OGIVA NUCLEAR

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Nós os guineenses somos os filhos da ignorância e da miséria.
Sim, somos os filhos da ignorância e da miséria. Basta olharmos para o nosso o lado, a frente e atrás que o que constatamos apenas vai em duas direções- ignorância e miséria.

A sujidade no coração do guineense, é algo terrivél, algo que nos deixa despedaçados e destruídos a nível de sentimentos.
Muitos condenaram e estão condenando a um homem, a um homem que procura o bem estar de um todo.

Mas recordar que quando DEUS enviou o seu único filho para nos salvar do pecado e nos mostrar o verdadeiro caminho do amor…, ele foi ignorado pelos seus, foi humilhado, açoitado e morto. Pois bem, desta mesma forma, Jomav esta sendo crucificado injustamente a mando de pessoas.

Pensemos juntos, porque razão de tanta raiva contra a pessoa de Jomav??? Porquê tanto ódio?

Muito simples para se obter a resposta. Porque aqui na Guiné Bissau, a maior e a pior doença, chama- se CORRUPÇÃO.
E quando se luta contra esta doença, estamos sujeitos a tudo. É o que esta se passando agora contra este homem.  Muitos se venderam por pouco, muitos se deixaram corromper por serem fracos na carne e na alma, mas a dignidade tem que estar acima de tudo num verdadeiro ser humano...., temos que saber aguentar as tempestades.

Durante esta presidência, eu Doka Internacional vi de tudo, vi durante varias horas e vários dias Jomav a ser insultado na ANP sem piedade por pessoas que dizem ser representantes do povo e homens do estado, vi órgãos de comunicação social a organizarem programas, debates encomendados para o insultar perante os ouvidos do povo, vi uma multidão de pessoas inocentes pagas para que tentassem invadir o palácio e para que os seguranças reagissem disparando e matando com o objectivo de culpar ao presidente Jomav de ter causado mortes e derrames de sangue, vi jovens na via publica insultando a mãe de um presidente da republica…, vi muitas outras coisas negativas…, que jamais seria possível que acontecesse durante a presidência de Nino Vieira, Malam Bacai, quanto mais Koumba.

Em tudo isso, pude ver a passividade de uma pessoa sentimental, humana, disposta a demonstrar em como funciona uma verdadeira democracia. Vi um verdadeiro homem com sentido e com perfil de estadista.  Vi um homem que não permite perseguições, prisões arbitrarias, ilegais e abusivas, vi um homem que vai em contra a violência e em contra assassinatos.  Esse homem se chama Jomav.

Envenenar uma pessoa, é mais fácil do que cura-la, portanto guineenses, vamos repensar no que fazemos.

Porque a luta de Jomav vai em direcao do bem estar do povo e dos interesses de um todo.

Sem comentários:

Enviar um comentário