OGIVA NUCLEAR

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

DOKA INTERNACIONAL AGRADECE AO BLOG DITADURA DO PROGRESSO POR ESTE LINDO DE POST DE SOLIDARIEDADE E A TODOS QUE DE UMA FORMA ME TELEFONARAM AVISANDO ACERCA DESTE ARTIGO, INCLUSIVE A DIVERSOS MAGISTRADOS E AMIGOS DE ÁREA, PORQUE NÃO TINHA CONHECIMENTO DO MESMO.
MEU CONTACTO- 00351.92.573.54.14.

FONTE- DITADURA DO PROGRESSO.


domingo, 31 de julho de 2016


HÁ MEDIDAS OU DECISÕES JUDICIAIS QUE COMPROMETEM A JUSTIÇA GUINEENSE.

Alguns Juízes GUINEENSES serão julgados pela História! 


Todos eles foram escolhidos ou enquadrados para o bem servir ao povo trabalhador e a toda população GUINEENSE. O compromisso é servir a Pátria, baseado nas Leis e segundo suas consciências. Contudo, tem havido muitos excessos e comportamentos suspeitos da parte de alguns homens da Lei. Agem como se recebem algo em troca de seus pronunciamentos. 

A este propósito, refiro-me ao recente julgamento do Activista dos Direitos Humanos, DOKA INTERNACIONAL, O DENUNCIANTE, que não obstante ter exibido e apresentado provas contra N'Dinho o Tribunal recusou liminarmente os elementos probatório, que sustentam as acusações do Denunciante: PUTO DE MANCHESTER. . Doka Internacional-  O DENÚNCIANTE  deniferreira2009@gmail.com                     Durante os dias do julgamento foi denunciado que o Queixoso Armando Correia Dias, terá deslocado ao Gabinete do Juiz do caso, onde terá permanecido durante cerca de trinta minutos.

Para qualquer Magistrado que se preze e que se preocupa com ética DEONTOLOGIA da magistratura judicial isso é um ato de grande desconfiança não só sobre a imagem e o bom nome do Homem da Lei, mas também uma gritante irresponsabilidade, passível de accionar a sindicância judicial ou mesmo desencadear averiguações da Inspecção Judicial, ou mesmo uma acção do Ministério Público, para se apurar a verdade dos factos.

Mario Ialá Delegado do Ministério Publico junto dos Tribunais
Eles, o Juiz Gabriel Djedjo e o Delegado do MP, Mário Ialá, por conivência, ignorância, falha ou omissão, quebraram aos pedaços as nossas Leis, ou seja, decompuseram e desestruturaram aquilo que seria o maior julgamento contra corrupção e banditismo. Lamentavelmente, escolheram contribuir para o deteriorar da nossa paz e justiça social. Pena mesmo! 

A troco de quê, só Deus sabe lá, porque quando um Magistrado faz vista grossa sobre as ilegalidades, abusos e impunidade - conhecendo este país como poucos - tudo leva a depreender que alguma coisa terá circulado debaixo da mesa e, não deve ser soma insignificante. 
"KUMA SI GARANDI RIANTA CALÇA, ANTA I KA SOM PA MIJA", OU SEJA, "AMPUS, SI DUS MAGISTRADOS ARRISCA I É CETA FITCHA UDJUS Ó NEGA PROVAS NA UM JULGAMENTO, ANTA I KA CUSSA-SINHO KU TCHIGA ELIS MOM"
É, MA GUINÉ FORONTA !

Sem comentários:

Enviar um comentário