OGIVA NUCLEAR

quarta-feira, 22 de março de 2017

MAIS UMA MENTIRA DO MENTIROSO COMPULSIVO, DESMONTADO PELA EQUIPA DE DOKA INTERNACIONAL
Cufar e a ilha de Keré? Tráfico de Droga?
Do que realmente fala o nosso terrível e mentiroso Aly Silva? 

Para já, o relatório do Departamento de Estado dos EUA (Relatório de Estratégia do Controlo Internacional de Narcóticos) não tem NENHUMA referência às localidades imaginárias do bloguista. E para não restarem nenhumas dúvidas, aqui vai a tradução das partes mais substantivas deste relatório: 

“O sistema político da Guiné-Bissau permanece susceptível e sob à influência dos narcotraficantes. A cumplicidade de funcionários do governo em todos os níveis nessa actividade criminosa inibe uma avaliação completa e a resolução do problema. 
 A cumplicidade de funcionários do governo em todos os níveis nessa actividade criminosa inibe uma avaliação completa e resolução do problema. Nem todas as organizações nacionais nem as internacionais estimaram a quantidade de drogas ilegais que transitam pela Guiné-Bissau. 

 As fronteiras são porosas e mal controladas. O Porto de Bissau não tem segurança significativa. Contentores rotineiramente entram e saem do país sem inspecção. Recursos inadequados e a falta de profissionalismo entre as autoridades policiais e judiciais dificultam os esforços para detectar as transferências de drogas e investigar o tráfico de droga.

 Os policiais e oficiais judiciais estão envolvidos no tráfico de drogas, assim como os elementos militares. Os membros do serviço aduaneiro tomam dinheiro para permitir que passageiros e produtos passem por postos fronteiriços sem inspecção. 

 Nenhuma organização realizou um estudo sistemático do problema do abuso de drogas para determinar o seu escopo; Todas as avaliações são baseadas em evidências anedóticas”. 
Para quem quiser, o documento inteiro encontra-se na página 172 do seguinte link e não há nenhuma menção das localidades citadas pelo bloguista. 
Leia aqui:
https://www.state.gov/documents/organization/268025.pdf

Sem comentários:

Enviar um comentário