OGIVA NUCLEAR

terça-feira, 17 de maio de 2016

“A estratégia para a saída de crise versus jogada de antecipação”
“DSP prova que teu candidato a PM dispõe de uma maioria parlamentar u para (TEATRO) de propostas i contra propostas”
Quando um Engenheiro decide ser “burro” torna um grande “BURRO” mesmo.
O Senhor Presidente da Republica pediu ao PAIGC para propor o nome de um candidato ao posto de futuro/novo primeiro-ministro e que prove que o mesmo dispõe de uma maioria parlamentar que sustente a sua governação.
Nesta segunda-feira, assistiu-se um autêntico “CIRCO”, Domingos Simões Pereira, chamou primeiro a comunidade internacional com objetivo de os manipular, apresentando-os a chamada estratégia para a saída de crise, antes no entanto de ter apresentado ao Presidente da Republica alguma proposta. “falta di kunsi udju”
Assistiu-se no final do dia desta segunda-feira, um “Show-off” de DSP, nas rádios que domina, falou muito e NÃO disse nada.
Vamos la ver:
Apresentou aquilo que apresentou sem no entanto tocar no essencial ou seja, provar que o seu partido dispõe de uma maioria para governar.
Apresentou a proposta da estrutura orgânica do executivo e alega ter reservado 8 pastas a PRS sem no entanto reunir ou negociar com este;
Disse que reserva duas ou três pastas para o Presidente da Republica “ u ta pensa kila pidil ba pasta”;
Disse que irá convidar todos os partidos com assento parlamentar e alguns sem assento, estes já sabemos todos nós que seria o partido de Idrissa Djalo, PUN que apenas tem dois militantes, o próprio Idrissa Djalo e a namorada Nelvina Barreto (NELA) e o partido dos advogados do PAIGC, Pastor José Paulo Semedo, Rute Monteiro, Mario Lino da Veiga e Carlitos Djedjo;
DSP, foste muito infeliz e provocador e o mais grave de tudo é voltar apresentar o nome de Carlos Correia como candidato para chefiar governo, Porque DIMINGO? Porque DIMINGO?;
Como alternativa apresentaste Senhor Califa Seidi, porque não Baciro Dja que é o terceiro vice-presidente confirmado por Tribunal Regional de Bissau, segundo os estatutos do PAIGC, uma vez que a Adja Sautu Camara ainda esta suspensa;
Único objetivo desta proposta/jogada de antecipação que circula o mundo antes de ter chegado ao palácio da Republica, é desviar atenção e manipular a opinião publica “Presidente nega proposta”. E A MAIORIA PARLAMENTAR QUE O CHEFE PEDIU PARA PROVAREM “NUNDEL”?
Sobre o pacto de estabilidade?
Antes de uma tal de conferência organizada pelas nações ter recomendada este desiderato, primeiro foi o Presidente da Republica a propor e depois o PRS pela voz do seu secretário-geral Dr Florentino Mendes Pereira e, o PAIGC através de DSP recusou tacitamente e agora faz-se de santo porque “ i sibi kuma é pegadu na material”
DSP, o mais importante aqui é provar que o seu candidato ao posto de PM dispõe de uma maioria parlamentar para sustentar a sua governação se não “RIBA FARIM U BAI SINTA LA PABIA U KA NA SAFA”

Sem comentários:

Enviar um comentário