OGIVA NUCLEAR

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Boas entradas a todos os guineenses.
Paz na alma de todos os que continuam sofrendo injustamente, e tendo em conta que a FÉ é a única coisa que nos poderá conduzir em direcção a LUZ.

Que Deus tenha aos nossos entes queridos e que lhes ilumine o caminho na sua nova dimensão.
Paz convosco.

Espero que a mentalidade de certos politicos mude em 2015, e em defesa do bem estar e da verdade dos guineenses.
Perdoemos uns aos outros.
Amen.

A todos os Bloguistas,
Tudo do bom e do melhor.
Boas entradas a todos e que 2015 seja tudo de bom que 2014 não foi.
Abraço.
Doka Internacional



Fernando Casimiro
11 min · Editado ·
Nós não temos que ser avaliados por nenhum Governo, para que, o nosso TRABALHO em prol da Guiné-Bissau seja reconhecido em função dessa alegada avaliação. 

O Governo, ou seja, quem governa, esse sim, deve ser avaliado por todos os cidadãos, porquanto, o desempenho de uma Governação ao serviço do povo e das populações, ser merecedor de contrapartidas financeiras e privilégios que são custeados pelo Estado, ainda que, o Estado da Guiné-Bissau seja "financiado" pela Comunidade Internacional e Parceiros de Desenvolvimento.

Quando os Governos homenageiam por razões estratégicas, sobretudo, políticas, sem um planeamento prévio, sem uma organização estruturada, capaz de traçar e definir critérios para Homenagens de âmbito Nacional, com alcance às Comunidades da nossa Diáspora, obviamente que, por mais que se queira reconhecer o mérito dessas iniciativas, a ausência de informação/esclarecimento, antecipado, sobre os critérios e os requisitos neles presentes, deixa transparecer tudo menos reconhecimento, propriamente dito.

Homenagear em nome da Guinendadi; em nome da promoção da Guiné-Bissau pelo mundo fora; e resumir essa homenagem, maioritariamente a músicos, para mim, é sinónimo de agradecimento pelo apoio prestado desde sempre, nas campanhas eleitorais, por uma série de músicos, incluídos nesta homenagem recentemente realizada.

E os nossos Professores; os nossos Médicos e Enfermeiros;
As nossas "Bideiras"; os nossos Pescadores; Agricultores e Comerciantes;

É certo que não se pode distinguir e homenagear todos os cidadãos, mas a maioria do povo guineense não se dedica à música, como todos sabemos e foram dezenas de músicos homenageados...
E quando se homenageia os vivos, também deve haver espaço para homenagens póstumas e, alguns dos melhores filhos da nossa terra, que faleceram neste ano de 2014 deveriam ser homenageados postumamente.

O Primeiro-Ministro Domingos Simões Pereira fez questão de sustentar que, «este é o primeiro passo para a mudança em termos de valorização daqueles que se destacam na sociedade», servindo para mostrar ao mundo um outro lado da Guiné-Bissau, «que não é só de conflitos». http://www.abola.pt/mundos/ver.aspx?id=521640
Se assim fosse, ou seja, valorizar aqueles que se destacam na sociedade, obviamente não seria o Governo a escolher/indicar as pessoas ou instituições merecedoras de reconhecimento/homenagem.

O Governo é suspeito nesta matéria. Deveriam ser Instituições Públicas, ainda que no exercício de actividades da Administração Pública tutelada pelo Governo, a organizar a iniciativa, por sectores de reconhecimento/homenagem pré-estabelecidos, tendo em conta o modelo organizacional com sustentação dos requisitos dos seleccionáveis/escolhidos e em função dos critérios estabelecidos.

É por estas e por outras que digo que, os críticos serão eternamente, inimigos, na óptica dos governantes...
Uma sociedade como a Guineense, que praticamente tem sido instruída, orientada e motivada no seu percurso de mudança e evolução, por acções de poucos, mas bons promotores de uma cultura cidadã recente, cujas abordagens têm ajudado a exercitar a mente das nossas populações/comunidades, não pode, ela mesma, ignorar, podendo comparar, princípios e valores, perante conjunturas nacionais, quer políticas, quer sociais, que hoje, são demonstrativas de um novo ideal, de uma nova forma de ser cidadão, que, obviamente, não é obra de nenhum acaso, mas fruto da dinâmica social de diversas acções sustentadas, de pessoas que de facto, se destacam, no pioneirismo de um processo estruturante de mudança social.

O Governo da Guiné-Bissau deve evitar a tentação de subestimar, ou humilhar os guineenses que pensam diferente, em jeito de revanchismo, quando têm que pensar diferente!

O Governo da Guiné-Bissau deve evitar ter dois pesos e duas medidas quando fala de inclusão.
O Governo da Guiné-Bissau deve respeitar a "classe" intelectual guineense, e não apenas, os amigos da sustentação de uma postura conivente, de cumplicidade, nas boas ou nas más práticas de uma Governação, ao serviço das populações.

Que fique claro que, criticar ou elogiar assuntos de Interesse Nacional não é ser, nem estar contra ou a favor de quem quer que seja. É apenas querer ser participativo na busca de respostas/soluções, para o país e para todos os guineenses em geral.
Um Bom ano de 2015 para tod@s!
Didinho
Pela primeira vez desde a independência do país em 1973, o Governo da Guiné-Bissau decidiu distinguir as personalidades guineenses que mais se têm..

O meu amigo e irmão mais velho me aconselho. Eu Doka aceitei e ao mesmo tempo apenas um esclarecimento ao meu mais velho Filomeno de Pina
Leiam, foi uma boa análise.





Filomeno Pina shared his photo.

DJARAMA - DOKA INTERNACIONAL - BLOG!
( Doka Internacional- O DENÚNCIANTE deniferreira2009@gmail.com )
Um BLOG tendencialmente voltado para casos mediáticos, que algumas vezes é conotado com a procura de noticias "quentes"! Normalmente evitadas pelo risco implícito, tendo em conta o perigo propositadamente ocultado ou não nos assuntos em questão.
Pois a maioria dos BLOG's evitam tais matérias polémicas, mas, o DOKA NÃO, até parece que os atrai, com objectivo talvez sensacionalista ou melhor, populares, prefere-os. Chega a avançar com os inquéritos, entrevistas polémicas, já com carácter de investigador (mas não judicial), como é sabido no meio.

Tem alguns trabalhos publicados, que são importantes a meu ver para arquivo, porque trazem testemunhos e relatos (alguns já históricos neste momento), com a temática assente no mundo do crime na Guiné-Bissau; na corrupção; impunidade da Justiça e outros... Infelizmente com alguns autores/lideres que já não estão entre nós.
Parece claro que o único objectivo do DOKA é de informar os seus leitores ou em particular, os sujeitos com relação parental nos casos retratados, sobretudo na área do crime perpetrados no nosso País!
Digamos que o nosso conterrâneo "Doka Internacional", muitas vezes busca a verdade dos factos através de relatos e de artigos publicados, que vamos seguindo, digamos que o método é pessoal, pouco ortodoxo, polémico, e a merecer a meu ver mais "cautelas", uma vez que estamos em Democracia, certos assuntos devem ser equacionados apenas juridicamente e em Sede própria.

No entanto aparentemente seguro, está sempre o seu autor na recolha de dados ou de informações que diz sempre, ter na sua posse, desafiando os visados ao diálogo directo!?
Os conteúdos da minha reflexão trazem pouca novidade nesta matéria, conhecemos o nosso - DOKA - sabemos bem o seu modo de agir.

Algumas vezes tem um comportamento que gera polémica em certos casos relatados, também é sabido que algumas vezes, ele até veio à "rua" no seu espaço (BLOG), para pedir "desculpas" pelos erros cometidos na recolha "investigativa" de informações, que afinal eram falsas.
Ninguém é perfeito, aprendemos com os erros e não só, estou convencido que o BLOG do DOKA é interessante e, ao mesmo tempo polémico!

Podia a meu ver ser menos polémico, se o método a utilizar na recolha de informações se pautasse por regras deontológicas e de ética profissional, evitando a indução da verdade, avaliada longe dos tribunais, mas na praça pública, acabando muitas vezes por colocar alguém prejudicado, e num "julgamento" onde esteve ausente, o que é uma pena acontecer!
Bem, hoje venho aqui, para desejar ao - DOKA INTERNACIONAL - um Bom Ano Novo, com realizações e espírito empreendedor no futuro, com tudo de bom para a familia e amigos na qual me incluo... Abraços.
Djarama. Filomeno Pina.

Obs:
Esclarecimento do Doka.
Filomeno de Pina.-" .... Normalmente evitadas pelo risco implícito, tendo em conta o perigo propositadamente ocultado ou não nos assuntos em questão ".

Doka Internacional- Sim mano Filó, muitos blogs evitam o trabalho que eu vou fazendo devido ao risco, ao medo e a covardiçe. Eu Doka, não sou um invencivél ou uma pessoa imbativél. Sou um ser humano acima de tudo e como qualquer um. Mas o certo, é que numa determinada ou qualquer briga, ao mostrares medo e receio, irmão então acredita que mesmo antes de iniciares a briga, já a perdestes.  Na Guiné Bissau sempre existiu o perigo mesmo tu deitado na tua cama ou sentado com tua familia na tua casa.  Sabes porquê?  Porque todo esse perigo e esse medo foi instaurado pelo paigc propósitadamente.  Portanto, qual o perigo que eu Doka poderia ter evitado ou estar a evitar. 

Eu Doka apenas procuro mostrar e alertar aos guineenses naquilo em que estamos ou vivemos....., na mentira e na maldade..., no ódio e na vingança.
Mano Filomeno. Chega, basta, Guineenses cansa dja.
Mostremos ao mundo o que se passa na Guiné Bissau.

Filomeno de Pina- " Digamos que o nosso conterrâneo "Doka Internacional", muitas vezes busca a verdade dos factos através de relatos e de artigos publicados, que vamos seguindo, digamos que o método é pessoal, pouco ortodoxo, polémico, e a merecer a meu ver mais "cautelas", uma vez que estamos em Democracia, certos assuntos devem ser equacionados apenas juridicamente e em Sede própria.


Doka Internacional- Democracia? Mano Filómeno, Democracia???  Mas afinal de que tipo de democracia estamos aqui falando?  A que dá o direito de Prender uma pessoa sem razões para tal? A que manda perseguir, espancar, torturar e matar injustamente? É essa a democracia que te referes? E que assuntos deveria ser expôstas juridicamente? O assássinato de Nicandro Pereira Barreto? Do Roberto Cachéu? Helder Proença? Baciro Dabó? E muitos outros?  Afinal, juridicamente o que é que funciona na nossa terra a 41 anos atrás, ou desde o nicio da tal democracia.

sabes o que funciona desde esse tempo?
MENTIRA, ENGANOS, ORQUESTRAÇÕES, ASSÁSSINATOS E SOFRIMENTO DOS GUINEENSES.
Filomeno de Pina- " No entanto aparentemente seguro, está sePodia a meu ver ser menos polémicompre o seu autor na recolha de dados ou de informações que diz sempre, ter na sua posse, desafiando os visados ao diálogo directo!? 
Doka Internacional- Eu sempre desafiei, continuarei desafiando. Existem documentos, existem testemunhos oculares, existem depoimentos credivéis de pessoas e familiares. Aonde está a mentira ou o problema? As mortes, os assássinatos não aconteceram, as pessoas mencionadas não existiram e não foram mortas? 

Filomeno de Pina-  " Os conteúdos da minha reflexão trazem pouca novidade nesta matéria, conhecemos o nosso - DOKA - sabemos bem o seu modo de agir.
Algumas vezes tem um comportamento que gera polémica em certos casos relatados, também é sabido que algumas vezes, ele até veio à "rua" no seu espaço (BLOG), para pedir "desculpas" pelos erros cometidos na recolha "investigativa" de informações, que afinal eram falsas
Doka Internacional- Falsas? O quê? Falsas? Apenas um exemplo. Um só.  Por ter pedido desculpas públicamente a Adiato Djaló Nandigna e ao Conduto de Pina?  Sim, mas de pedir desculpas de quê e o porquê?  Parece que expliquei as razões e não por alguma coisa ter sido falsa. Voltemos a ler os artigos em causa.

Filomeno De Pina- " Podia a meu ver ser menos polémico "
Doka Internacional- Arrr..., ah isso não. Eu fui gerado na polémica, nasci na polémica, familiares do meu pai não queriam a minha mãe com o meu pai e vice versa. Cresci na polémica, vivo na polemica e como poderia mudar este cardapio?  Preciso de ajuda mesmo.  Achas que se podesse mudar não mudava?
Boas entradas mano Filó..., ligo te já.
teu irmao




Caro Doka,

Nka kumsiu, bu ka kumsim. Ma nrispita bu tarbadjo ku bu engajamento pa Guiné.

Na pidiu pa bo para é djunda djunda ku progressonacional. Abos tudo i guineenses. Guine precisa di cada um di bos.
No djunta mom pa Guine.  Na propui ideais pa kumpo no terra. Pabia ke ku djuntano i mas ke ku dividino.

Ambos blog ta leido na tudo parti di mundo. No mostra mundo kuma Guineenses pudi da utro imagem di Guiné, sim panha raiba.

Obrigado pa bo comprensom, pabia nsibi kuma abo i alguim ku tene sintido suma ku bu engajamento pa no terra ta mostral.

Na pui na copia no ermons di progressonacional, pa tudo sinti kal ki nha preocupaçom : harmonia e amizadi entre Guineenses e sobretudo abos bloggista ku tem estado na fassi um tarbadja enorme de despertar di Guine N'dadi.

Muito obrigado.

Recibi votos di um ano novo 2015, ku saudi, felicidadi e amor.

Um abraço.


Pedro Té.


Obs:
Ok, irmão Pedro. O teu pedido foi aceite.
Quando se entra naquilo em que eu entrei, ganha- se inimigos inclusive de pessoas que nunca lidastes.
O meu trabalho é forte e pesado para muita gente, principalmente para aqueles que mataram, ou pertencem a linhagem dos mesmos.

Eu nunca me importei com calúnias e difamações e a prova disso é a minha andança e a vida que levo.
Eu não temo a nada e a ninguém porque conheço a minha capacidade de reação em legitima defesa.

Vou fazendo o meu trabalho e se alguém achar que é errado que me chame e mostre os meus erros, e acredita Pedro, eu sou do tipo de homem que se realmente estiver errado, vou a procura da pessoa e pedir desculpas frente a frente ou até mesmo publicamente.

Mas é bom saber no que vai em ti, vi o teu pedido no Progresso Nacional para com eles.
Agora no meu email, gostei  e por respeit Obdecerei ao teu pedido. 
Boas entradas irmao.
Aquele abraço, um dia DEUS nos irá pôr frente a frente.
E se eu atinjo a alguém. acredita, ou a pessoa matou, mandou matar/ Espancar, roubou ou defraudou.

E eu Doka nunca me engano nesse aspecto
Sempre juntos pela Guiné Bissau.
Um dia alguém no Progresso Nacional me irá dar razão.
Porque o PAIGC é perigoso.
Usa, descarta e mata.
Mas não ao Doka.
Tudo isso acabou no dia 10 de Março de 1976 em Cantchungo.............., nem eu e nenhum membro da minha familia sofrerá MAIS.

Boas entradas irmão Pedro


Continuando...., a tal GALA de nubdade

Continuando na Carreira e mérito Internacional.
Tinhamos terminado no Charbel.

Pois bem, e o Kabá Mané, Ramiro Naka, Osvaldo Nelson, Tony Tcheca, Tony Dudu enfim, aonde foi ou quem foi que se baseou numa porcaria sem um comissão condigna e credivél.
Apenas bandidos é que fizeram parte deste evento? Na comissão? Na organização?

Mérito?

DSP? baseado em quê? Pôrra o homem trata mal a tudo e a todos, isola a quem o apoiou, decepcionou a todos, a um povo..., e se baseiam em quê?

O Próprio Serifo Nhamadjo, que pode ser considerado o melhor presidente de todos os tempos. Na situação em que a Guiné se encontrava, ele conseguiu conduzir o o país sem nenhum sobre salto ao ponto de organizar as eleições e restituir a legalidade.

O JOMAV é que mercia ter sido reconhecido aqui, porque todos os seus discursos e actuações vão ao encontro da verdade e da defesa dos guineenses.
Ele nos dá e mostra segurança e não o DSP.

Mas DSP, ele faz o que quer e não dá satisfações a ninguém e devido a isso esta na situação em que esta.
É sempre humilhado no partido. Quem não sabe disso?

Acham que este governo vai durar? Não deste jeito.

Esta GALA foi um fiasco e um desastre, haviam pessoas em diferentes campos a fim de serem reconhecidos, mas para isso era preciso uma organização credivél.

Mas o que estava em causa eram os 200 milhões de Francos Cfas  e havia que ter um pretexto a fim de KUMER o TAKU.

Perguntem aos musicos quanto é que receberam? Pelas actuações ou mesmo a São Evora, qual foi o cachet.

E o progresso Nacional diz que o bandido é o Doka.
Bandido i bó patrón.
Katchuriss di merda...
Arrrr

Progresso nacional, como eu sou bandido.
Boas entradas e estou aguardando pela bomba 3, 4, 5 etc
Doka


Vem aí a parte 2 explicação..., continuação da tal porcaria da gala

Opsss..., Ehhh Carapau... o Progresso Nacional está em chamas, nervosos hein? Como é possivél?
Tirei- vos do sério? Hummm, nem dei de conta
Então? Aonde está aquele vosso respeito pelos vossos leitores assidúos, tantas palavras indecentes?
Eu Adoro ser assim, vejo que atinjo e bem 
Caramba, eu não sabia que tinha assim tanto poder em vos irritar?
Porque será?
Eu Doka sou o único capaz de irritar a alguém.
Disso há que me dar o troféu...,
O DSP no fundo e João Bernardo Vieira estão mal? Os amiguinhos do DSP? Filomeno Cabral.
Eu continuo aqui, intacto e irritando a muita gente
Muchachos..., adelante
Ninguém é melhor que eu no meu trabalho
Acreditem, sou um descarado da primeira
Boas entradas progresso nacional, e um abraço a DSP

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Alguma vêz alguma GALA em termos de reconhecimento, distinção e atribuição pode ser organizado num espaço de 3 a 7 dias? Sem consultar os intervenientes a fim que vejam o seu programa de eventos? Porque houve muita ausência, acima de 90 porcento.
Impossivél, impossivél quando um governo não se auto respeita. 
Pois bem vejamos o como tudo começou e o porquê que DSP tomou dianteira num disparate tão grande faltando ao respeito a tudo e a todos.
Actitudes deste tipo, DSP hoje está sózinho e pendurado, visto que em coisas como estas, foi desrespeitando aos seus camaradas que lhe apoiaram em Cachéu e hoje é humilhado por esses mesmos camaradas do PARTIDO.
Leiam atentamente, mas em vôz baixa e análisem.

Em Agosto de 2014, eu Doka e minha esposa tomamos a iniciativa de um evento exclúsivo na Guiné Bissau, algo único com pés e cabeça.   Pesquisamos, análisamos e chegamos ao concenso: Noite de Gala das Excelências da Guiné-Bissau. Esse era o nome.
Em Outubro 2014, fui para Bissau, Pedi patrocinios, a diferentes hotéis, nomeadamente ao hotel Malayka que a resposta foi aceite logo de pronto pela pessoa do seu DG- Mário e Hotel Lisboa Bissau que de pronto foi aceite pela pessoa do seu proprietário Mestre Kausso Baldé, Orange, Elton, Azalay, enfim e a alguns empresários e alguns politicos e altas personalidades com quem me dou bem e também teriam aceite inclusive, alguns começaram a financiar a algum tempo para cá.

Nas cartas de pedido de apoio, dei entrada a uma delas no palácio do governo, aonde explicava com promenóres o objectivo de tal evento e da sua envergadura.

Infelizmente, DSP quando descobre quem está por detrás deste evento, toma a sua iniciativa, porque era e é o DOKA, portanto há que esmaga- lo enquanto DSP estiver no volante deste governo.
Ok, o homem toma a iniciativa mas o tiro lhe saíu pela cúlatra.
Mas sem querer ferir a este ou aquele que foi nomeado, faço as seguintes perguntas. Pois vejam apenas alguns nome:


  • COMUNICAÇÃO SOCIAL:
    • Órgão: Rádio Jovem
    • Jornalista: Anabela B. Bull Ramalho (apresentadora do programa na Rádio Sol Mansi
    • Eu Doka pergunto o que é isto? No que foi que se basearam para tal coisa? Então esta gente perante os guineenses teem maior poder de alcançe em termos informativos para com os guineenses espalhados por todo o mundo?    O que é feito do Didinho? Umaro Djaú? Valdir Araújo? Luís Vicente? Aly Silva? Para não chamar mais.  Pensem neste ponto.

2
  • Música
  • Produtor: Juca Delgado? Baseado em quê ou em que facto? Não existem mais produtôres com melhor desempenho que Juca Delgado?  Por acaso alguém se lembrou do falecido Calózinho dos Tabanka Djazz que tanto fez pela nossa música? Mas ele morreu, e depois? Não ficou filhos, irmãos, familiares?   E o Mimito que de tanto trabalho ficou e está doente? Que se passou aqui? Ou eu Doka estou errado? Continuemos.

3
    . CARREIRA E MÉRITO INTERNACIONAL
  . Manuel Emílio Costa (Manecas): Músico??? Caramba, meu Deus, então aonde para o Sidónio Pais? Depois de Zé Carlos Schwartz, houve algum outro músico de intervenção que tenha superado a Sidónio Pais? O que foi que o Manecas fez pela Guiné Bissau ou pelos Guineenses? 
Inventem uma justa causa, um natal nos hospitais para crianças doentes ou carenciadas e peçam ao Manecas Costa para ir atuar, e esperem pela resposta.  Manecas não faz nada sem dinheiro, é cinico e interesseiro e depois o que fala a tua frente, faz ao contrário na tua ausência, é perigoso, o homem não tem escrúpulos, não presta, acabou com o casamento do seu cunhado, porque deitava- se com ela e o marido descobriu os e- mails. 
Ninguém come um tostão de Manecas..., mas Sidónio Pais foi perseguido, lutou por uma causa, arriscou a sua vida para muitos guineenses.  Eu não me dou bem com Sidónio, mas há que dar ao Cesár o que é de Cesár. Um outro exemplo, seria o falecido Aliu Bari, o próprio Ernesto Dabó. Afinal o que foi que aqui se passou nas escolhas?  Caramba, DSP falhou em tudo.

  • Charbel Pinto: Músico e Compositor, nbé té Charbel ku kunssa aonti? Então o Janota di nha esperança? O Roger Moreira? Pan ka tchoma mass utrúss.

Continua........... a parte 2



Como tudo começou.
Dentro de momentos toda a história da tal merda da GALA que muitos contestaram.
Primeiramente saber o que estava em causa no que diz respeito a dinheiro.
Preparem- se porque se vai mostrar toda a bandidagem e respectivamente os kumeduris di taku..., nomes...

Soldados isolam capital da Gâmbia após tiroteio durante a noite


Um tiroteio aconteceu em Banjul, capital da Gâmbia, durante a noite e soldados bloquearam a ponte que leva ao centro da cidade costeira, e a mídia local noticiou uma tentativa de golpe.
Um diplomata disse que homens armados não identificados atacaram a sede do governo durante a noite, mas que o tiroteio parou algum tempo depois. A mídia local e diplomatas disseram que o presidente da Gâmbia, Yahya Jammeh, estava na França no momento do atentado.
O governo de Gâmbia divulgou comunicado nesta terça-feira (30) negando "rumores" de instabilidade no país da África Ocidental e pediu ao povo que siga com suas rotinas normalmente.
"Ao contrário dos rumores que estão circulando, a paz e a calma continuam a prevalecer na Gâmbia. O governo quer fazer um apelo ao povo e a todas as empresas para continuarem com suas atividades normais", afirma o comunicado lido no rádio.
Jammeh, que chegou ao poder ele próprio através de um golpe há 20 anos, tem sufocado a dissidência no pequeno país da África Ocidental e vem enfrentando críticas vindas de fora por causa de seu histórico de desrespeito aos direitos humanos.
Nos últimos anos, Jammeh rearranjou com frequência as posições de oficiais militares e autoridades civis, de modo a prevenir que indivíduos se tornassem poderosos demais, mas preservou a estabilidade no país.
Bancos e outros negócios se mantiveram fechados nesta terça-feira, disseram moradores. A rádio estatal não fez referência ao incidente.
Não houve confirmação oficial sobre os relatos do atentado no Twitter e na mídia a respeito da tentativa de golpe.
OPSSSSSS!
Ditadura do Concenso- Aly Silva em rota de colisão com o Progresso Nacional de Domingos Simões Pereira?
Opa..., aqui a gato.
Espera lá....
Porra..., hum
A análise do Aly Silva faz sentido
Quem tem poder não se gaba

Tentativa de golpe de estado na Gâmbia durante a ausência do presidente

Nairóbi, 30 dez (EFE).- Uma tentativa de golpe de estado na Gâmbia gerou o caos na capital do país, Banjul, depois que um grupo de soldados aproveitou a ausência do presidente, Yahya Jammeh, para atacar vários edifícios governamentais, segundo informou nesta terça-feira a imprensa local.
Os militares atacaram durante madrugada o Palácio Presidencial de Banjul e um quartel militar na ponte de Denton, que conecta a cidade com o resto do país, além de outras instalações da cidade, segundo o jornal local "Freedom Newspaper".
A emissora "Fatu Radio" confirmou que os combates continuam e que o Exército da Gâmbia foi mobilizado pelas ruas da cidade para tentar retomar o controle da situação, que é caótica até o momento. EFE

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

                          Pedido de Patrocinio

Doka Internacional Project
Inglaterra / Manchester.
Outubro, 2014

Caro Senhor/ a
     Vimos, atravéz deste meio, apresentar- lhe o projeto “ Noite de Gala das Excelências da Guiné-Bissau ".
  
Devido ao seu magnifico impacto para com a sociedade Guineense, vimos solicitar da sua parte um apoio financeiro ou patrociníos para o devido.

     1. Identificação do projecto e seus objectivos.
O projeto “ Noite de Gala das Excelências da Guiné-Bissau " é um evento que se irá realizar no dia 28 Março de 2015 ( Sábado ), apartir das 19 horas num dos hotéis da capital- Bissau.

O nosso objectivo irá ser a atribuição de prémios, estatuetas, diplomas de mérito e reconhecimento a todas as personalidades que de alguma forma, directa ou indirecta marcaram, contribuíram ou fizeram a diferença na sua luta pelo bem estar do nosso povo, nas áreas politicas, empresáriais,  culturais, desportivas, comunicação social, instituições não governamentais, etc., no qual o a sua excelência poderá fazer parte caso venha a ser seleccionado.

     Com base nos factos acima mencionados, e tendo em conta a grandeza deste evento, realizado pela 1ª vêz na história da Guiné Bissau, irá reunir altas figuras e personalidades da nossa sociedade e juntamente com os radicados no estrangeiro. 

Atentamente
A organização do Projecto Doka Internacional

Obs:
Foi uma destas cópias que deu entrada em diferentes instituições e que saiu diferido ( Aceite ) por várias entidades e que o Governo acabou por roubar e afinal de contas veio a ser um fiasco.
Mas já vem toda a história, com as respectivas entradas.
Coisas deste tipo não se organiza em 72 horas, apenas quando existe bandidagem na mama TAKU

Afinal a tal Gala que o governo guineense plageou, uma ideia do Doka internacional e que foi roubada pelo nosso governo, teve um contorno feio e triste.
Reacções negativas e violentas em como as coisas foram realizadas.
Com esta bandidagem, a nossa terra não vai a lado nenhum.
Leiam as reações porque depois disto vem merda..., o Doka vai meter o dedo no bedelho..., este é o pior governo de todos os tempos.
DSP defraudou a toda a gente inclusive aos que lhe apoiaram no congresso em Cachéu e ainda por cima rouba a ideia e a iniciativa do Doka internacional.
Este projecto foi e é meu.
E vou apresentar factos concretos e provas necessárias.
Aguardem...., porque quem se mete em atalhos..., arranja trabalhos.
E DSP, randja tarbadju ku mi
Ahhh se arranjou

Bom dia prezados amigos, é sem dúvida uma iniciativa lovável e que deve continuar. Não consegui compreender certas e determinadas distinções ou não. Huco Monteiro também senti o sabor a fel por não ter visto o nome doAbdulai Sila!? Não falo dos trabalhos que tenho feito mana Saliatu Sali Costa obrigado pela sua referência ao meu dinamismo, após ter visto a lista, senti uma motivação extra para trabalhar mais e quiçá alguém há-de reparar. Espero que Sila não trilhe as pegadas...


Huco Monteiro  O meu Prémio para ti, poeta, fica condensado nesta frase que adoro: Fidju di Guiné bali pena.


Umaro Djau II Mano, se soubesse cantar, cantava o teu nome todos os dias. Fazes parte da juventude guineense-capaz, os que por uma questão de honra, lutam sozinhos e vão vencendo diariamente. Um abraço fraterno.


Saliatu Sali Costa Já que a maré é para todos, quando uns são esquecidos, não se pode não entrar nessa. Só se pode esperar pelo melhor, expondo o que não está correcto ! E não está correcto se destinguir 30 músicos, quando outras artes ficaram orfãs. Como não se pode dizer nada, se nos parece que só a música merece distinção? Vamos parar de nos embalar !!!!!!!!!!!!!