OGIVA NUCLEAR

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Presidente da Liga Guineense dos Direitos Humanos Uma das recompensas que o Presidente da Liga Guineense dos Direitos Humanos usufrui é um posto ligado assuntos jurídicos na Agencia Reguladora de Novas Tecnologias de Informação e Telecomunicações (ARN)? de uma forma misteriosa e sem concurso público?
Augusto Mario, deve ser corrido no posto porque caiu na incompatibilidade com conflitos de interesses no pano de fundo.
A Liga perdeu a sua vocação natural que era de lutar pela promoção dos direitos humanos e contra a impunidade, porque esta precisamente a promover a impunidade, quando a organização está a defender que o Gabriel Só, antigo deputado não pode cumprir a pena para que foi condenado e o próprio líder da organização a defender a mesma coisa, pelo facto de ser o advogado da família.
Os associados da organização devem levantar para defender a honra da LGDH, porque assim não da.

Sem comentários:

Enviar um comentário