OGIVA NUCLEAR

terça-feira, 26 de março de 2019

Coronel Djon Montero morreu ou foi obrigado a morrer?
Pergunta  estranha. 
BOMBA.
PREPAREM-SE. 
Braima camará, Marciano Silva Barbeiro, Nhina cumprimentos e agradecimentos de Madem-G15 ao regulo de Pelundo por terem votado em massa no projeto da mudança...



segunda-feira, 25 de março de 2019

Conspiração ou não ?

Durante as cerimónias da morte do presidente LASSANA KONTE e enquanto o Presidente NINO estava em Guine- Conakry houve uma reunião na Gâmbia com o ex-presidente deste país-Yaia Dieme onde estiveram presentes:

CADOGO FILHO
RAIMUNDO PEREIRA
ARTUR SILVA
JAIME GAMA
LUIS AMADO

Esta reunião foi com o ex-presidente da Gâmbia e foi patrocinada pelo Kadafi? Sim ou não?

Destinou-se a prepararem algum acordo? Alguma coisa? Coisa bonita ou feia? 

Doka Internacional desafia um desmentido se houve ou não esta reunião. 

DURANTE A AUSÊNCIA DO NINO da Guiné Bissau, o Jaime GAMA esteve em Bissau a preparar algumas  coisas com a adido Militar da embaixada de Portugal CORONEL ESPERANÇA, um homem muito. Ligado ao CADOGO jr., VIVIA NUMA DAS CASAS DO CADOGO. Eram vizinhos- lado a lado  e QUANDO DEIXOU BISSAU VENDEU O SEU CARRO A CADOGO.

PERGUNTO:
O que é que trataram nessa reunião e se confirmam ou desmentem terem estado nessa mesma reunião? Hoje Nino Vieira foi assassinado. A mando de quem e porquê?

sábado, 23 de março de 2019

CADOGO JR. COM AS “MÃOS SUJAS DE SANGUE”?

"A estabilidade da Guiné-Bissau não passa pelo general Nino Vieira".

Esta era a frase proferida em 10 de Maio de 2004, por Cadogo Jr., na qualidade de novo Primeiro-ministro (após a queda do Governo do PRS de Kumba Ialá), na entrevista telefónica conduzida pelo jornalista do Público, Adelino Gomes. 

Recorda-se ainda de que Nino Vieira esta exilado em Portugal, tencionando já regressar à terra que o viu nascer, a Guiné-Bissau.

Destacam-se três principais questões colocadas àquele que seria em Maio de 2004 o futuro Primeiro-ministro da Guiné-Bissau: 

Público - Vão criar-se condições para a abertura de um inquérito à morte de Ansumane Mané?

Cadogo Jr. - Essas são questões de um passado conturbado e tenebroso. Queremos que a Guiné reencontre os seus valores. A aposta do PAIGC é lançar o país para a via do desenvolvimento e fazer uma verdadeira reconciliação nacional dos guineenses. Essa opção passa por pôr uma pedra sobre várias situações que têm sido expostas, que nós gostaríamos de considerar como passadas.

Público - Agora que o PAIGC regressou ao poder, o ex-Presidente Nino Vieira vai voltar à Guiné-Bissau?
Cadogo Jr. - A nossa prioridade é repor as instituições a funcionar, dentro da via da democracia. Quanto a outras situações, achamos que pertencem ao passado, e nós queremos pôr uma pedra no passado. Todo o ser humano tem projetos. O que é fundamental é ver a razoabilidade do projeto. Só ele [Nino Vieira] poderá responder a essa questão, e não o PAIGC.

Público - Confirma que manteve consultas com Nino Vieira, quando esteve em Portugal, há cerca de três semanas, para negociar as contrapartidas que permitissem alcançar um acordo com o PRS?

Cadogo Jr.- Não tenho nada para negociar com o general Nino Vieira, nem em termos pessoais nem institucionais. A estabilidade da Guiné-Bissau não passa pelo general Nino Vieira, passa pelos filhos da Guiné-Bissau que querem a estabilidade e a paz para o país, e não pelo ex-Presidente que não é a pessoa indicada para promover a paz no país. A direção que saiu do último Congresso [de Fevereiro de 2002] é quem é responsável pela gestão do partido. E até aqui tem dado mostras de coesão. Enquanto eu permanecer como presidente do partido, a política que continuarei a traçar será com vista à reconciliação dos guineenses. É evidente que qualquer dirigente ou ex-dirigente é livre como militante de dar o seu contributo para recuperar a imagem do partido e do país mas o partido tem uma direção própria e é ela que decide.

O jornalista Alison Cabral da Rádio Jovem fez um artigo no dia  23 de Janeiro 2019 , dando conta de que o líder do Partido da Unidade Nacional (PUN), sem assento parlamentar, acusou o antigo Primeiro-ministro Carlos Gomes Jr., de ser responsável político e moral de onda de assassinatos ocorridos na Guiné-Bissau durante sua governação em 2009. Segundo noticiou o jornalista, Idrissa Djaló disse que Cadogo Jr., é visto pelos familiares de dirigentes políticos e militares guineenses de ter “mãos sujas de sangue” na morte do Ex-presidente “Nino” Vieira, do ex-chefe das Forças Armadas Tagme Na Waié e dos ex-governantes Hélder Proença, Baciro Dabó e Roberto Cacheu. O líder do PUN foi ainda mais longe ao argumentar que se o Cadogo Jr., for entregue o poder novamente vamos abrir uma nova página da instabilidade no nosso país, comparativamente igual a que levou o seu afastamento do executivo na sequência do golpe de Estado militar de 12 de Abril de 2012”.

E, tem sido por causa desse passado conturbado e tenebroso que  me levou a mim Doka Internacional a chamar, insistentemente, a atenção do país e do mundo, para envidar esforços pela paz, desenvolvimento e sobretudo para não voltar a danificar a imagem do PAIGC e da Guiné-Bissau, porque agora estamos, também, em condições de afirmar que “A estabilidade da Guiné-Bissau não passa pelo antigo Primeiro-ministro, Carlos Gomes Jr.”


O lider do MADEM G-15 neste momento assistindo ao jogo e apoiando os "Djurtus"

Politicamente aonde para este homem? O porquê do seu silêncio quando a Guiné Bissau mais precisa dele?
Um homem rico em valores e princípios, um homem verdadeiro, sincero e honesto. 

Qual a razão do não pronunciamento se vai concorrer as presidenciais ou não?
Este povo precisa dele e a juventude mais ainda.

sexta-feira, 22 de março de 2019

Cadogo Jr. fez parte de uma governação LETAL e MORTIFERA.
Hoje quer ser candidato as presidenciais.
O guineense esqueceu ou não?
Os familiares das vitimas e aqueles que sofreram na sua governação estarão dispostos a passar um pente fino nas suas vidas?

Hoje no TALK SHOW do Doka Internarcional as 7 horas da noite:
" O regresso do Anjo da Morte " nas redes sociais- Facebook LIVE

quinta-feira, 21 de março de 2019

Carlos Gomes Júnior poderá voltar a liderança do PAIGC a breve trecho

O Homem que deixou o PAIGC com 67 deputados e que foi decapitado através de um golpe de estado em Abril de 2012, poderá muito brevemente voltar a liderança do partido.

Em curso esta uma petição dos militantes do PAIGC que querem ver fora da liderança do partido, Domingos Simões Pereira que num horizonte temporal de 5 anos perdeu 20 deputados no parlamento e a situação tende a piorar-se.

Num espaço de duas legislaturas consecutivas o PAIGC perdeu 20 deputados ou seja 10 em cada, facto que não agradou alguns camaradas, mas que não têm coragem de se manifestar publicamente.

De acordo com as fontes bem posicionadas no seio do PAIGC, o caracter do líder dos libertadores que motivou a expulsão de 15 ex-deputados do partido que deu na criação do MADEM-G15, agora líder da oposição, poderá acabar com o partido fundado por Amílcar Cabral a 19 de Setembro de 1956 em Bissau, se forem tomadas medidas urgentes e sensatas.

O grupo cujo a liderança pediu para ser ocultada confessa que atual liderança do PAIGC deve tirar as consequências politicas do facto e considera que o Domingos Simões Pereira, devia ter a coragem de assumir as consequências politicas dos resultados desastrosos que o PAIGC obteve nas legislativas de 10 de Março passado.

Um facto evidente no seio do PAIGC é que, os responsáveis do partido nas zonas em que o PAIGC teve mau resultados, já começaram a ser retalhados, prova disso é o deputado Fará Mendes que ate já pediu a demissão das funções do Presidente de Conselho de Administração da Assembleia Nacional Popular.

Entretanto a clara intenção de DSP de avançar para as presidências como candidato do PAIGC, poderá igualmente precipitar a sua saída da liderança do PAIGC.

Simões Pereira já confirmou nalguns quadrantes do Partido, que vai indicar o Nome da Odete Semedo um dos vice do PAIGC como Primeira-ministra e Califa Seidi, presidente da ANP, para poder avançar como candidato Presidencial.

Este facto poderá igualmente provocar uma fissura no PAIGC, porque Cipriano Cassamá que sempre sonhou ser candidato do PAIGC nas Presidências e que durante a crise da legislatura que agora termina aguentou DSP, vai mesmo crer avançar mesmo que fosse candidato independente.
PRS DESPEDAÇADO E DESTROÇADO DEVIDO A FALTA DE VERDADE, DE RESPEITO E RECONHECIMENTO. 
ALBERTO NAMBEIA DESTRUIU POR COMPLETO A ESTE GRANDE PARTIDO POR CAUSA DE MALAM SAMBU. 

MALAM SAMBU FOI UM DOS FATORES DE DISCÓRDIA ENTRE NAMBEIA E FLORA E DE MUITOS OUTROS MILITANTES QUE SE SENTIRAM ATINGIDOS COM A INTEGRAÇÃO DE BOTCHE CANDE NO PRS. 

HOJE AS 7 DA NOITE VAMOS TER EM DIRETO O JOVEM EMPRESÁRIO E MILITANTE DO PRS BRAIMA CUBANO COM VERDADES QUENTES E CRUAS. 

PREPAREM-SE PORQUE VEM CHUMBO GROSSO. 

quarta-feira, 20 de março de 2019

Depois de Malam Sambu, aqui esta o homem que mais desgracou e acabou com a vida política de Alberto Nambeia. 
Vitor Caudo foi implacável num comportamento sujo e de cinismo. Foi mau para com a família do PRS. 

UM homem astuto que conseguiu enganar a tudo e todos. 
Um dos principais promotores para a maior VERGONHA de sempre do PRS no campo político. 

Considerado por muitos como sendo um duplo agente - perigoso e simulador que deixou PRS de rastos com uma humilhação jamais vista.
PRS AFUNDANDO E ALBERTO NAMBEIA SE RECUSA A DEMITIR. 

HOJE É VISTO COM MAUS OLHOS MAS A SUA ARROGÂNCIA O TORNA MAIS FRAGILIZADO DO QUE NUNCA.   AFINAL DE CONTAS, QUAIS FORAM AS CAUSAS DA VERGONHA DESASTROSA DO PRS SOB LIDERANÇA DE ALBERTO NAMBEIA?

CHAMA SE MALAM SAMBU QUE ESTÁ NA CHINA. 
JÁ DE SEGUIDA. 

segunda-feira, 18 de março de 2019

CARTA DE S. PAULO AOS ROMANOS CAPITULO 12: 19.             

Paulo nos aconselha a sermos amigaveis, em vez de retribuirmos em justa medida, quando alguém nos trai e nos ofende profundamente. 

O apostolo Paulo diz para perdoarmos os inimigos. Mas por que? 

(1) o perdao pode quebrar um circulo de retaliaÇoes  e levar a uma reconciliaÇao mutua. 

(2) o perdao pode levar o inimigo a envergonhar-se e a mudar de comportamento e 

(3) ao pagar o mal com mal, vamos ferir-nos tanto quanto ferimos nosso inimigo. Mesmo que este nunca se arrependa, ao perdoa-lo, vamos libertar-nos do grande peso da amargura.

domingo, 17 de março de 2019

O querer do regresso ou o desejo de vingança?  Cadogo Jr. deve ou não se candidatar as presidenciais?
O perigo mora ao lado e a cada minuto se aproxima mais de todos nós.  Muita gente foi assassinada durante a governação de Cadogo jr. e muitas famílias ainda choram pelos seus entes queridos clamando justiça, no entanto a mente daqueles que atualmente conduzem o país parece estar bloqueada e esquecendo o passado.

Caso Cadogo jr. suba ao poder, caso venha a ser eleito como o próximo presidente deste país, quais seriam as consequências? Não na pessoa de Cadogo Jr. mas sim pelas pessoas próximas a ele..., essas pessoas sim, constituiem um perigo gigantesco e enorme.

Quais as razoes pelo qual toda esta gente hoje ainda quer o poder a todo o custo?  Será por vontade de querer ajudar a este povo ou o desejo de ver sangue e espalhar o sofrimento?
De uma coisa podemos ter a certeza, é de que o DSP e todo o seu elenco governativo podem ser acusados de tudo e mais alguma coisa, mas esta gente nunca mataram ou mandaram espancar a ninguém.  Houve uma batalha politica na base de civismo respeitando a dignidade da vida humana.  Nunca vimos ou tivemos indícios de maltratos a este ou aquele e devido a isso, somos obrigados a aplaudir e agradecer ao DSP e sua equipa.

Nesse sentido penso que o regresso de Cadogo jr. ao poder seria mais por vingança do seu pessoal do que propriamente ajudar a este povo.

Estamos na 10ª legislatura, agora é o momento certo e mais do que nunca de nos unirmos e reconhermos que temos um partido/ paigc que venceu as eleições e um 1º ministro que merece o apoio e confiança de todos para ser ajudado a governar.

DSP terá um trabalho ardúo , terá uma caminhada cheio de pedras e espinhos que o obriga atravessar a fim de atingir os seus objetivos governamentais, mas para isso é necessário a união de todos nós e uma organização implacável e seria na base de respeito, entendimento, tolerância, dialogo, perdão e transparência acima de tudo.

Cadogo jr. deveria ficar como um mais velho, um conselheiro e um protetor, porque qualquer movimentação em se querer candidatar as presidenciais poderá colmatar com uma convulsão no seio do paigc e este partido neste momento o que mais precisa é de união e de entendimento e deixar de lado turras e mesquinhices se assim podermos dizer.

10ª Legislatura: “ Peace or War “

Doka Internacional felicita ao PAIGC, e ao seu líder DSP, e no entanto recorda a esta figura emblemática deste partido que agora mais do que nunca chegou a hora e momento de virarmos a pagina e procurarmos caminhar juntos no que toca aos interesses essenciais e prioritários deste povo.

Muitos caíram durante todo este processo de impasse político no decorrer destes anos e muitos se magoaram e ressentidos ficaram.   Perdão e reconciliação seria o 1º passo para todos como demonstração de boa vontade e consideração mutua.

A vingança jamais nos levará a lugar algum, porque ninguém tem ou vive em paz com o coração destroçado. 
A harmonia, a união, o relacionamento fraterno e verdadeiro, o respeito poderiam ser infalivelmente os fatores impulsionadores para o desenvolvimento e sossego desta nação.

DSP, queiramos ou não todos reconheceram a sua vitoria, todos neste preciso momento São obrigados a lhe respeitar devido a posição que hoje irá ocupar por mérito próprio, portanto eu Doka Internacional penso que não vale a pena continuarmos com “guerrinhas” desnecessárias que possam atrasar a realização e a objetividade das coisas concretas.

Demonstre como sempre demonstrou a sua capacidade intelectual por todos aqueles que você prometeu bondade e felicidade, mostre-nos que o DSP de ontem nos comícios, realmente é o DSP que os guineenses entregaram a sua confiança para a condução deste país.   
Tire o rancor, o ódio e a raiva e o ponha de lado porque disto ninguém mais quer ver.

Pense no amanhã, pense nos que ontem sofreram, pense naqueles que não podem ser ouvidos e verá que terá os guineenses aos seus pés.

Precisamos de de paz e sossego, precisamos de risos e alegria, precisamos de felicidade e saúde, precisamos de garantias de uma boa governação e só TU DSP, poderás dar aos guineenses este desejo que nunca tivemos.

O verdadeiro ser humano é aquele que tem amor no coração e leva alegria a casa dos que amam e não São amados.

Hoje DSP, tu és o foco principal de tudo o que a Guiné Bissau precisa- PAZ e SOSSEGO.

Aos meus amigos do PAIGC com quem sempre mantivemos contacto durante este processo político desejo-vos a maior felicidade do mundo e um obrigado pela forma em como sempre me ajudaram nos meus momentos difíceis:

- Zé António (que muitos dizem que somos parecidos i nó ta dá ares..., ao meu tio Caló Paquete, sempre pronto e atendendo as minhas chamadas, as minhas necessidades e encorajando-me..., por outro lado, ao meu irmão mais velho que muito lhe errei, Conduto de Pina que sempre foi um motor no que toca a conselhos de amor, de carinho, de paz e conforto..., ao Zé Npu, Julio Bacai- Potchi que constantemente falamos ao telefone na base respeito e “ermondade”..., ao Carlitos Costa que é um jovem muito amavél e respeitoso, uma pessoa muito humilde..., ao meu tio Cipriano Cassamá, um homem verdadeiro e cheio de humildade e com um coração grande que foi capaz de me perdoar pelos meus erros..., ao meu tio MARUCAS que também me perdoou e me deu uma bofetada sem mão quando me abordou no posto de combustível da galp em Bissau, um homem integro e serio, humilde e verdadeiro..., ao JBV um jovem determinado e empenhado, falamos ao telefone durante a campanha e me mostrou a sua capacidade de entendimento e de perdão, um jovem que sabe o que quer e que tem uma vida pela frente e mostra ser capaz de ser um dos sucessores do DSP no PAIGC porque graças a este jovem, podemos ver e dizer que a juventude é a força motora e impulsionadora de qualquer Nação).

Na política temos e somos adversários mas não inimigos porque nela apenas existem 3 dias- Ontem, Hoje e Amanhã.

Vamos todos juntos dar o nosso contributo para esta pátria que merece paz e amor.

Um abraço a toda família do PAIGC, partido vencedor das legislativas.