OGIVA NUCLEAR

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Guineenses, irmãos, quem estiver a ver isto, estas imagens tristes em que tudo vai em contra a dignidade e respeito pela vida humana, apenas nos podemos basear e recordar que foi dessa mesma forma que o PAIGC e os seus dirigentes, executaram no dia 10 de Março de 1976 a 3 homens indefesos e com as mãos amarradas pelas costas.
Desta mesma forma, Paulo Correia e seus amigos foram executados.
E muitos outros, como o  roberto Cachéu, e muitos casos desconhecidos.
Eu Doka vos pergunto:
AONDE ESTÁ A DIFERENÇA DA BARBARIDADE QUE O PAIGC COMETEU COM SERES HUMANOS, COMO ESTAS IMAGENS A QUE ESTAMOS A VER?
Estas imagens são reais e foi num país árabe.

Será que nós filhos e familiares das vitimas não temos direito a justiça?
Digam- me, vendo isto, aonde está a diferença?
Pensem?

SINDICALISTAS OU BUFOS?

Ai, como é possível? Se as constituições democráticas no mundo inteiro asseguram o direito de greve a todo trabalhador, competindo-lhe a “oportunidade” de exercê-lo sobre os “interesses” que devam por meio dele defender, como é que a UNTG e a CGSI-GB, se atreve a dar “voto de confiança” a um governo que ainda nem começou a trabalhar direito? Será que os “interesses” do trabalhador guineenses se resumem mesmo só aos salários?
A máscara das duas centrais sindicais caiu! Decidiram comprar “saninho na koba” (esquilo na toca), colocando-se ao serviço do governo contra o trabalhador. 
Tinha mais lógica a formação de um partido político, por eles. Segundo noticiou a Agência da Notícia da Guiné, as duas centrais sindicais prevêem assinar um Pacto Social para impedir ondas de greves que têm impedido o funcionamento normal de instituições sanitárias e educacionais, nos últimos anos. Como? Já não são sindicalista mas sim bufos! 
Isto não é nenhuma brincadeira de criança. Não conheço o senhor Estevão G. Có, mas o senhor Filomeno Cabral, sei que nutre de um vínculo de amizade e até parental com o atual chefe do executivo, mas por amor de Deus, coloquem as paixões de lado e olhem pela razão que são os “interesses” dos trabalhadores guineenses. Quem brinca com o fogo…
ENCOMENDA COM LAÇOS COLORIDOS…  
 Não podemos permitir que nos atirem areia para os olho! O primeiro-ministro da Guiné-Bissau convocou ontem a imprensa para prestar declarações sobre a sua recente missão  no estrangeiro (Bruxelas, Lisboa e Dili).  
Falou também dos contatos a nível da cooperação bilateral. Domingos Simões Pereira evidenciou a importância da sua presença na Europa e na Ásia. Falou da experiência da Singapura como se estivesse naquele país.
Abordou ao telefone com o brasileiro António Patriota, a necessidade de estabelecimento de uma Agencia Guineense de Planeamento Estratégico, e o assunto ficou logo arrumado. 
Diálogo e transparência é causa primária para “Boa Governação”! Pensamos, por isso, que não é de menor importância a sua presença para o debate quinzenal ou mensal com os deputados na Assembleia da República; viajar para o interior da nossa terra, para se inteirar da realidade do país, das famílias,  aldeias, estradas, rios, floresta, agricultura, escolas, tribunais, quartéis, hospitais e postos sanitários, etc, etc.. 
Depois, e só depois, com propostas nacionais, bem concebidas e sérias, viajar para encontros bilaterais, dento ou fora do país. Moço, os tempos são outros, por isso  temos que arregaçar as mangas! Pois, não justifica continuarmos a embandeirar em arco apenas com “fórmulas empacotadas” do estrangeiro.  
Domingos Simões Pereira  (foto ASF)
Simões Pereira admite possibilidade de concorrência na rota aérea Bissau-Lisboa

O primeiro-ministro da Guiné-Bissau admitiu esta quarta-feira a possibilidade de abrir à concorrência a rota aérea entre a capital do país e Lisboa, explorada exclusivamente pela TAP.

«A única forma de influenciarmos os bilhetes é promovendo a concorrência. Temos que ser capazes de pensar nisso, temos que ser capazes de criar alternativas», referiu Domingos Simões Pereira numa conferência de imprensa em que foi confrontado com queixas de clientes da companhia aérea portuguesa.

Recorde-se que os governos de Portugal e da Guiné-Bissau assinaram segunda-feira um protocolo na área da segurança, que permite à TAP reativar a rota a partir de 28 de outubro - depois da suspensão por força do embarque forçado em Bissau de 74 passageiros ilegais em dezembro.

Algumas queixas colocadas até então prendiam-se com o elevado preço dos bilhetes entre Lisboa e Bissau (a rondar os mil euros por cada passagem de ida e volta, para uma viagem de pouco mais de três mil quilómetros, inferior a quatro horas).

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Eu Doka, atravéz deste meio, venho agradecer a equipa do Blog Progresso Nacional pela resposta ao email que lhes enviei e que de uma forma muito profissional e rápida me responderam.
O meu obrigado e que DEUS vos ilumine no vosso trabalho e no vosso dia a dia.
DOKA.
QUARTÉIS OU POCILGAS?

Ninguém pediu-me o sermão, mas é caso para dizer que as romarias e salamaleques estão na moda! Os novos dirigentes parecem habitantes de um outro planeta visitando a terra. Não parecem que nasceram no nosso país! Encontraram nesse andanças forma de se inteirar das condições do país. O que, para já,  não deixa de ser uma iniciativa louvável! A verdade é que na nossa Guiné, só não vê quem não quer ver. A crueldade dos 40 anos de governação “paigcista” está a céu aberto. Mas, mesmo assim, nada disso despertou o entusiasma do chefe do  executivo, Domingos S. Pereira, que preferiu ir ficando por Lisboa, a fim de receber “instruções” para a governação, junto da entourage salazarenta.

É preciso subir para o topo da pirâmide e rugir bem alto - para que o mundo oiça e escute - que os políticos (do PAIGC) que governaram o nosso país durante os 40, enquanto compravam, para si e para as suas amantes, carros, vivendas e prédios no país e no estrangeiro, os quartéis, os hospitais e as escolas se transformavam em autênticas pocilgas. Patriotismos assim, não, obrigado!

Noticiou-se ontem, dia 29 de Julho, que a Ministra da Defesa Nacional, Cadi Seidi visitou  três unidades militares de Bissau: Serviço Material e Transportes, Zona Militar Central e a Marinha de Guerra Nacional, para se inteirar da real situação das mesmas, tendo, por isso constatado que algumas unidades estavam num estado de degradação impróprio as condições humanas. Nas unidades visitadas, a Ministra terá deixado recomendações aos chefes militares locais no sentido de continuarem a trabalhar e cuidar bem dos poucos recursos que lhes são disponibilizados, na esperança de que os melhores dias virão. Registamos a promessa e esperamos, pois, que não volte a repetir-se os dias negros em que o regime fascista de Cadogo Jr., requisitou de Angola tanques blindados para bater a argamassa e AKA-47 para servir de trolha para assentar argamassa nas paredes dos quartéis.  
MANUEL IRENIO LOPES NASCIMENTO...
Eu Doka entrei em contacto com alguns jogadores de futebol, tanto da seleção como de clubes em particular.

Não houve um único jogador GUINEENSE, capaz, ou que dissesse algo de errado contra esta personalidade.

Este homem que se encontra nesta imagem,  apenas tem um defeito em que todos os jogadores são unanímes em termos de opinião:
" Ele, MANELINHO, é uma pessoa muito DECISIVO e frontal. Diz o que tem que ser dito.  É muito honesto ".
A guerra contra este homem, vem tudo, ou tudo está relacionado com as guerrinhas politicas.
A nossa terra jamais poderá avançar enquanto não começarmos a ser verdadeiros profissionais e saber separar as coisas como elas devem de ser separadas.

Vamos lutar pela verdade e pelo bem estar de um todo.  O GUINEENSE.

O governo tem que saber posicionar criar um laço frutifero entre a Federação de futebol- Governo- jogadores.  Porque no final, quem sairá vencendo será sempre o nosso povo.

Eu Doka gostei de ver a forma como Domingos S. Pereira falou naquele dia na Federação ao lado de Manelinho, naquele dia eu vi que Domingos S. Pereira, queria, quer e vai defender sempre o desporto na nossa terra. 

Mas aqui reside de novo o problema, as pessoas que o rodeiam o vão deixar fazer o correcto?

Um apelo aos jogadores e treinadores guineenses, posicionem- se a favor da verdade, e lutem pela mesma causa que Manelinho esta lutando e defendendo... - O FUTEBOL, O NOSSO FUTEBOL, o nosso desporto.

Ndinho Dias..., existem indicações..., e pelo rumo em que as coisas estão indo, tudo aponta que o ministério público o vai chamar e tudo se vai complicar?
Alerta vermelha para Ndinho, porque a coisa tá preta, a situação da APGB está se desmoronando, segundo informações existiu um rombo nos cofres da APGB?

O ministério público quer chamar ao Ndinho para esclarecimentos.
O  que será que vem por aí?
Será que exisem factos que possam incriminar ao Ndinho?
Disso ninguém sabe, mas aqui fica o aviso de qualquer das formas.

0044.7823.9735.51- Meu contacto.


terça-feira, 29 de julho de 2014

Liderança? De que tipo estamos falando?

LIDERANÇA NO “BLOCO COMUNITÁRIO”…
Os hidrocarbonetos naturais são compostos químicos constituídos por átomos de carbono (C) e de hidrogênio (H).  Os hidrocarbonetos naturais formam-se a grandes pressões no interior da terra (abaixo de 150 km de profundidade) e são trazidos para zonas de menor pressão através de processos geológicos, onde podem formar acumulações comerciais (petróleo, gás natural, carvão, etc). 

Agora como os rios secaram na União Europeia, Portugal voltou ao arquivo colonial para resgatar o passado. Descobriu na Comunidade dos Países da Língua Portuguesa uma tábua de salvação para sua economia. 

Portugal não possui esses recursos. As descobertas de reservas de hidrocarbonatos foram realizada em países da comunidade, como Angola, Moçambique e Brasil. 

Também é sabido que uma parte significativa das novas explorações se concentra nestes países, além de Timor-Leste, muito possivelmente da Guiné-Bissau, e também na Guiné Equatorial. A conta desses recursos, o primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho, considerou na X Cimeira da CPLP que a economia deverá assumir um papel cada vez mais central na CPLP e declarou ter convidado os Estados membros exportadores de hidrocarbonetos a usarem Portugal como porta de entrada na Europa. Ai, estão mesmo a entender?

A “contabilidade” já funciona pelo lado de Portugal, parente pobre, mas que se disponibiliza para liderar a economia dos países exportadores de hidrocarbonato. Dizem eles que a CPLP pode constituir-se como um bloco forte no mercado mundial de hidrocarbonetos se ações concertadas forem tomadas pelos países membros, com vista a viabilizar o potencial de recursos já conhecido e confirmadoà semelhança do que acontece, por exemplo, com os países asiáticos. A questão é que já há luta pela liderança do imaginado “bloco comunitário”. Angola afirma-se como detentora de longa experiência na gestão de projetos relacionados com a mineração, que pode ser replicada para outros países da comunidade. 

segunda-feira, 28 de julho de 2014

“MAAH LEBSIMENTI TEM BÔH!”

Será que os elementos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras de Portugal seguem em todos os voos de Lisboa para os países africanos da língua oficial portuguesa? Bissau é exceção para a TAP, porquê? 

O Governo de Domingos S. Pereira tem a obrigação política de esclarecer essa falta de confiança nas nossas autoridades.  O jornal “Publico” noticiou hoje que Fernando Pinto, presidente da TAP, que falava à margem da assinatura de protocolo de cooperação entre o Governo da Guiné-Bissau e de Portugal, frisou que em termos práticos, todos os voos serão controlados por um elemento do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) português que seguirá em todos os voos de Lisboa para Bissau para depois verificar o embarque naquela cidade dos passageiros com destino a Portugal. O presidente da TAP terá dito ainda que “esta foi uma prática seguida durante vários anos, mas que tinha sido suspensa.

Santchu kuma lebsimenti I na Udju!

Vamos aplaudir a este governo. Parabéns ao Domingos s Pereira

Mário Lopes da Rosa cumprimenta Rui Machete (foto LUSA)
«Estamos num processo de viragem de página», diz ministro dos Negócios Estrangeiros

O ministro guineense dos Negócios Estrangeiros, Mário Lopes da Rosa, congratulou-se, esta segunda-feira, com a assinatura do acordo com o Governo português que permitirá a retoma das ligações aéreas entre Lisboa e Bissau, considerando que a Guiné-Bissau está a mudar de rumo para um «futuro mais próspero».

Em declarações proferidas no final da assinatura do acordo, ao lado do homólogo português, Rui Machete, o governante considerou que aquele momento é prova de mudança.

«Demonstra que estamos num processo de viragem de página e a encarar um futuro mais prospeto, com cooperação entre os respetivos países», disse.

A TAP irá retomar as ligações com Bissau a 26 de outubro, voltando a operar três voos semanais.
13:05 - 28-07-2014

OLÁ AMIGO DOKA

O grande filósofo grego estoico, Epícteto, dizia: “ Deus  deu ao homem dois ouvidos, mas apenas uma boca para que ele oiça duas vezes mais do que fala “. 

Quero agradecer-te do fundo do meu coração pela coragem  e por ter trazido à tona a cabala  e um dos crimes mais hediondos perpetrado pelos políticos e dirigentes do PAIGC, e que a história registou. 

As gerações mais novas precisam de conhecer a nossa história recente. Não pela vingança, mas para sabermos quem é quem. Acredita que esta gravação é um enorme contributo para começarmos a desvendar o enigma e encurralar a serpente que vagueia na nossa praça mascarada de cordeirinho. 

Esta serpente tem, inclusivamente, cometido o desplante de virar o curso da história às avessas o curso da história, dentro e fora do país. Mais uma vez, obrigado Doka! Aguardamos pelo contraditório desta elucidativa entrevista.  

domingo, 27 de julho de 2014

Qual é a linhagem do PAIGC?
É um partido Libertadôr ou um Partido Exterminadôr?   Afinal, qual a sua verdadeira faceta? Poderemos considera- lo como um partido criminoso ou não?
Pois bem guineenses, mais uma vêz sigam este link e vejam as peripécias do paigc que veio do mato.
Sigam este link, A viúva de Viriato Pam Ataca em todas as frentes.

http://youtu.be/hac85emARvA


O contra ataque de Nanda Pam Viúva de Viriato Pam esta pronto, dentro de uma hora será editado o video....

Vem por aí coisa quente e demolidôra.....
O trabalho investigativo e desta vêz cabe a Viúva de Viriato Pam, ela desmoronou tudo e todos por completo e ataca a Maria Evangelista...., estejam atentos, dentro de 45 a 1 hora de tempo, será editado o video.
Vejam esta entrevista detônadora.
Enfim, apenas aqui no Doka Internacional.

Muitos tentaram fazer o mesmo ou de se apróximar da nossa elite....., ninguém conseguiu e acabaram por cair no esquecimento e eu DOKA estou lá, continúo lá e respeitado mais do que nunca.

O meu trabalho é reconhecido e vou trabalhando com o apoio de muitas altas personalidades.

Obrigado a todos pela confiança e recordar que a ESTRELA de uma pessoa brilha porque a pessoa nasceu com ela e com a Vontade de DEUS.

Tudo aquilo que se vai dizendo ou inventando em torno do INTERNACIONAL DOKA, camaradas, eu sigo progredindo e em força máxima.
Aqui nada se faz na base do protagonismo, mas sim pela verdade dos factos e se a coisa doeu a alguém, então que siga na fila, porque ela é bastante longaaaaaaa e cumprida.
Claro, para aqueles que me detestam.



DESEJO DE BOA GOVERNAÇÃO


O Presidente Barack Obama num discurso proferido no Cairo, aos povos do Médio Oriente, dizia: "cada nação dá vida à democracia da sua própria maneira e de acordo com as suas tradições". E disse ainda o Presidente americano que "a história oferece um veredicto claro, ou seja: os governos que respeitam a vontade do seu próprio povo são mais prósperos, mais estáveis e mais bem sucedidos do que não são".
Em 11 de Julho de 2009, na sua primeira visita a África, no parlamento do Gana, em Accra, Obama alertou que a "Democracia é muito mais do que realizar eleições. 
Tem também a ver com o que acontece entre essas eleições. A repressão assume muitas formas e demasiadas nações são afetadas por problemas crónicos, que condenam os seus povos à pobreza. Nenhum país irá criar riqueza, se os seus líderes explorarem a economia para se enriquecerem a si próprios, ou se a polícia puder ser comprada por traficantes da droga. Nenhuma empresa quer investir num país onde o governo retira para si 20 por cento dos lucros, ou onde o diretor das alfândegas seja corrupto. 
Ninguém vai querer viver onde o primado da lei abra caminho a um regime de brutalidade e subornos. Isso não é democracia, isso é tirania! E chegou agora a altura de pôr fim a tudo isso!".
E se a democracia é muito mais do que realizar eleições, para cumprir essa sentença, seria necessário que - tal como aconteceu com os candidatos durante a campanha eleitoral finda em relação a aceitação dos resultados - a “Comunidade Internacional” valorize e obrigue, também, os atuais “protagonista” (Presidente da República e o Governo) que assinem o “compromisso de Boa Governação”, a fim de acautelar o defraudamento  das espectativas do povo.
Não guardo rancor, mas também não tenho amnésia! Vivi num contexto em que algumas leis até são de natureza democrática, mas o ambiente político reinante, de quarenta anos, tem sido de tirania que nunca se desvaneceu. Posso dizer que tem sido democracia para o inglês ver, sem emprego e sem liberdade. Agora, há dias, os senhores vieram aqui ás nossas povoações, no norte, no sul e no leste do país, implorar os nossos votos de joelhos e oferecendo-nos flores e paraísos em troca de uma viragem histórica contra a tirania e pela democracia. 
Prometera-nos a paz e estabilidade e inclusive prometeram-nos de que não haverá mais lutas palacianas a ponto de interromper os mandatos e as legislaturas para que foram eleitos.  Pelo nosso voto, declararam obediência e imolação pelo povo. Nos vossos comícios diziam também que o país nos pertence a todos e não é propriedade privada de nenhuma formação partidária em detrimento das outras. 
A vossa legitimação foi garantida pelo compromisso de que jamais poderá haver promiscuidade entre o exercício dos cargos públicos e os negócios pessoais ou privados; de que a partir de agora a justiça funcionará; que as sucessivas greves dos professores conhecerá o seu fim; que a saúde será cada vez mais habilitada para atender os nossos cidadãos, sem que seja necessário a sua evacuação para o estrangeiro; que a reforma do sector da defesa e segurança não será um processo tribalista. Juraram a pés juntos de que defenderão a nossa soberania no conserto das nações e que em nenhum momento servirão de joguete do estrangeiro e dos barões da droga e da máfia. Enfim, juraram representar o povo, lutar para o povo e pelo povo.  
A legitimidade democrática é muito mais que a legitimidade do voto, e que se perde com a quebra da palavra dada!
Deus abençoe Guiné-Bissau! 

sábado, 26 de julho de 2014

Manelinho mostra que tem garras bem afiadas

MANUEL IRENIO LOPES NASCIMENTO...
Infelizmente, na nossa terra, não existem respeito pelos valores essênciais no que diz respeito ao trabalho, a hiérarquia e a óbdiência...

Muitos desejam trabalhar, querem trabalhar e mostrar a sua capacidade daquilo que teem, que podem ou sabem fazer.
Mas, quando o tentam, ou o estão fazendo...., por razões pessoais ou questões politicas, são barrados e começam a sofrer ataques em todas as frentes.
MANUEL IRENIO LOPES NASCIMENTO, vulgo MANELINHO, é o actual presidente da Federação de Futebol da Guiné Bissau, conseguiu e ganhou este cargo baseado em eleições que se realizaram, e ganhou em votos tudo o que tinha que ganhar de uma forma honesta e transparente para um mandato de 4 anos.  
Todos os amantes do futebol guineense, sabem quem é ele, o que fez e o que está fazendo em defesa e pelo bem estar do nosso futebol.

Daí que perguntamos: " Aonde é que está o problema "?
Deixem o homem trabalhar...., porque o que está em causa é uma guerrinha de interesses de um grupinho de pessoas, que apenas estão preocupados em enriquecer o seu TACHO  a custa de outros e sem estarem a fazer nada.

O tipico e caracteristico do guineense, é denegrir, difamar a imagem de alguém que queira trabalhar..., falar ou mostrar coisas banais que nunca existiram.

MANUEL IRENIO LOPES NASCIMENTO- Vulgo Manelinho, vai dar uma conferência de imprensa hoje sábado dia 26/07/2014 por volta das 17 horas, a fim de falar e mostrar aos guineenses e a quem do direito, todas as verdades que devem ser ditas e faladas.

Vamos aguardar, porque  MANUEL IRENIO LOPES NASCIMENTO- Vulgo Manelinho é uma pessoa idónea e responsavél, ele está atento a todas as armadilhas e sujidades que lhe estão procurando preparar e atirar.

Recordar que antes da ERA Manelinho, o Futebol guineense estava numa situação pobre e triste. 
Com a sua entrada muitas coisas mudaram e muita corrupção acompanhado de negócios sujos, foram por água abaixo.
Fez frente a grandes tubarões da corrupção e então deu- se o inicio a uma LIMPEZA total e geral naquela instituição........, o que ainda não terminou.

Neste momento a CAF, está prestes a dar um determinado financiamento e que tudo aponta que vai ser graúda....., portanto é aqui que entra toda a guerra e todas as calúnias contra  MANUEL IRENIO LOPES NASCIMENTO.

Manelinho está preparado e pronto para o embate

OBS;
Manelinho não respondeu ainda ao tal artigo editado no blog Ditadura do Concenso, devido a uma viagem que o mesmo (MANELINHO) teria feito com a nossa selecção de Futebol a BOTSWANA.

Por outro lado, alguém, uma pessoa muito querida e respeitada por mim, me pediu para que pusessemos um fim nessa história (ARTIGO) editado por Aly Silva, porque a sra. em causa estaria um pouco adoentada.
E Manelinho mais do que nunca e até hoje tem um aprecio e um respeito pela senhora em causa.

sexta-feira, 25 de julho de 2014


Atenção e muita cautela. Todos nós sabemos que as coisas, a justiça na Guiné Bissau não funciona e que ninguém faz um corno para que a palha mexa.
Mas o MLPV- Movimento de Luta Pela Verdade, vai abrir uma queixa crime contra Manuel Saturnino da Costa e o Tenente Coronel Zé Sanhá do Ministério de Interior, devido a um crime cometido a alguns anos atrás, e por outro lado, o mesmo movimento irá pressionar o caso Nicandro Barreto para que venha a tôna.
O padre Casal Martins, tem que falar e dizer quem foram as pessoas que foram buscar ao Roberto Cachéu na Missão em Cumura.
Este movimento, MLPV vai desafiar um sistema, vai ser duro, mas o Doka nunca baixou os braços e a novela está prestes a iniciar.
Ao sr. Primeiro Ministro Domingos S. Pereira, vamos precisar do seu apoio, porque acreditamos na sua personalidade como um homem da verdade e de boa fé e que defende o respeito pela dignidade da vida humana.
Defenda e ajude a defender a uma verdadeira causa.
                                                       Obs:
Recordar que Manuel Saturnino e Tenente Coronel do Ministério Interior Zé Sanhá participaram na morte de muita gente e de muitos inocentes, e pelo bem estar e pela imagem do grandioso partido PAIGC, pensamos que os dirigentes e militantes que queiram paz e justiça na Guiné Bissau, deverão permitir que a justiça faça o seu trabalho.
Existem documentos com as assinaturas do Manuel Saturnino da Costa, existem testemunhos e provas vivas que possam relatar os factos contra ele e Zé Sanhá.

Que ninguém pense que isto seja apenas um trólóló, porque daqui, irão se levantar casos e movimentos exemplares em defesa da verdade e de todos os injustiçados.


COXO OU MENTIROSO?

Há um provérbio popular que diz: “Mais depressa se apanha um mentiroso que um coxo”. 

No dia 15 de Julho, noticiou-se que  Domingos Simões Pereira tinha anunciado e frisado que a sua visita a Portugal não se destinava a negociar nada com as autoridades portuguesas, mas conversar sobre diversos assuntos de interesse comum aos "dois países amigos". Sublinhou na altura Simões Pereira
"Vamos passar em revista vários assuntos de interesse mútuo. Obviamente que a questão da TAP será no centro das conversas. Não se trata de negociações mas sim de encontro entre parceiros de países irmãos”

Então? 

O assunto nem sequer chegou ainda às mão dos deputados; o chefe do executivo apanha boleia dos tugas  para Dili, ida e volta, a Agencia Lusa confirma - citando uma fonte oficial do Palácio das Necessidades -  que Portugal e a Guiné-Bissau vão assinar na segunda-feira (28 de Julho) de manhã um acordo para retomar as ligações aéreas entre Lisboa e Bissau. 

Adiantou ainda a Lusa que o protocolo de cooperação, formação e capacitação nas áreas das migrações e controlo de fronteiras será assinado pelo ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Rui Machete, e pelo seu homólogo da Guiné-Bissau, Mário Lopes da Rosa, em Lisboa, estando também presentes os primeiros-ministros dos dois países. 

Ai, vai ser tudo à moda Cadogo Jr., com a sua empresa ligada ao narcotráfico a confundir-se com a presença dos agentes dos tugas a controlar o nosso aeroporto? 

Aceita um conselho amigo, senhor Primeiro-ministro, e depois não diga que eu Doka não lhe avisei: 

os agentes internacionais defendem os seus interesses e nunca os nossos”. O senhor foi votado pelo povo guineense e para servir o povo guineense.  

quinta-feira, 24 de julho de 2014

“TOPO GIGIO”…

Já não reconheço Domingos Simões Pereira como Primeiro-ministro da Guiné-Bissau! O seu silêncio é ensurdecedor quando estranhos falam do seu próprio país. Personalidades  estrangeiras que nem conhecem uma ínfima parte da história do meu país, por que, então, aventuram a bisbilhotar acerca da nossa terra? 

Alguém os terá encomendado discursos tão infamantes? De certeza! Como temos só mendigos e não políticos com tomates no lugar certo, alguém “está a lançar a pedra e a esconder a mão”! 

Em Dili, o Representante Especial da União Africana (UA) na Guiné-Bissau, Ovídio Manuel Barbosa Pequeno, na sua intervenção na X Cimeira da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), disse “(…) preocupado com a situação na Guiné-Bissau, (…)”. Enfatizou a necessidade da “comunidade internacional” apoiar a Guiné-Bissau, condicionando esse apoio a necessidade de “transformação da ECOMIB depois da expiração do seu mandato, em finais de 2014”. 

Será que Moçambique não tem um Representante Especial da União Africana (UA) que pudesse participar, igualmente, na X Cimeira da CPLP e intervir sobre a situação da guerra entre o Governo e a Renamo naquele país? Ah, já sei, eles estão preocupados porque pretendem impor a tirania e a corrupção para poder abocanhar as matérias-primas do meu país, e para isso aconteça é necessária invadir militarmente a Guiné-Bissau. Estranho é que tudo isto está a acontecer diante do olhar impávido e sereno, e sempre sorridente  Domingos S. Pereira, parece  Topo Gigio, rato com uma personalidade infantil…  
DA CPLP PARA CPLQ?

A mascara caiu! João Soares, destacado militante do Partido Socialista Português e deputado, opinou sobre a adesão da Guiné Equatorial, dizendo: “Admitirmos (na CPLP) uma das ditaduras mais longas do mundo e mais corruptas é uma coisa que devia envergonhar as pessoas que têm um mínimo de caráter.” E para tapar essa vergonha, Cavaco Silva justificou que a integração da Guiné de Obiang Nguema Mbasogo, “é a melhor forma de contribuir” para o respeito pelos direitos humanos naquele país. Mas não argumentou, então, o impacto da suspensão da Guiné-Bissau na CPLP, na sequência do golpe de Estado de 12 de Abril de 2012.   Passos Coelho, por sua vez, para dar mais sustentabilidade a tese de Cavaco,  disse: “a CPLP não é nem nunca foi uma organização estática.” Pois, está claro, é sempre periclitante e sem identidade! Espera-se que com esta decisão se termine a época dos “sonhos”, em que se evocavam a língua comum e os direitos humanos para se imiscuir nos assuntos internos dos Estados-membro.  

É o regresso, sem identidade, ao século XV! O objetivo é encontrar rotas marítimas para o lucrativo comércio de especiaria (matérias-primas). O primeiro-ministro considerou hoje que a economia deverá assumir um papel cada vez mais central na CPLP e declarou ter convidado os Estados membros exportadores de hidrocarbonetos a usarem Portugal como porta de entrada na Europa. Pergunto: como é possível atribuir a Portugal o papel de intermediário privilegiado na Europa, num mundo cada vez mais globalizado? Os países produtores de hidrocarboneto não terão liberdade de escolha?

Até porque o comercio entre os países da língua portuguesa podia fluir naturalmente se na X Cimeira em Dili não fosse “morto” o elemento de identidade dos Estados-membros da CPLP, com a admissão da Guiné-Equatorial. Os países da língua portuguesa estão distribuídos por quatro continentes, em que, agora, nem todos falam a mesma língua. O que significa que se perdeu o ponto de partida para algo mais abrangente. A pergunta que se impõe agora é: porque não utilizar também outras nações, como Espanha como porta de entrada desse negócio na Europa? Portugal parece a brincar às escondidas e não sabe que isso pode arrastar para um novo conflito mundial…

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Domingos Simões Pereira, o sr. hoje tem toda  a legitimidade sobre o governo Guineense. O sr. merece todo o nosso respeito.
Mas agora eu Doka pergunto:

Quanto aos restos mortais de Roberto Cachéu, o que pensa fazer?
Vai haver justiça quanto a esse caso?
Vamos agora oficialmente saber quem são autôres do crime?
Ou apenas vai lavar as suas mãos tipo Póncio Pilatos?
Ignorar o assunto? E Desrespeitar aos amigos e familiares?
RECORDE- SE QUE O MOVIMENTO DE LUTA PELA VERDADE JÁ ESTÁ EM ACTIVIDADE A ALGUM TEMPO E NO SILÊNCIO.
E vamos mostrar todo o nosso poderio nas ruas de Bissau.
Atenção e não nos ignore porque somos muitos e os familiares então...

Vamos fazer barulho e dos grandes em defesa da verdade.
Definitivamente, nota- se que o PRS foi knockauteado definitivamente da vida politica guineense.
O PAIGC foi um partido astúto, mostrou toda a sua garra durante as últimas eleições e a prova esta a vista. Arrebentou com o PRS e politicamente acabou com o mesmo.
Porque vejamos uma coisa:
O PAIGC estava nos cuidados intensivos, e faltando apenas 3 dias para as eleições, recobra os sentidos, e mesmo assim a cochear e sem estar dentro de si acaba ganhando tanto as legislativas como as presidênciais de uma forma estrôndosa..., e se não tivesse nos cuidados intensivos? Como seria isto.
Porque não houve nenhum partido capaz de fazer frente ao paigc.
Essa é a verdade.

Alguém dentro do PRS tem que fazer algo e virar o jogo, caso contrário, o prs passa para história, ou será que o único verdadeiro homem do PRS era o Kumba Yala? E sem ele, o PRS não vale nada?
Provem o contrário.
A CPLP ENXERTADA…

A vida das organizações assemelha-se a de certos órgãos vegetais. Nelas podem ocorrer transformações como dos estames em pétalas, e vice-versa. 
Na agricultura, pratica-se muito a técnica de enxertia para a multiplicação de plantas.  Foi o que aconteceu na X Cimeira da CPLP em Dili (Timor-Leste), com a incorporação da Guiné-Equatorial como Estado-membro, por via de “formação de uma opinião geral” e não por votação. 

O “Império Colonial Português” está-se espalhando pelo mundo, ávido de encontrar rotas marítimas para o lucrativo comércio de especiarias. A ladainha dos princípios fundadores da CPLP que inclui o respeito pelos direitos humanos e o uso do português como língua oficial, referido por Cavaco Silva, apenas se aplica quando os interesses dos seus membros se acham ameaçados. 

A CPLP está cercada de líderes tiranos em simulacro de democracia, mas desde que os interesses da “Corte” não esteja em perigo, o resto é romance.. Nesta conjuntura, então, a Guiné-Bissau é que se tornou “o vilão”, o “Bobo da Corte”, não cómico, mas espalhafatoso e desagradável para a “Corte Imperial”. 

Em vez de  fazer a claque da CPLP rir, ela faz figas e vaia o nosso país. Porquê? Porque somos e seremos, eternamente, contra a tirania e a dominação estrangeira no nosso solo pátrio!  

terça-feira, 22 de julho de 2014

BOTCHE NO GOVERNO É TRAIÇÃO À PÁTRIA.


Todos agora querem imitar o Presidente José Mário Vaz, na sua anunciada “Presidência Aberta” pelo país. Espera-se que Domingos Simões Pereira institua, em nome da transparência, também, a figura do “Debate Quinzenal” no parlamento. 

O embuste são os “salamaleques” de Botche Candé! O ministro da Administração Interna, esteve no dia 19 de Julho, em visita “de trabalho”, contactando de porta-em-porta os antigos ministros do Interior e altos funcionários dessa instituição. O objetivo - diziam – para pedir apoio e colaboração no exercício das suas novas funções, tendo em conta a experiência de trabalho em termos de governação acumulada por antigos ministros que passaram pelo Ministério do Interior. 

Ai, os “trabalhos” não estão no seu gabinete?

Esta nomeação é um ato de traição à Pátria! Se os eleitores soubessem, de certeza, que iria ser assim não votariam neste governo. Traição é agredir a Pátria ou cometer algo que a represente, por palavras ou ações. Trair é prejudicar gravemente a Nação no sei interior ou no exterior. Por exemplo, quando a Nação está em guerra e se defende, fugir do inimigo ou cooperar ou agir em seu favor é um ato de traição à Pátria.  

Assumir cargos em pastas sem educação específica para o cargo é traição à Pátria. 

Não se pode entender como justo que não seja um jurista experiente, aprovado por concurso público e por votação, a ocupar a pasta de Ministro da Justiça, nem alguém que não seja militar a ocupar a pasta de Ministro das Forças Armadas, nem ministro da Saúde a alguém que não tenha curso de administração e de Medicina com experiência comprovada. 

A “confiança” em alguém que não esteja devidamente preparado, não é confiança: É ignorância, e não se pode ser governado por ignorantes nem por analfabetos. Analfabetos assinam qualquer coisa. Apenas com esperança e fé, se poderia eleger Maomé, Jesus, Moisés, Buda, Vishnu, ou o Rei de Jade, que eles governariam o mundo através da “inspiração divina”. 

Seria um absurdo! Este tempo já passou! A realidade é a realidade. Tudo o que não é real é outra coisa fora deste nosso mundo em que temos de nos governar a nós mesmos.

Deus abençoe a Guiné-Bissau e a livre da tirania!

Domingos S. Pereira, ao nomear Botché Candé para este cargo, apagou a esperança e o sonho de muitos guineenses.

Mas eu Doka ainda digo..., vamos pelo beneficio da dúvida e ver até aonde este governo vai, apesar que...