OGIVA NUCLEAR

segunda-feira, 2 de maio de 2016

RECADO II
 
Depois de tanta recusa, irreversibilidades e manobras dilatório para perpetuar no poder, que o DSP e Cipriano Cassamá protagonizaram durante esta crise politica, factos que levaram com que o país esteja bloqueado como está, seria um Golpe duro para o Povo, se o Jomav, o PRS e os 15 Deputados, vierem aceitar qualquer proposta vinda por parte deste BANDIDOS E DEMAGOGISTAS do povo guineense.
 
Os caminhos e as soluções que o DSP e o Cipriano Cassamá têm nas suas mente hoje, seriam talvés apeticiveis se fossem apresentadas nas diversas reuniões convocada pelo Presidente da República, com vista a encontrar soluções para saída desta crise, mas incompreensivelmente, tanto o DSP (do paigc-pequeno) e como a Mesa da ANP, recusaram categoricamente de participar nestas reuniões – alegando que nela, não poderia participar os 15 Deputados do Povo e, por mais, estavam de tal forma convencidos de que, tinham comprado a sabedoria, maturidade e idoneidade dos nossos Magistrados do Supremo Tribunal, motivos que os levaram a preferir a decisão judicial como a única via, para a resolução desta infundada crise criado pelo DSP e seus Bandos, contra a figura do Presidente da República e também, contra o Povo guineense.
 
- Se os 15 Deputados ( parte do conflito) não participassem nessas reuniões, quem deverá responder por eles e ainda, quem deverá servir de seus interlocutores?
 
Agora, resolvido é que está a via judicial almejado pelo DSP e seus BANDOS, e falta o cumprimento dessas normas regentes no nosso ordenamento jurídicos.
Assim, o Parlamento (ANP), obrigatoriamente tem que funcionar amanha, o Povo não vai tolerar qualquer interrupção para dilatar o tempo e agudizar ainda mais esta crise. Não aceitaremos quaisquer prevaricações por parte da Mesa da ANP e assim como, este povo não vai aceitar qualquer acerto extra Constitucional porque, não estamos em situações do Golpe de Estado. A NOVA MAIORIA PARLAMENTAR TEM QUE ASSUMIR O DESTINO DE GOVERNAR ESTE PAÍS ATÉ FIM DESTA LEGISLATURA.
 
- O Paulo Gomes, que vá aprender a falar o Português correcto e depois voltar para as futuras embates eleitorais.
- Que o Procurador Geral da República, esteja intransigente amanha, e actue se a Mesa da ANP vier a interromper indevidamente a continuidade da Sessão visto que, PREVARICAR ( acto que a Mesa da ANP tem efectuado varias vezes), é um acto de crime e é punível no nosso CÓDIGO PENAL.

O POVO ESTÁ  COM OS  SEUS  MELHORES  FILHOS E CONTRA  OS LARAPIOS E GATUNOS

Sem comentários:

Enviar um comentário