OGIVA NUCLEAR

quarta-feira, 29 de junho de 2016


MIDJILAM NA MIRA Camuflada de NO BAMBU GUINÉ

DSP e Comparsa perderam o norte e não sabem qual o caminho ideal para espreitar o horizonte. Imaginem a figura que faz uma pessoa que lidera um grupo de gente sem sentido de estado, carentes de escrúpulos cujos interesses pessoais sobrepõem os interesse da nação.

Esta pequena crónica centra fundamentalmente na observação de um cidadão atento que tem acompanhado de perto e, com muita atenção as diversas situações política vivida na nossa querida pátria amada.

Traições, calúnias, inveja, nepotismo e clientelismo tem tornado o pão de cada dia da sociedade Guineense. Por isso acho que os homens do sector da justiça devem assumir e manter suas responsabilidades para com o País e para com o Povo, porque se isso não acontecer, corremos o risco de entrar numa Guerra Civil com contornos imprevisíveis. “Cuça sinho cu ta padi cuça garandi”

Caros compatriotas, foi aqui é que tudo aconteceu e todos somos testemunhos do ocorrido contra a figura da Sua Excelência Dr. José Mário Vaz, Presidente da República numa sessão da ANP e nos órgãos da comunicação social. Ainda, varias personalidades que representam organizações da sociedade civil com destaque para MIDJILAM fora comprada com dinheiro público para prestar vassalagem ao Domingos S. Pereira e seus comparsas.  

No convívio de feitiço que virou contra o feiticeiro, esses homens e mulheres esqueceram que o dever fundamental de uma pessoa é:  
1.     Honrar ao nosso criador DEUS;
2.     Defender a nossa PÁTRIA;
3.     E, amar a nossa família.
Outrossim, os interesses pessoais e obscuros desse grupo de bandidos falou mais alto, e quase o país ia mergulhar numa guerra civil e, se isso tivesse acontecido eles iam mandar-se à Europa porque a maioria deles têm um apartamento de luxo pago com o erário público no velho continente.

Mais uma vez o Doka Internacional ou melhor, o Puto de Manchester alerta ao povo da Guiné Bissau que, depois da garantia de sustentabilidade parlamentar conseguida através um acordo político, foi formado um Governo Constitucional que neste preciso momento funciona com normalidade, isso, embora o anterior tenha deixado um rombo muito grande no tesouro público.

Erguida das cinzas o país, o novo governo está trabalhar no sentido de recuperar não só a confiança com os parceiros, mais também o tempo perdido com os ladrões da secretaria (ladrões de povo).

Agora que o país voltou a normalidade, MIDJILAM, camuflada de movimento de mulheres para a paz e estabilidade (No Bambu Guine) surge com a medíocre estratégia de querer ajudar na procura de soluções para saída da crise que já não existe se quer.

O movimento acima referenciado não passa de pessoas interesseiras, parciais e azarentas. Sabem porquê? Num passado recente, essas mulheres vestiram de preto em nome da paz, mais pelo que eu sei e penso todos devem concordar comigo e que, em nome da PAZ se veste de branco.

Em suma, o puto de Manchester alerta autoridade nacional no sentido de não autorizar qualquer que seja actividade a realizar pelas azarentas comprometidas com diabos, e também criar condições a nível da segurança para acompanhar de perto a todos que queiram atentar contra o Estado.

Doka Internacional
Por a Pátria
  



Sem comentários:

Enviar um comentário