bastante longa.
O grande Mestre Kausso Balde homem de Deus diz que quer paz e entendimento entre os guineenses. 





quinta-feira, 22 de março de 2018


TIC TAC…, TIC TAC

QUEDA DE ARTUR SILVA A QUALQUER MOMENTO, NINGUÉM IRÁ APOIAR ARTUR DEPOIS DA SUA ATITUDE RELACIONADO A SEDE DO PAIGC.
TIC TAC.., TIC TAC
Alguns trechos da sentenca que penalizou mais uma vez a Paula Pereira e DSP
DOKA INTERNACIONAL como sempre o heroi do POVO. 



quarta-feira, 21 de março de 2018

A Terra de Amílcar Cabral, fundador de nacionalidade guineense, de pansau Na Isna, de Titina Sila, de Domingos Ramos, de Osvaldo Vieira, de Nino Vieira, de Malam Bacai sanha entre outros herois nacionais sem gove já a mais de 60 dias.
 E é pela primeira vez que isso aconteceu na história de um país. Assim podemos afirmar que o nosso povo, o nosso país já estão cansados com o impasse politico que persiste na Guiné-Bissau.

 A instabilidade que existe na Guiné-Bissau, é devido o não respeito das instituiçoes que fazem funcionar a Democracia. 

Os lideres politicos são arrogantes, pretensiosos, malandros, gratuitamente rebeldes, atrevidamente ignorantes, ostensivamente preguiçosos e pateticamente revoltados ! 

Agora pergunto como é que a Guiné-Bissau pode ter um Primeiro Ministro sem o seu elenco governamental ? Isso é uma vergonha para o nosso país que tem recursos humanos com competências.

 Imagina uma Nação sem  um aparelho de Estado … isto significa que administração guineense esta completamente em disfuncionamento, paralizado. Tendo em conta a falta de entendimento entre  os autores politicos guineenses.

Infelizmente é o resultado da politica de bajulação, da ausência da cultura de paz, de trabalho, do desprezo e medo dos intelectuais, da corrupção e do desconhecimento do regime juridico do Estado, que é uma pessoa  juridica com direitos e obrigações, com poderes e deveres.

Despiram o nosso Estado da sua obrigação de cuidar dos cidadãos, de lhes prestar serviço e assistência. Logo, o Estado esta a diluir-se Até administrativamente : repara que nem controla as nossas ilhas e mares, por falta de investimento publico na administração do  território, pois a corrupção esvazia os cofres do Estado e os dirigentes só querem servir-se. É muito triste.

É necessário que os politicos, líderes de cada Partido, chefes tradicionais, chefes religiosos assim como a sociedade civil e os responsáveis das médias juntarem de mãos dadas no sentido  de abrir a porta para um diálogo eficaz com objectivo de encontrar uma solução na resolução da crise guieense que assola o país a mais de dois anos.

Não há milagre sem trabalho Deus nos deu tudo. Mais agora é certo que ele não tem de descer do céu para fazer o nosso trabalho, o nosso dever, pois já fez a parte dele : deu-nos vida, saúde, conhecimento e oportunidades ! Os guineenses devem perdoar-se uns aos outros e esquecer o passado o rancor, o ódio, a inveja, intriga, a mentira e o diz que diz e pensar no país que os nossos antigos combatentes de liberdade da Patria libertou.