OGIVA NUCLEAR

sábado, 9 de abril de 2016

DELÍRIOS


No dia em que a "gramática constitucional" passou a ser alvo de interpretações para-normais, o STJ foi reduzido a uma associação de astrólogos, cartomantes e coisas afins...

Do alto da sua sabedoria, sustentada pela madura idade, o mais velho terá dito algo como:

"PGC ku si lider i cê blog's tudo, kilas i pá dissa inda, porque é sta ku binho na kurpo, tudo kil kê na fala, ka pudi lebado a sério. Ora ku binho fria elis na kurpo, nô ta pudi papia ku élis"

Não é por acaso que noutros tempos a idade era um posto.

Para os que teimam em não acordar, nada melhor que relembrar o post que se segue. Já agora, foi o STJ quem o escreveu no ACÓRDÃO mais celebrado pelo DSP, obviamente djamudo com todo eco nos blog's do costume.


Este é o texto que consta do famoso acórdão que DSP e toda canalha seguidora receberam e vangloriaram, foi a decisão judicial mais celebrada nesta jovem república, não faz um ano, já procuram (sob efeito do dito "tinto ou brabco de bandé") interpretações "não gramaticais" para o mesmo acórdão.

Este blog dá a sua modesta contribuição aos que procuram tais interpretações "não gramaticais". Comecem por procura-la numa língua qualquer, que não seja suportada por uma gramática, por exemplo: 

SAKLATÊS


SE BÔ KA LARGA BINHO, DJINTIS KANA PUDI NTIDI KU BÔS DÉ. 





Sem comentários:

Enviar um comentário