OGIVA NUCLEAR

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Funcionários de Orange com problemas do pagamento dos salários Tem uma empresa chamada " Meetings África ", prestadora de serviço à empresa Orange, na qual a maioria dos operacionais de Orange na Guiné-Bissau está vinculada. A tal empresa "Meetings África" alega que não pode pagar os salários dos guineenses, enquanto a sua Directora, uma tal Mme Diouf, estiver de viagem fora do Senegal. Estranhamente, é o sobrinho da tal mulher, Sélé Tcham que está na Guiné-Bissau como o director/representante dessa empresa, como se os guineenses não tivessem pessoas capazes de assumir um tal cargo! Esse infelizmente teve um acidente e teve que ser evacuado de imediato. E agora os funcionários guineenses estão entregues à sua sorte... Sem salários! Infelizmente, a Orange (que tem um contracto de prestação de serviços com a "Meetings África") até aqui não tomou nenhuma decisão para colmatar a situação. Os funcionários não recebem um único tostão desde o passado dia 22 de Outubro! E a Inspecção Geral do Trabalho da Guiné-Bissau diz que os funcionários não podem fazer nada até depois de um mês sem salários. Pergunta-se: Que tipo de gerência é essa quando uma empresa só depende de uma pessoa? E a Orange não se sente moralmente responsável por ter um contracto com uma empresa que aparentemente não tem estrutura nenhuma?

Sem comentários:

Enviar um comentário