OGIVA NUCLEAR

quinta-feira, 30 de abril de 2015

CIPAIUS DI NHU MORGADO: BISSAU LINK


Nhu Morgado kuma: "As receitas fiscais têm vindo a aumentar de forma significativa em relação aos anos anteriores, devido a medidas corajosas adoptadas pelo Governo, nomeadamente o controle das facturas e a drástica redução das despesas não tituladas." 

Todos os dias morrem crianças nos nossos hospitais por doenças curáveis; ruas empoeiradas, esburacadas, tortuosas e cheias de lama, e sem um único metro quadrado de asfalto em plena cidade; sessões de julgamento a realizar-se debaixo das árvores; escolas de kirintim e sem carteiras; Internet zero nada; até hoje energia "lus bin, lus bai", água potável zero; esgotos a céu aberto; casernas militares parecem pocilgas; os funcionários já vão em seis meses de salários em atraso, etc., etc., etc..


Nhu Morgado na tafal-tafal, son mara gravata, paródia na Rubane ku muntrusndadi na mundu

Udju na chef pa I ka bindi terra
Si nô diskuda I na bindi terra
EXCLUSIVO DOKA: NHÚ MORGADO INVESTE EM LISBOA


NHÚ MORGADO TERÁ ADQUIRIDO APARTAMENTO DE LUXO NA ZONA DA EXPO EM LISBOA JUNTO A GARE DO ORIENTE, UMA ZONA COM GRANDE PROCURA POR PARTE DE INVESTIDORES CHINESES E ANGOLANOS.


CHEFI TENE KASSA NOBU 
MA VENCIMENTU KA DÁ PA KASSA NOBU...
UDJU NA CHEFI PA IKA BINDI TERRA OHHH,
SE NÔ DUSKUDA INÁ BINDI TERRA OHHH...
MUNTRUSNDADI: NHÚ MORGADO - QUEIXA-SE DOS EMPRESÁRIOS E DOS ANTERIORES GOVERNOS JUNTO DA ONU


Bem ao seu estilo, Nhú Pó atirou a pedra e escondeu a mão hoje quando se ligou (segundo a lusa)  às Nações Unidas por video conferencia a queixar-se de toda gente.

Anôs tudo i incompetentes e corruptus són ele ke ta tarbadja, son ele ke sério.


"As receitas fiscais têm vindo a aumentar de forma significativa em relação aos anos anteriores, devido a medidas corajosas adoptadas pelo Governo, nomeadamente o controle das facturas e a drástica redução das despesas não tituladas..."

A introdução é para enganar os parvos. Teve habilidade de se esquivar a explicação a forma como as receitas aumentaram, primeiro porque depois do conflito (quando chegou ao poder) recebeu 120 milhões de euros que ninguém sabe onde está, segundo A BISSAU LINK dispara taxas e impostos sobre tudo o que respira em Bissau os EMPRESÁRIOS ESTÃO SUFOCADOS, ESTÃO A DESANIMAR.


Depois vem:

"...tais medidas [ao nível do controlo de despesas] têm, no entanto, provocado algum mal-estar, por hábitos consolidados e interesses vários"

Quer dizer djintis ká misti dixal tarbadja, anós I ladrons... Anta interessis són di tugas ku angolanos que pudi difindiu? Assim ku é homi cedo? Son papaia na costa di povo! Explica elís lá na ONU ba kin ki Bissau Link.


"apesar do resultado das eleições ter ditado uma maioria absoluta para o PAIGC, hoje o momento não é de afirmar legitimidades, mas de estabelecer compromissos e assegurar que todos se sintam relevantes e envolvidos". 

Esta parte é para justificar a presença do PRS e de amigos e familiares no Governo de Rubane. Não era preciso, os familiares e amigos estão sempre envolvidos, ou pelo menos na envolvência.

"...a Guiné-Bissau vive um momento especial em que existe um alinhamento das principais autoridades do país, e da sociedade civil, a favor da criação de um ambiente de confiança".

Sendo assim, porque razão desdobra-se em comunicados e visitas para infamar os titulares de outros órgãos de soberania?


Didimé son pó na Guiné kala!
RECADO DI MINDJER GARANDI

Doka, o testemunho desta idosa reformada em portugal de visita a Guiné Bissau depois de longos anos merece ser transmitido aos nossos irmãos na Diáspora.


"Ainda não tínhamos descido do carro quando percebemos que a voz da tia ficava gradualmente mais tremula até que finalmente foi perceptível o humedecer dos olhos já desgastados e enrugados de rotina de anos de trabalho madrugador numa cidade do norte de portugal. 


Mal entramos no centro da cidade de Bissau, vulgo praça, a expressão facial da nossa tia foi de consternação total.
 I rapica palmo e pupa, CREDI!!!  
Ficamos sem reacção, o estado  das ruas empoeiradas, buracos, lama, ruas inteiras sem um único metro quadrado de asfalto, zonas em que nem se pode falar em estrada de terra batida, apenas de pedaço de terra relegado ao esquecimento pelas entidades competentes e pela Arezky, a nossa hospede reclamou que não reconhecia a sua Bissau: 
Praça sta morto, nundé djinti? 
Perguntas complicadas, lá tentamos esclarecer que muita gente se deslocou para lá do bairro de Hafia, explicamos que Safim e Nhacra hoje são fortemente habitadas, não convencemos, porque a reposta não se fez esperar. 
Anta djintis ku ruma desde bairro até fera di bandé nundé ké ta sai? Antes de termos tempo para o que fosse a senhora rematou.
Nha fidjo bô dana é terra tudo bô kaba - Gargalhada geral.


Em nosso auxilio os vizinhos que vieram cumprimentar, algumas antigas colegas de infância, abraços, cumprimentos calorosos, nada que fizesse a senhora esquecer a mágoa pelo que restava da sua Bissau, queixumes imediatamente secundados e subscritos por uma das amigas, que entretanto se dedicara ao comercio.
Dapi anôs ke sta li nô ta sufri nan son.

Mas não é nada disso que lemos e vemos na televisão.
Tinha a ideia de que com este governo já havia Internet nas ruas, suma kê ta fala Bissau Ranka. 
Fez se um silencio comprometedor, ao que a nossa hospede respondeu com um cometário sarcástico que arrancou nova gargalhada geral.
N'panha dja pé! Ma abôs tan bô ta cala son bô na sufri? ika sin dé, bô ten di papia.


Foi o suficiente para todos começarem a expressar o que lhes ia na alma, a comerciante explicou que dentro de semanas poderá ir a falência por causa das taxas que lhes estão a  aplicar (parece perseguição, não percebemos), desde que a Bissau Link começou a operar, perdemos dinheiro todos os dias, não sabemos qual é a intenção duma coisa destas.

Os vencimentos já estão atrasados de novo, a luz foi sol de pouca dura, os hospitais estão piores que nunca, os bancos dizem já não ter dinheiro porque foram descapitalizados pelo Estado que os obriga a conceder empréstimos que deviam ser direccionados ao sector privado.

O anfitrião aproveitou para pedir desculpas pela condições em que recebe a tia, para além de não receber há dois meses os seus salários, não vive os seus melhor dias, foi reconduzido no cargo que ocupava já lá iam quase 8 anos, fora substituído por um jovem da entourage partidária.
Na kila, disna di nha tempo i sin, i ka na muda nunka.


O jovem neto que acabara de conhecer lá foi perdendo a timidez e começou a explicar que a televisão e o facebook são os maiores vendedores de ilusões, instrumentos de auto-promoção, desfile de vaidades, nada que surpreendesse a senhora, que complementou:
Lá tan iassim ou pior inda, alguim ta cumpra um carro i tira foto e pui na facebook, si bai restauranti i tira foto di prato, i ten utros ke ta tira foto té ao lado di carros kê ta contra kel na rua. Ma si kila kê governo sta nel é na fassi mal gora dê, porque guintis fiança ba.

Nisso o jovem volta a ter uma tirada genial: "Sabem, falar e fazer são coisas diferentes, quem faz, geralmente, fala pouco. Quem tem tempo para muita propaganda, sobra-lhe pouco para trabalhar de verdade."

A senhora regozijou-se com a lucidez do Neto (ma é ta djiro goci cedo)."

Es kala ki nô Bissau nan dô, son pó!



EU Doka estou a ficar fodido..., tou a ficar fodido..., quero que o meu julgamento seja marcado.
E no andar desta merda tou a ficar assanhado.
Então, tanto que queriam  prender ao Doka e agora deixam- me isto de molho? Em banho Maria?
Ai o caralho..., estou fodido, pá
Existe um provérbio português que o António sempre dizia:
" Olha que quem anda em atalhos, sempre arranja trabalhos "

Que venha a merda do julgamento a ver se o Doka vai perder!

Despachem- se..., bó djanti pôrra, afinal que se passa?

Bóooo Julgammmmmmmmmmmm, merda.
Fodassssssss. nmisti julgamentoooo, 
Vou começar a KOBAR MAL.
Bom, bom.

quarta-feira, 29 de abril de 2015

"BARIGA DI MEIA"

Kuma sigui sempri trás di kin ku nganha! Ma, kuma? PRS ka misti nganha tambi? Anta I trás, dianti ô na pontada di Dimingu ku nhu sta nel? PRS kasta nin na un, ku fadi na utru, pabia bô ka djuntu "partidu". Unson ta tchoma PRS ki Utru ta tchoma PAIGC! Quer dizer, bô ka djuntu manera di pensa terra. I ka ten bardadi di trás, di dianti ô di pontada. Bardadi di anhu di PRS ku di nhu Dimingu di PAIGC ka djuntu. Ka nhu kunfudi, pabia bardadi di Guiné, I bardadi di tudu si fidjus ku partidus djuntu. Kada kin ta konta di sil. Bardadi ka ta ntergadu ô npinhadu pa dinheru, kamarada! Si familia di nhu sta sabi, fidjus di Guiné na sufri inda na mon di es traidoris di pátria. Anta nhu nterga nhu Dimingu faka pa I dogola PRS? Dissa kodó, untcham, argent de porche, bu yabri sintidu, nbé! I ka guerra ku nô na tchoma. Bardadi I ka malgueta, I ka ta mata! El ku ta kumpu moransa! Sakur na Blola!

Kutô fiu na bida, sinhor Nambeia!

Nhu toma li!
CARO AMIGO DOKA

Olha, irmão, era de se suspeitar. Sobre a estratégia de Nhu Morgado e Trafulhas, a notícia que acabaste de postar roça a verdade dos factos. É uma pista importante para perceber a estratégias desses traidores da pátria e porta-vozes, e não só, do poder financeiro exterior no nosso país. Não é por acaso que contrataram a EuroAtlantic, do grupo Pestana. Quem não conhece a trajectória do grupo? Este avião é civil, mas no fundo tem fins militares no nosso país. Todos os ministros do Governo di Rubane têm lugar  e podem viajar de borla para Portugal. Portanto, esse avião é uma espécie de janela de escape por onde poderão fugir em caso surja um eventual desentendimento político idêntico aos anteriores. A estratégia de Nhu Morgado di Rubane foi sempre essa. Quando fosse destituído do cargo, utilizaria as suas bases no exterior para fustigar o nosso país. São ideias afinadas com Paulo Portas e companhia Lda. Mas duvido que ele consiga evadir-se. Tak-tchif!

Si nô ka finka pééé...   
EXLUSIVO DOKA: MOVIMENTAÇÕES POLITICAS


Fontes próximas da liderança garantem movimentações nas últimas horas no sentido de mobilizar e reforçar a base social de apoio em Portugal e no Reino Unido. A estratégia visa reforçar as estruturas do PAIGC existentes em Portugal, ainda que, para tal, seja necessário contornar deposições estatutárias. 

A dinamização da incipiente estrutura do Reino Unido é considerada importante dentro desta estratégia que mobiliza igualmente apoios do PRS. Acções concretas no sentido de criar estruturas do PRS junto de várias comunidades guineenses na Diáspora estão em curso.


A primeira leitura destas movimentações levam a considerar que se está a preparar um centro de operações com base em Lisboa ou Londres. Necessidades que poderão motivar a utilização de um dispositivos destes, prendem-se com a eminência da crise institucional que os próprios têm se vindo a esforçar por anunciar nas entre linhas das acções do Conselho de Ministros, no encontro com estruturas partidárias em Lisboa e em alguns comunicados cirurgicamente emitidos.


A mobilização de "kalakeros" ou "Pombos de Lisboa" na versão de alguns Bloggers, deixa perceber que a liderança actual do PAIGC não apenas assumiu a inevitabilidade do embate e a incapacidade de resolver a guerrilha interna que descambou em conflito institucional publicamente reconhecido, como decidiu desmobilizar os agentes que actuavam nos bastidores com a missão de apaziguar as hostes, redireccionando o esforço para a preparação do confronto.


A (des)informação não terá sido descurada, um Blogg sobejamente conhecido como pertença ou próximo da actual liderança, continuará a ser financiada através da contratação ou nomeação dos seus inexperientes editores para cargos na função pública.


Nos próximos dias poderão ser anunciadas viagens que terão como objectivo selar compromissos que se enquadram na lógica de operar a partir da Europa contra o nosso Estado, ou algumas instituições da soberania nacional da Guiné-Bissau.


Polon ku bissilon na tchoraaa
kuma pó di sangui kabaaa...
Si nô ka finka péééé...
Djorson di pó di sangui kabaaa...
Si nô ka finka pééé...

A Casa-CE promete levar o "caso Kalupeteka"  ao Tribunal Penal Internacional e às Nações Unidas se se confirmar o número de mortes que,  segundo a Unita e activistas, ascende a centenas.
Uma delegação da Casa-CE liderada por Abel Chivukuvuku está no Huambo e vai tentar subir a serra do Sumi, onde os parlamentares da Unita foram impedidos de entrar, apesar do governador do Huambo Kundy Pahiyama ter garantido acesso livre dos deputados da Assembleia Nacional.
De acordo com a Casa-CE, os assassinatos no Huambo continuam.
O deputado Leonel Gomes adiantou haver mais casos de matanças de seguidores da seita de José Kalupeteka nas últimas 24 horas noutras localidades da província.

Ler mais no VOZ DE AMÉRICA

Fidjus di Huambu I di Angola, bô lanta, si ka sin ê bastardus di tugas na nhemé bôs ê kaba!
JULGAMENTO..., Pôrra, para quando é o meu julgamento?
Eu DOKA estou com pressa..., marquem a data.  Tou com pressa para a abertura do CONTENTÔR.

De uma coisa toda a gente pode estar confiante, é de que eu DOKA possa vir ou haja alguma possibilidade de sair derrotado neste JULGAMENTO.
NUNCAAA!!!   JAMAIS!! 
Em defesa e em honra de todos os injustiçados, NUNCAAAA!!!!

Enquanto existirem filhas da puta com as mãos sujas de crime de sangue a solta nas nossas ruas de Bissau, enquanto existirem pessoas metendo obstaculos na investigação e na justiça, enquanto houver uma única familia de vitimas que estejam sofrendo em silêncio e devido ao medo..., e enquanto não houver indicios de VERDADE na nossa terra...,  acreditem que eu DOKA serei o maior priveligiado neste JULGAMENTO.

Ninguém está na altura ou na posição de me intimidar, de me amordaçar, ninguém me pode espancar ou torturar, e caso o façam..., que o façam para que eu DOKA nunca lá saia com vida..., porque caso contrário eu acabo com a raça dessa pessoa.  No meu corpo ninguém toca, na minha familia ninguém toca, e toda esta PUTARIA acabou no dia 10 de Março de 1976 em Cantchungo.   O sofrimento da minha mãe e dos meus filhos acabou.
Chegaaaa. basta FILHAS DA PUTA..., chega de pisar nos inocentes. Chega.

Criminosos continuam gozando com os nossos sentimentos, sofremos enquanto eles e suas familias gozam de uma bela vida e depois de tudo devido ao meu trabalho, o Doka é isto e aquilo?

Pois bem, que seja marcada a data do inicio do meu JULGAMENTO,  Porque a minha boca não se quer calar, e eu ainda quero mostrar algo dos Colombianos,   E aí vamos ver quem tem honra, dignidade, postura, e decência acima de tudo.

Quero ser JULGADO pôrra..., quando é a data do meu JULGAMENTO caralho?
Fodassss..., quero ser julgado.
JULGUEM- ME..., 

Guineenses assim que eu Doka souber da data, irei pôr SPOT publicitário em todas as rádios e em todas as redes sociais durante vários dias, porque nesse dia eu DOKA vou entrar com tudo..., com caralhos, com conas, com bois, com vacas, com cabras, com gazelas e vai haver muito barulho...., ahhhh se vai.  
Muita gente vai chorar, alguns de pena, alguns de sentimento pelos seus, alguns por humilhação e alguns por amor e saudades.

Que todos os guineenses amantes da paz e da verdade  venham com uma camisa ou camisola preta nesse dia, porque será a demonstração de solidariedade para com todas as almas injustiçadas e pessoas que foram espancadas ou torturadas e que  esperam por justiça, enfim a todos os que foram injustiçados inclusive nas suas empresas, instituições governamentais como por exemplo o pessoal despedido da APGB, isso também é injustiça..., aos madereiros, pessoas que não recebem os seus salários, despedimentos, detenções irregulares, etc.  Porque nesse dia eu Doka e todos os verdadeiros guineenses amantes da paz e da verdade, perguntaremos:
1- Aonde estão os restos mortais de Roberto Cachéu.
2- Zamora Induta disse públicamente????? " NÓS RECEBEMOS ORDENS DO GOVERNO..., E NÓS APENAS CUMPRIMOS O QUE NOS FOI ORDENADO " ????????????? O chefe do governo na altura era quem??? Recordam- se?
3- As mortes de Hélder Proença, alguém foi julgado? Baciro Dabó, Iaiá Dabó?
4- O caso dos SIRIOS e que hoje a TAP parou de frotar? Alguém foi julgado?
5- Os resultados sobre o assássinato de Nicandro Barreto?
6- Caso 17 de Outubro, algum familiar foi indimnizado?
7- Caso 10 de Março de 1976? O que se foi que se passou? 
8- Caso de Jorge Quadros.
8- O caso de Ailton Nhaga.
9- O caso do contrato da EURO ATLANTIC?
10- Quem foi que mencionou o nome de certos militares para que estes fossem perseguidos a nivel internacional e que a venda de droga na Guiné Bissau era excessiva?
11- Etc, etc, bla, bla e blas.....

Venham e encham essa sala, se não coubermos, que fiquem na rua na próximidade da sala do JULGAMENTO.., porque este julgamento será história que muita gente vai querer testemunhar.

Eu Doka sou a verdadeira vôz dos Injustiçados, sou a vôz dos sem vôzes, sou o caminho daqueles que perderam a esperança, sou a vida daqueles que perderam as suas vidas, sou a luz daquelas pessoas que pensam que continuam no nada.

Eu sou o exemplo dos que sofrem e que lutam pela justiça sem recorrer a arma e ao derrame de sangue.

Eu Doka até agora acredito nos nossos tribunais e na nossa justiça..., acredito que a mentalidade de muitos profissionais mudou em termos do bem e da honra humana e guineense

Abaixo aos bandidos e a todos os criminosos.
Viva a LIBERDADE!!!
PARÓDIA À VISTA EM RUBANE

Mais motivos para o Governo moribundo de Nhu Morgado decretar mais um retiro para o Conselho de Ministros em Rubane. A conjuntura favorece? Os países e instituições financeiras árabes anunciaram que  vão organizar uma mini mesa redonda para a Guiné-Bissau. O seu Ministro das Finanças, omnipresente e omnisciente, Geraldo Martins, anunciou que à partir do segundo semestre de 2015, o Tesouro do Governo dos EUA vai começar a dar o seu apoio à Guiné-Bissau no que diz respeito à melhoria do sistema fiscal nacional.

Só um pequeno reparo: como pode o Executivo moribundo de Nhu Morgado dormir sossegado, se nos nossos hospitais não existem pensos, ligaduras, oxigénio etc., e morrem a toda a hora crianças por falta de tratamento médico adequado? Se os tribunais se deparam com dificuldades, ao ponto de as audiências de julgamento serem realizadas debaixo das árvores, como denunciou hoje a presidente da Associação de Juízes, Noémia Gomes? Se ondas de greves e boicotes às aulas prosseguem por tempo indeterminado, porque os professores ainda reclamam o pagamento de seis meses de salários em atraso, como informou hoje também Silvério Kletche? Se as vias de comunicação, mesmo dentro da capital, são ainda do tempo dos tugas, a Internet de pé di palmera, etc., etc? Como pode este Governo de Runane pode sonhar com chips para os carros se o país está nestas condições? Conclusão: a agenda do Executivo de Rubane não é nacional. Esta equipa moribunda está enojada de lama do nosso martirizado povo. 

Didimé son pó na Guiné kala!



terça-feira, 28 de abril de 2015

DIFUNTO NA BULBULI

Comunicado do Concelho de Ministros (clubu di kassissas), mostra que é composto por indivíduos dominados por forças do mal que os corrói a almana hora di dispidida. Desejam igualmente arrastar toda gente para sua sepultura.


A atitude de Nhú Morgado visa denegrir imagem de alguém, e humilhar o Presidente da ANP. Porque razão não conta ao  mundo como entra no palácio de espírito alto, com a pulsação ofegante, e sai com o rabo entre as pernas?



Sibu djunta ku bandidos butá pirdi bu rispito,
Sibu djunta ku klakeros de tugas colon butá pirdi bu balur...

Viva Nô Djidius
ANGOLA:POLÍCIA NEGA MORTE DE CIVIS  



O POVO RECLAMA A VERACIDADE DOS FACTOS




Ler mais no CLUB-K

COSCUVILHICE VS TRANSPARÊNCIA


Mamã Goya
É espantosa a atitude do Governo de Nhu Morgado ao emitir, no dia 24 de Abril, um Comunicado do Concelho de Ministros, em que consta no seu V parágrafo a seguinte informação: "(...) Antecedendo a sua "Agenda de Trabalhos", o Conselho de Ministros foi informado da ocorrência de um incidente no dia 13 de Abril corrente, e de que resultou a retirada do Corpo de Segurança reforçada ao Presidente da ANP que se encontrava em digressão pelo interior do país, nomeadamente à Região de Oio.

O Conselho de Ministros lamenta profundamente o ocorrido, tendo em conta as entidades envolvidas, exortando-as à manutenção e reforço da colaboração entre as instituições e, desta forma, contribuir positivamente para a prevenção do Clima de Paz e Estabilidade que a Guiné-Bissau augura consolidar.(...)"

Ora, em primeiro lugar, é preciso saber se todas as informações fornecidas ao Governo são "classificadas" da mesma forma e, se nas circunstâncias como estas, também são passíveis ao mesmo tratamento que esta ganhou, ou seja, passadas para o conhecimento público? Por outro lado, pergunta-se: será que a informação ora "publicitada" merece, assim, todo o alarido diante dos sofrimentos diários dos cidadãos? Outra questão: será que não há aqui "gato escondido com rabo de fora"? O Governo não terá ganho, assim, a oportunidade para humilhar o Presidente da ANP? E, por fim - e no meu ponto de vista - o Governo parece confundir coscuvilhice com transparência. Terá dado a entender ao mundo que, de facto, existem "animosidades" entre os representantes institucionais públicos na nossa terra. Comportando-se desta forma, o Governo deu tiro no próprio pé, incumbindo-se, ele próprio, a tarefa de confirmar a "ausência" de Clima de Paz e Estabilidade "institucional" na Guiné-Bissau. Revezes, portanto, que jogarão, mais uma vez, contra "boa imagem e economia do nosso país", e muito mais. Mentira ou verdade?

Didimé son pó na Guiné kala!
P. J. e Ministério Público Guineense, apenas uma dica..., apenas uma pista para que possam procurar investigar algo que não está batendo certo.

IGREJA ASSEMBLEIA DE DEUS GUINEENSE.........., abram uma linha de investigação discreta e silênciosa, apróximem- se da tal dita CASA DO AMPARO que acolhe raparigas que procuram refúgio na mesma.  

Procurem saber as causas do abandono dessas raparigas no local aonde muitas pensavam que ali poderia ser uma protecção para elas.  Afinal o que se passa ali?

Algum negócio é feito ali dentro dessa mesma IGREJA?

Recordar que houve denúncias, recordar que esta mesma igreja segundo testemunhos, existem agressões constantes de todo tipo, desde verbais a fisicas,  os testemunhos e vitimas ainda ali estão e se encontram de vida.

Aos verdadeiros profissionais da justiça, acreditem no que estou falando, algo não bate certo nesta igreja. Investiguem. 

Se precisarem de ajuda, sabem como me localizar e vos direccionarei porque eu denúncio e trabalho em defesa da verdade.
Isto poderá ser a ponta de um ICEBERG..., acreditem, estou calmo e ainda não quero dar inicio ao barulho

SOBRE PILHAGEM ECONÓMICA

Mário Crespo, jornalista da SIC,  numa entrevista ao jornalista angolano e activista dos direitos humanos, Rafael Marques de Morais, em 22 de Novembro de 2013, colocou-lhe uma pergunta a propósito da ideia em torno da legitimação da pilhagem económica em Angola, nos seguintes termos: "há um alto dignitário angolano, um homem de grande impacto financeiro, que disse que esta era a única maneira de construir uma elite, depois de desordem em que o colonialismo deixou Angola. E precisava de uma elite e ela está aqui, financeiramente poderosíssima!" Ao que o seu entrevistado, Rafael Marques respondeu, com naturalidade: "poderosíssima para Portugal!". Fez, no entanto, algumas considerações e depois continuou:  "Há uma consciência mesquinha ao nível de certas elites portuguesas que continuam a julgar que a melhor forma de manterem as suas riquezas é através deste tipo de saque e daí o paternalismo. Não é! E o que é importante, temos exemplos, de outras nações na Europa que têm contribuído para um desenvolvimento humano nas suas ex-colónias. Portugal é dos poucos países europeus onde não se encontram negros, por exemplo, no poder. É preciso lembrar isso. Até na Alemanha, um país conhecido como muito racista, tem deputados negros. Portugal não tem!"

Nhu Morgado toma li, pabia nigin ka na pilha nô riqueza!  

GUINÉ-BISSAU: COUTADA PESSOAL DA CPLP?



Recordo-vos, mais uma vez, do ardil colocado, há dias, a Guiné-Bissau por António Patriota, presidente da Configuração Específica para a Guiné-Bissau na Comissão da Paz das Nações Unidas, ao dizer que CPLP está em vantagem para ajudar a melhorar a "gestão pública" da Guiné-Bissau. 

Na verdade, este tipo de atitudes não nos causam espanto, visto que o diplomata brasileiro já nos habituou esse tipo de disparates e fala por encomenda. Faz parte do bando de Paulo Portas que blasfemava o nosso país e as nossas instituições da defesa e segurança, quando Carlos Gomes Júnior fora escorraçado do poder a 12 de Abril de 2012.

Para o bando, o respeito pela soberania do nosso país e a ideia de livre mercado são "contos de fada". Disfarçados de agentes internacionais, fomentam a ideia de acesso aos negócios que passa por sistema de corrupção e que obriga a ter como sócios indivíduos instalados no poder para facilitar o acesso. E em contrapartida, colocam sempre os seus países à disposição, como "lavandaria" da cleptocracia criada (Estado governado por ladrões), para os fundos saqueados nos nossos países, do Orçamento Geral do Estado, dos recursos naturais, etc..

Dizer-se que a CPLP está em vantagem, é o mesmo que dizer que a Guiné-Bissau deve ser escravizada para o bem de Portugal; que a Guiné-Bissau tem que ser colonizada para o bem de Portugal; e, finalmente, que a Guiné-Bissau tem que ser roubada para o bem de Portugal.

E na sorondaaa...
Imperialismu na ronda...


segunda-feira, 27 de abril de 2015

JOSÉ JULINO KALUPETEKA, TERRORISTA?


A UNITA responde o embuste oficial. Ler mais no PÁGINA GLOBAL

Excerto do texto: Angola. "Verdadeiro Massacre"

"(...) 
O discurso oficial tem estado a apontar para o facto de que José Kalupeteka teria consigo um arsenal bélico. Mas que arsenal seria esse? O Secretário de Estado Laborinho, em resposta a jornalistas, dizia que eram 3 armas. Apenas 3 armas. Na sexta-feira, o Administrador Municipal da Caála, Víctor Chissingui, dizia-nos que havia 3 armas. Outras fontes dizem que, face à investida quer das forças especiais da Polícia Nacional, quer das FAA, os seguidores de Kalupeteka não utilizaram qualquer arma de fogo. Apenas paus e outros objectos contundentes, confiantes que assim poderiam agir já que as balas não os atingiriam. As duas caçadeiras legalizadas que eles tinham para afugentar os macacos das suas lavras, teriam sido entregues, segundo nos disseram, dias antes ao Comando Municipal da Policia da Caála, para que, ainda segundo eles, não fossem dados motivos para serem atacados, na sequência do que tinha acontecido em Benguela, com correlegionários seus.

“Desde quinta-feira (dia 23 de Abril) que nos dizem que as forças de defesa e segurança estariam engajadas num árduo trabalho de transladar do Monte Sumi para a zona do Lepi, município do Longonjo, centenas de cadáveres tirados de valas comuns para outras onde esses corpos estariam a ser depositados em números menos expressivos, de 7 a 10. Dizem-nos que a intenção do Executivo é transferir tropas das FAA do Ngove para o Sumi, de modo a fazer desse local um campo militar, com o intuito único de impedir qualquer circulação por lá, na tentativa de esconder possíveis vestígios do massacre.

“Se isso é ou não verdade, a informação que nos foi prestada pelo Senhor Governador Kundi Paihama, mesmo sem a isso fazermos referência, é que o Governo achava ser preciso colocar no Monte Sumi uma unidade militar para evitar que os seguidores do auto-denominado Profeta Kalupeteka regressassem àquele local. Qual dos dois fins será o verdadeiro?
(...)"

Acompanhem, porque nesta História, que pode servir de lição para toda África, tem "gato escondido com rabo de fora"!





"Se o MPLA tivesse capacidade de privatizar o ar fazia isso para nos asfixiar" - Makuta Nkondo, Benguela, 19.04.2012

Primeiro a droga, agora as madeiras: a luta da Guiné-Bissau contra os traficantes




FONTE: Africamonitor


As fragilidades do Estado da Guiné-Bissau são muitas e os traficantes têm sabido explorá-las bem. Os que mais se impuseram, e deram mau nome ao país, foram os traficantes de droga, cujo papel nos gabinetes ministeriais e nos quartéis do país está hoje a ser combatido. Mais recente, mas também com muito dinheiro envolvido e alegada cobertura de altas figuras, é actividade o dos madeireiros ilegais.

Depois de anos de repetidos alertas, por organizações não governamentais guineenses como a Acção para o Desenvolvimento do falecido Carlos Schwartz, as autoridades guineenses mostram agora maior preocupação. Um passo significativo foi o anúncio, no último Conselho de Ministros, de uma moratória de cinco anos no abate de árvores.
O executivo deu ainda ordem de apreensão de madeira já cortada, cuja exportação foi proibida. Em comunicado, adiantou que já foram apreendidas 104 mil unidades que aguardavam saída do país, de forma ilegal. O destino seria a China, cuja procura elevada tem vindo a alimentar o negócio em vários países, entre eles também Moçambique.

Segundo organizações não-governamentais, o negócio da exportação ilegal de madeira conta com a conivência de altos responsáveis políticos e militares. No ano passado, responsáveis das Nações Unidas em Bissau disseram à Reuters que o aumento desta actividade era a provável consequência do declínio do tráfico de droga.
A Global Timber, que acompanha o fenómeno em vários países, revelou recentemente que as exportações de madeira guineense para a China atingiram 13 mil metros cúbicos em 2013. Em 2008, eram de apenas 80 metros cúbicos.
A actividade tem vindo a sentir-se de forma acentuada também no sul do Senegal, no território de Casamança, junto à fronteira com a Guiné-Bissau. Segundo a VOA, o porto de Bissau tem sido o ponto de exportação também de madeira senegalesa, havendo suspeitas do envolvimento de alguns militares guineenses, a título individual.
Além do alimentar de redes criminosas, o tráfico de madeiras é visto como uma séria ameaça à ecologia de toda a região.



NHÚ DIFUNTO, A DECISÃO DO CONSELHO DE MINISTROS É PARA CUMPRIR OU NÃO?

ESTÁ CLARO QUE VIVEMOS NUM ESTADO DE DESORDEM TOTAL!
A mãe da música guineense- Dulce Neves merecia mais nos seus 39 anos de carreira, merecia mais respeito, afecto, carinho e consideração principalmente por parte do governo.  
Dulce Neves é o simbólo e o exemplo da nossa música.  

Ao se falar de José Carlos Schwartz, Aliu Bari, Ernesto Dabó, Cobiana Djazz, Capa Negra, músicos e orquestras de intervenção…, somos obrigados de imediato mencionar a DULCE NEVES, a nossa vôz feminina e o exemplo de uma GUERREIRA no campo musical. Uma filha, uma mãe e uma irmã, que iniciou a sua carreira desde os tempos de Luís Cabral.


Hoje depois de 39 anos de carreira, uma carreira de tanto carregar, levar e representar a esta nação a nível nacional e internacional, o governo guineense a seu jeito e a sua maneira deita por terra o orgulho de um povo no seu todo.  Dulce Neves foi maltratada, foi esquecido por parte daqueles que jamais poderiam permitir que ela caísse no esquecimento quanto mais procurar desrespeitar a sua honra e a sua dignidade.

Em termos de público, nada se tem a dizer, mas em termos profissionais, aconteceu muita maldade para com Dulce Neves.

Eu Doka vou entrar de novo na rota de colisão com Manecas Costa e mais alguns elementos.  Deixemos de merdas, deixemos de trabalhar por dinheiro sem entrar com o corpo e alma.   Quando o Manecas Costa participa em qualquer coisa, sempre dá merda, sempre dá nisto.  O homem procura trespassar a sua imagem no palco daquilo que não é e que nunca foi e nunca poderá ser.  O gajo é um desmancha felicidades e de casamentos. Pôrra.

A Dulce Neves merecia mais, ela é a nossa bandeira. Caramba..., com tantos e grandes músicos que se auto proclamam como grandes profissionais, o que foi que se passou no palco?  O som estava ridicúlo, uma porcaria, um desastre. 

A Dulce Pagou a todos, fez um esforço danado, não teve patrocinio do governo e o que teve foi algo simbólico, mas insignificante..., o trabalho de casa deveria ter sido feita com mais carinho, empenho e determinação.  

Com musicos como Manecas, Zé Manel, Juka Delgado..., algo errado se passou?
O quê?
SABOTAGEMMMMMMM!!!!!!!!!!!!!!!!

Por parte de quem? Imaginem, existem muitos pontos em causa.
Mais desenvolvimentos.
NHÚ DIFUNTO NA DJOPOTI

… Ma parcinu kuma i tem difuntus ku na burbuli,
Iooooodêêê hahahahahahahaha,
Iooooodêêê hahahahahahahaha,


Trabadjaduris e empresários di de Guiné, son pa pega na maduku,
Difuntos na djopoti, é bin fala kuma, estrangeiros na tomanu konta,
Iooooodêêê hahahahahahahaha,
Iooooodêêê hahahahahahahaha,

Ke djestigurdi sedja para ben,
CAMARADA DIFUNTO IDI KABANTA, SIKASIN ÉNA BIDA KASSISSA,
SÊ BIN DIDA KASSISSA ...  NÔ KANA PUDI KU ÉLIS,


Iooooodêêê hahahahahahahaha,
Iooooodêêê hahahahahahahaha,


VIVA NÔ DJIDIUS


CAMARADAS ANÔS KE GANHA LEGISLATURA, I KA “NHÚ DIFUNTO”
ANGOLA: A IGREJA "A LUZ DO MUNDO" É TERRORISTA?


Através da  Agência Lusa sabe-se que no dia 26 de Abril, A União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA) afirmou que os confrontos no Huambo, entre a chamada seita religiosa "A luz do mundo" e a polícia, terminaram com 1.080 mortos civis, contra os 13 reconhecidos pelo Executivo angolano.


Sabe-se também que, até aqui, ninguém se atreveu a apontar o dedo à dita seita de Kalupeteca acusando-a de terrorista. 

Mas, o regime angolano não se desarma! Não conseguindo justificar o genocídio cometido, faz "fuga para a frente". No artigo do editor do Jornal de Angola,(Pravda), Filomeno Manaças, intitulado "O papel da religião na sociedade", o autor tentou fundamentar a matança ocorrida no dia 16 de Abril, na serra do Sumí/Município de Caála/Huambo, com o embuste de que "Quando uma determinada igreja ou seita religiosa põe em causa os valores essenciais à existência, conservação e desenvolvimento da sociedade, é obrigação do Estado intervir para eliminar o perigo que ela representa para a comunidade.

Ora, quando o líder de uma seita religiosa passa a ter no seu seio e a comandar elementos armados, não pode haver dúvidas que a partir desse momento está a prosseguir outros fins e não os de evangelização e pregação da palavra de Deus. É crime e não se discute." Ai, o angolano não é um ser humano livre? O que são "valores essenciais à existência" para o Estado angolano? Quem são os "bombistas" da seita "A luz do mundo" de Kalupeteca? Será que lá pelo facto de José Julino  Kalupeteca ter profetizado o fim do mundo em 2015, tem que ser eliminado?

Nha ermons, nô kumpanha, pabia Estadu angolanu kumiti genocidio na si terra kontra fidjus di tchon...