OGIVA NUCLEAR

quarta-feira, 22 de março de 2017

 DSP EM APURROS COM OS SEUS COLABORADORES DIRECTOS

Depois de ter falhado as suas desesperadas tentativas de lançar campanhas mediáticas contra o seu próprio país usando o tráfico de droga como arma de guerra, o DSP está altamente chateado com os seus colaboradores directos acusandos-os de nada saberem fazer perante o JOMAV cada vez mais mobilizador da população em Bissau e nas regiões em torno da sua estratégia de combate a corrupção e de bandidasco sem tréguas.

Numa reunião restrita que teve lugar na semana passada com os seus colaboradores, DSP já não acredita em ninguém. Bateu mão na mesa acusando os bandi salons de só saberem mamar o taco, não conseguem mobilizar a população e as bases do partido para as manifestações que a sua ala do partido organiza em parceria com o chamado Movimento dos cidadãos Conscientes e Inconformados.

Por isso disse que desta vez ele próprio vai descer ao terreno para mobilizar jovens e mulheres para  aderirem a marcha que a sua ala do partido está a preparar para o dia 25 de Março, utilizando os inconformados como satelites. Aliás já começou as suas movimentações no terreno, na segunda-feira dia 20 de Março reuniu com o Brigadeiro General que não irei citar o nome por enquanto no bairro militar para este o ajudar quebrar as bases criadas pelo imbativel Botche Candé.

Para tentar deseperadamente mobilizar mais gentes a favor da dita manifestação DSP mandou desbloquear vários milhões roubados ao povo guineense? para ser distribuidos a cada responsavel nas bases do partido? Deu instruçoes claras que cada manifestante seja dado montantes entre 3000 a 5000 mil francos????

Ele assumiu o comando da organização desta dita manifestação reúnindo secretamente com alguns responsaveis do dito Movimento dos Inconformados que não passa de uma extenção da ala do DSP do PAIGC.

Aliás , não é o Doka Internacional que o disse foi a própria comunidade internacional através do P5 que veio ao público considerar o Movimento de Cidadãos conscientes como uma força politica rival, na sua Declaração conjunta do dia 15 de Março 2017, quando disse assim “As manifestações de rua de 9 e 11 de Março de 2017 patrocinadas por forças políticas rivais e algumas declarações recentes de políticos proeminentes membros da Assembleia Nacional Popular ou do Governo são disso exemplos inquietantes”.

Com esta declaração o P5 vem confirmar aquilo que o Doka internacional tem denunciado publicamente que este movimento foi e continua a ser um instrumento de guerra politica o DSP e comparças para tentar enganar os menos atentos.

Por isso o povo está de olhos abertos e jamais aceitará ser aliciado e instrumentalizado por corrputos como o DSP e seu bando.

Diga não a manipulação

Diga não a manifestação comprada com o dinheiro roubado

Sem comentários:

Enviar um comentário