OGIVA NUCLEAR

domingo, 18 de setembro de 2016

Aly Silva tenta transferir para o Dr. Florentino Mendes Pereira as responsabilidades e irresponsabilidades dos seus patrões
No dia 17 de Setembro, Aly Silva publicou no seu Blog, muitas mentiras sobre a assinatura do Contrato entre SO Energy e a EAGB. Quer transferir para o Dr. Florentino Mendes Pereira, as responsabilidades e irresponsabilidades do anterior Governo. Escreveu que o ministro, da Energia, Dr. Florentino Mendes Pereira assinou o contrato. Como prova dessa assinatura, ele publicou um documento com uma assinatura, mas sem o nome do ministro que assinou.
A partida, a informação para além de falsa, só revela a frustração e o desespero em que o Blogger e os seus patrões entraram. Se não fosse a frustração, teriam todo o cuidado de verificar bem o nome das funções de Florentino Mendes Pereira e saber que, ele nunca aceitaria assinar um documento que não conhecesse, ou que não for bem escrito. Por último deviam saber que, as barricadas dos membros do Governo de Carlos Correia no Palácio do Governo ultrapassaram a data falsificada e tira toda a veracidade ao documento. O que implica que, para assinar um contrato era necessário negociá-lo e envolver os técnicos com os seus pareceres.

Primeira falsificação
No tal contrato publicado, consta apenas ministro da Energia, que Aly Silva e seus patrões tentam fazer toda gente acreditar que tal ministro é o Dr. Florentino Mendes Pereira. É falso. No actual Governo, Dr. Florentino Mendes Pereira, não é nada mais que, ministro de Estado, da Energia e de Indústria. Isso significa que, qualquer técnico da EAGB a preparar o contrato teria o cuidado de escrever isso correctamente. Portanto, o contrato não foi assinado pelo Dr. Florentino Mendes Pereira, até porque, a data de 25 e Maio, o Dr. Florentino Mendes Pereira ainda não tinha assumido o gabinete.

Segunda falsificação
A segunda falsificação do Aly Silva e seus patrões está ligada a data e o papel jogado por Dr. Florentino Mendes Pereira neste processo. O primeiro contrato que Aly publicou e que curiosamente já retirou do seu Blogm foi datado de 12 de Maio, dia em que o Governo de Carlos Correia foi demitido e estava escrito em francês. Quando há quase um mês denunciamos esta situação, ele decidiu retirar o post em causa. Este que agora publicou, é datado de 25 de Maio e está escrito em português. Mesmo admitindo que o contrato foi feito em duas ou três línguas, não se pode admitir que para um contrato possam haver duas datas.
No post que retirou, Aly Silva tentou mostrar que, havia razão da SO Energy receber o direito de fornecimento, porque o contrato foi acertado praticamente dois meses antes do Governo ser demitido. E que o Dr. Florentino Mendes Pereira só tinha de autorizar a execução do contrato. Hoje mudou tudo. Quer mostrar que quem negociou e assinou o contrato foi o Dr. Florentino Mendes Pereira. Portanto é estranho, esta tentativa condenada a frustração de imputar ao Dr. Florentino Mendes Pereira responsabilidade de um dossier que praticamente desconhece. E Aly tem demonstrado uma gritante falta de coerência na avaliação das coisas. Acha possível, o Dr. Florentino Mendes Pereira negociar com SO Energy, para depois voltar atrás?

Terceira falsificação
Ignorar o papel de Mediação do dr. Florentino Mendes Pereira. Aly Silva ou seus patrões nacionais bem identificados, estão a tentar fazer querer que o Dr. Florentino Mendes Pereira tem más intenções neste processo, quando é exactamente o contrário. Ele tem trabalhado com os responsáveis da SO Energy e da Embaixada dos Estados Unidos da América a volta deste dossier para que seja encontrada uma solução que não lese o interesse de nenhuma das partes. Como ministro de Estado, da Energia e da Indústria, o Dr. Florentino Mendes Pereira já reuniu ‘n vezes’ com os responsáveis da empresa e da embaixada dos EUA. Todos estes encontros foram num ambiente cordial e de diálogo franco onde ambas as partes manifestaram o interesse em encontrar a melhor solução airosa. O Dr. Florentino Mendes Pereira tem noção perfeita de que a governação é continuidade. E sendo assim, não se pode, abandonar tudo aquilo que os antecessores fizeram, ou ainda estar a tentar tirar proveitos políticos de uma ou outra decisão menos acertada de quem já foi Governo.
O que é verdade e que Aly Silva e seus patrões devem saber é que, a decisão de avançar para contrato com SO Energy, foi precipitada. Precipitada, porquê? Porque factos demonstram que, AGREKKO não está a prestar mau serviço. E havendo necessidade de aumento da capacidade de produção da energia, se podia apenas solicitar a empresa detentora do contrato. Não se pode duplicar o contrato como o Governo dos patrões de Aly fez e passar batata-quente para os outros. Mas como atrás se referiu, a governação por ser continuidade, se vai continuar a tratar deste dossier, ao mesmo tempo que as devidas responsabilidades criminais serão apuradas.

Quarta falsificação
Djaló Petroservice. Recorrentemente Aly Silva e seus patrões ligam o nome do Dr. Florentino Mendes Pereira a empresa Djaló Petroservice, empresa que fornece combustível a EAGB. No início, Aly Silva disse que a empresa foi criada pelo Dr. Florentino Mendes Pereira. Com o passar do tempo e talvez por conseguir provar no Centro da Formalização das empresas que o nome do Dr. Florentino não consta como accionista, mudaram de estratégia e passaram a presumir que, ele ganhar fortuna por outros caminhos. Mas em que condição? E nove 9 meses que o Dr. Florentino Mendes Pereira esteve fora da governação, quem ganhou tal fortuna? Será que foi o Dr. Florentino quem fez o contrato de fornecimento de combustível com Djaló Petroservice?
Aly, pergunte aos responsáveis do PURSEA “melhor” o que é que aconteceu, talvez assim terás elementos para fazer acusações com fundamento. Reiteradas vezes dissemos aqui que, o Dr. Florentino Mendes Pereira tem uma estação de combustível que não é segredo para ninguém. Se pudesse fazer a empresa ser fornecedora da EAGB faria. Aliás, puder até pode, porque já se assistiu neste país, pessoas a forçarem próprias empresas a prestarem serviço ao Estado sem concurso. Curiosamente, pessoas do PAIGC e teus patrões. Mas o Dr. Florentino Mendes Pereira não se vergou por este caminho. O fornecimento de combustível para a EAGB, foi resultado de um concurso lançado pelo PURSEA. Pergunte para saber.

Quem faz mal a este país?
Aly Silva, os teus patrões foram Governo em dois anos e fizeram tudo neste país. Utilização das próprias empresas para prestação de serviço de Estado sem concurso. Mas o mais escandaloso foi o RESGATE. Não interessa falar do prejuízo que provocou ao país. Falemos apenas de 3 biliões de Comissão que eles receberam e que foi dividido para diversas contas bancárias. Não tem mínima ideia dos gigantescos esforços que o actual Governo tem feito para minimizar os efeitos desta situação. Por último para te dizer que a tua campanha mal direcionada, não terá o esperado sucesso. Sempre que necessário, estaremos aqui desarmar as tuas mentiras. Compreendemos a dimensão da frustração. Qualquer um no vosso lugar passaria pelo mesmo. Mas, apreendam, porque são coisas de vida.
O que nos preocupa, é que, apesar de derrotas em derrotas, parecem estar determinados em não aprender. E quem não consegue aprender, é burro.

Escreva, vamos responder! Mantemos ainda onde estamos.

Sem comentários:

Enviar um comentário