OGIVA NUCLEAR

sábado, 31 de agosto de 2013

CRIADO EM SÁBADO, 31-08-2013, 16:18
550x300-Eng  Emanuel SpencerO empresário Emanuel Spencer, 47 anos, sócio-fundador de várias empresas do grupo Spencer em Santo Antão, foi encontrado sem vida na hoje de manhã na sua residência no Palmarejo, cidade da Praia


As causas da morte ainda estão por apurar, mas informações apontam para um ajuste de contas ligado ao narcotráfico.


As informações ainda são escassas, mas a Polícia Judiciária já está no terreno para apurar as causas da morte do engenheiro que recentemente se mudou para a Praia, onde pretendia sediar os seus negócios.

A PJ apura agora as ligações de Spencer com o conhecido chefe do narcotráfico Djoi, para hipotéticas teses sobre acerto de contas ou dívidas como causa deste suposto caso de assassinato.

De acordo com informações que circulam na Praia, Emanuel Spencer foi encontrado morto em sua própria cama, com mãos e pés amarrados. Supostamente os seus assassinos terão usado o próprio colchão para o asfixiar até a morte. Segundo consta, dois indivíduos terão ido à sua casa na noite desta sexta-feira e tocado a campainha. Após se identificarem, o próprio Emanuel Spencer terá dado ordens ao porteiro para os deixar subir. E eles terão ficado um largo tempo com ele, inclusive nesse interim chegou uma terceira pessoa querendo contactar Spencer, mas este a terá despachado dizendo que estava ocupado numa reunião. Passadas horas as duas pessoas voltaram a sair normalmente, o porteiro não desconfiou de nada. Só manhã deste Sábado é que Spencer seria encontrado morto em sua própria cama, com os pés e mãos amarrados.

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

O filósofo alemão, Immanuel Kant, dizia “quem não sabe o que busca, não idêntifica o que acha”. 
A elite cabo-verdiana (dirigente) está atarantada e já não sabe o norte que tem que tomar na sua relação com o país irmão (Guiné-Bissau). 
É isso, “maria vai com todas”, acaba assim! Têm vários “patões” e não sabem com quem ficar. Sempre fizeram o papel de pau-mandado dos tugas. Depois atendiam os americanos. Agora também são agentes dos angolanos. A indigência nunca pode servir de fundamento para a perca da virtuosidade humana…
O Primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria das Neves - em sede das relações diplomáticas com a Guiné-Bissau – cometeu erros de palmatória. Sobretudo no caso dos dois polícias detidos em Bissau e Julho passado. 
Em Cabo Verde deveriam rolar cabeças, nada! Também é pedir muito a um país cujas consultas democráticas tem levado o povo a eleger vigaristas, ladrões, corruptos e mafiosos.
As diligências do comandante Pedro Pires não deveriam limitar-se solicitar às “autoridades da Praia a preservarem o contacto com as suas homólogas da Guiné-Bissau”. 
Desta forma estaria, mais uma vez, a “passar mão na cabeça” do seu afilhado. 
Hipocrisia em política paga-se caro! O comandante deveria ir mais longe, porque com este embusteiro, o “caldo” entornou-se. Portanto, não dá mais para deitar remendos!


Cumprimentos do Doka Internacional

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Os Guineenses estao a ser enganados e a serem desinformados no Ditadura do Concenso.
Ponderem e tenham cautela.
As coisas nao sao aquilo que está a ser dito.
Virem ou procurem virar a moeda para verem o outro lado da história.
Por outro lado, eu Doka chego a Bissau brevemente.

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

TENTATIVAS DE ME SILENCIAREM NA GUINÉ BISSAU..., apenas para vos recordar, visto que estou a caminho novamente.  Qual será o vosso plano desta véz???

Quando fui para Guiné Bissau a fim de iniciar o trabalho investigativo ( a Primeira Vêz ) no dia 09 de Fevereiro de 2013, tive que ir a Bissau Duas vezes em menos de 45 dias visto que eu já teria dado o inicio do mesmo a muito tempo em Portugal e por aí fora…, a parte final de certeza estaria em Bissau como sempre esteve.

Eu Doka, desde muito cedo, soube e sabia dos riscos que estaria correndo caso fosse a Guiné…………- Risco de vida. 
Mas mesmo assim eu fui, porque estava convicto de algo: 
A VERDADE.

Eu queria saber a verdade de muitas coisas ou pelo menos a parte de algumas verdades minimamente para que assim os guineenses podessem ver o outro lado da moeda, visto que numa história, sempre existiu e  existem dois lados a serem ouvidas….., mas infelizmente, o guineense, apenas ouve de um lado e faz o julgamento na praça pública.   
E assim foi, eu Doka fui para a Guiné e fiz lá 3 semanas a fim de procurar virar, ver e ouvir o outro lado da moeda.

Mas muito antes de eu ter ido, porque anúnciei no meu blog de que iria, mas sem dar a data exacta…….., comecei a receber telefonemas anónimos, e- mails anónimos, dizendo coisas nojentas e terrivéis, tais como: 
QUE EU IRIA SER MORTO NA GUINÉ, E QUE SE NO CASO EU ESTIVESSE CONFIANTE, QUE OS DESAFIASSE.
Outras ameaças do tipo: NÓ NA PERAU…, KATXUR DI MERDA
Inclusive, até a minha mãe Alima Ferrage, atingiram no momento…, tudo isso numa tentativa desesperada para que algo jamais fosse feito ou realizado.

Quando cheguei em Fevereiro a Bissau, foi uma surpresa para todos, porque alguns não queriam acreditar que era eu e outros apenas ficaram de boca aberta e diziam que eu tinha muita coragem.     Mas indo ao assunto;

primeira ratoeira que me tinham preparado-  Assim que eu chegasse a Bissau, uma rapariga iria ter comigo, faria de tudo para que eu caísse na sua labia, e posteriormente, caso eu fosse na sua conversa………, e uma vêz sózinhos, ela chamaria a policia e me acusaria de que eu lhe violei- N’BAFAL ou NMISTI BA BAFAL.

O Doka seria preso e denegrido ao máximo……! Aqui foi 1.   **** Mas atenção, aqui neste, eu já teria sido informado por pessoas ligadas a segurança de estado…., e que eventualmente teriam alertado aos meus familiares em Bissau antes da minha chegada.
 
Na realidade ninguém sabia da minha chegada, do dia exacto.   Mesmo no aeoroporto de Lisboa, eu nunca tive nas próximidades dos guineenses, fiz o check- in dias antes…, e fui o ultimo a embarcar, pois estava sentado num café próximo a porta do embarque numero 17- próximo ao CAFE HARRODS…,  e o embarque dos guineenses, era na porta 43- A.     Estava mesmo bem longe.

Segundo- Numa noite por volta das 8 da noite, estando eu no Hotel Malaika, chegaram duas raparigas escuras de pêle, eu estava num dos computadôres públicos para quem conhece o Hotel Malaika.       Sentaram- se numa das mesas.  

Alguns minutos depois, apróximou- se uma delas visto que ali naquela area, não estava mais ninguém.    Essa rapariga chamava- seINAIDA ou ZENAIDA…, não me lembro porque naquele momento já estava aflito, porque ela pediu- me o meu contacto e convidou- me para irmos jantar fora.      Aqui, neste pequeno promenór, foi a GRANDE falha vindo dela, ou não lhe prepararam bem.   

Convidar- me para um jantar???      CREDI!!!!????  
Análisemos isto………., com as dificuldades que os guineenses atravessam na guiné em sentido geral, chega uma rapariga dos seus 30 e poucos anos e te convida para um jantar……., qual seria a reacção correcta????  

ESPANTO e alerta maxima.  Algo ali não batia bem.    Eu respondi- lhe: 
N’BÉ AMIGA, AMI KU DIBI DI CUNVIDAU BÁ…., I NAU ABÓ.
E ela me respondeu: EU QUANDO GOSTO DUMA PESSOA, GOSTO DE SER A PRIMEIRA A FAZER O GESTO.  
Humm!!!?????
Aqui há gato, disse para mim.   E eu lhe respondi…, isto é corrida de cavalos???? Disparar e arrancar???       Mas ela não percebeu a pergunta. Enfim.
  
Discretamente me levantei dizendo- lhe que iria pedir algo de beber no bar…,  e liguei para um amigo military que faz ou fazia parte da contra inteligência military…, expliquei rapidamente o que estava a acontecer.  

De pronto vieram ter comigo, porque naquele preciso momento eu já não sabia o que fazer ou quem estaria fora do hotel esperando- as ou mesmo esperando por mim.
Ao chegarem, entraram a civil, eram 5 pessoas…., a outra rapariga, atende uma chamada naquele preciso momento, e chama pela ZENAIDA ou INAIDA,  não tenho a certeza do nome.  

Conversaram, mas os meus amigos, sentaram- se comigo e elas se foram sem me despedir.   ESQUISITO.   Alguém que tinha ditto que gostava de ti e sair sem dizer um adeus. Enfim.

Recordar que eu não lhe cheguei a dar o meu contacto……….., surprendentemente, por volta da meia noite e tal, me ligou perguntando aonde eu estava, e eu lhe perguntei, quem te deu o meu contacto???   Me respondeu…, eu sempre consigo o que quero e desejo- rindo- se.

Respondi- lhe que estava no meu carro em frente da discoteca BAMBU…., mas claro que eu Doka não tava lá.       Depois de uns 40 minutos, liga me de novo, dizendo que ela estava frente do BAMBU…, e eu disse- lhe que já teria ido para casa.     Agora queria ela saber se podia vir a minha casa.   Foi aí que desliguei o meu móvel.
Crediiiii…, n’misti mindjer, má I ka assim tambi.

Terceiro- Num determinado dia, estando sentado com o meu tio João Sanfa Lopes Ferreira- Mais conhecido por DJÓN KÓRTEL…, estavamos juntos e com mais alguns amigos músicos sentados na pastelaria DIAS & DIAS na rotunda do Império…, em menos de 20 minutos recebi cerca de 7/ 8 chamadas telefónicas no meu telemovél vindas por parte do General Humberto Gomes…, para que eu fosse a sua casa que queria falar comigo…, expliquei ao meu tio DJÓN KÓRTEL do que se estava a passar e ele disse- me, vou estar atento, mas toma cuidado.   

Decidi ir sem saber o que se passava.         Mas no caminho, telefonei para o Coronel/ Dr. Tcham Na Man explicando- lhe aonde eu ía e o porquê da minha ida…, e ele me disse, ok.

E esse OK, para mim foi suficiente.    Fui com cerca de 5 pessoas, comigo 6.   Ao apróximarmos da casa de Humberto…, uns 300 metros, dispersamos, e eu cheguei sózinho no carro……., a minha surpresa foi, que quando lá chego, dou de caras com DIXÓN, SAMBA LAMINE MANÉ, MANECAS SANTOS, e mais um homem escuro alto, mas todos eles com uma cara de poucos amigos…., o meu telemóvel naquele instante estava ligado a uma daquelas 5 pessoas que estariam comigo ouvindo toda a conversa…, apenas para evitar, porque todo o cuidado para mim era pouco. 

Eu Doka tinha e tenho estado a atingir a muitos tubarões e a muita gente.       Quando o Humberto me convida para entrar, eu Doka recusei de imediato, e disse- lhe falemos aqui na rua…, porque ali na NPANTCHA onde ele vive é muito movimentado e havia muita gente a passar, e também eram quase meio dia.    Todos eles ali ficaram de uma forma irritada,  visto que eu não entrei, pois tinha indicações para tal.  

Houve ali alguma arranhadelas do não aceite e me fui logo embora em menos de 5- 10 minutos.  Apanhei o meu pessoal e me fui embora.   Aqui também algo falhou…., senti isso.

QUARTO foi sem motivos e sem razões procuraram denegrir a minha imagem por parte da equipa do BLOG PROGRESSO NACIONAL, que todos sabemos que foi algo aberto a mando de Domingos Simões Pereira.  

Este blog, esta equipa a mando de alguém, apresentam dois processos crimes que eu Doka teria infringido Segundo as leis de Justiça.  Um era um processo de um cheque sem provisão, e o outro de que eu teria violado a casa de uma pessoa a mão armada e que lhe roubei algo.

Nestes dois processos, eu Doka nunca me arrependi, porque tive as minhas razões para que actuasse daquela forma. Nao me arrependo.  Saí ilibado em todo aquele processo.

Como consta na cópia dos processos que o PROGRESSO NACIONAL apresentou, que lá dizia que eu Doka me teria apresentado no tribunal e se tinha dado o fim de contúmancia. 
Eu nunca soube o que o tribunal em Portugal me procurava, pois já estava em inglaterra. 

Quando soube, me apresentei e os queixosos nunca compareceram…, inclusive… um, o angolano, esse sim fugiu mesmo, porque esse sim me devia e roubou 200 mil escudos na altura…., errei porque actuei por conta própria…, mas jamais me arrependi.   

Mesmo assim, como se não bastasse, o PROGRESSO NACIONAL  e toda a sua equipa, atingem a minha mãe  ALIMA FERRAGE permitindo insultos a ela, e ali eu DOKA dei dois ou alguns  avisos …., pois agora eu estava no terreno e as coisas íriam mudar de figura.  Por conselhos de alguém ou respeito de análise…,  tudo PAROU momentaneamente  em relação a minha mãe porque ali as coisas iriam tomar outro rumo.

Poucos dias depois,  Quando o PROGRESSO NACIONAL tenta intensificar o ataque contra minha pessoa e da minha mãe baseando em insultos, pensando eles, porque nunca se apresentaram até hoje para o mundo e para os guineenses, de quem eles realmente são…., confiantes no anónimato, insultam e continuam insultando a muita gente nesse blog.

Eu Doka, de um momento para o outro…, descubro o nome de alguns deles e os seus locais de trabalho e as suas residências…………, tudo isso em menos de 48 horas….., público os seus/ alguns nomes e começa o aperto ao cerco.   

Ao mencionar os nomes, ao entregar um envelope branco no estado maior que continha algumas informções…, eu tomei uma decisão que poderia ter custado caro a muita gente.

Por respeito ao Soares Sambú, Calido, e mais uma dúzia de pessoas inclusive da minha mãe…, fui obrigado a recuar no que eu ía fazer.

Bastava apanhar como se iria apanhar a alguns deles que eu teria revelado os seus nomes no meu blog………, apenas isso era suficiente para que toda a equipa fosse mencionado e revelado. 

ACREDITEM iam falar sem demoras.    
Mas uma dessas pessoas, numa segunda feira, por medo e por receio, foi ao palácio do governo aonde a minha mae trabalha, e falou com ajudante de campo do Rui de Barros- NANDO ( MILITAR)  e um dos seguranças- BRAIMA, perguntando- lhes por minha mãe…., mas logo depois, perdeu a coragem de encarar a minha mãe e se foi embora.    Quando lá cheguei, falaram comigo e me pediram para que esquecesse tudo isso.  Foi assim que deixei essa situação.

Passando isto vem a QUINTA tentativa tudo isso ainda ligado a mesma equipa.   Visto que falharam em todas as frentes, decidem comprar um cartão de telemovél da orange…, e começam a enviar mensagens de insulto e de ameaças de morte ao Coronel DABA NA WALNA…, e no fim da mensagem, assinavam DOKA.

Tentaram me baralhar com os militares.   Enfim o resto já todos sabem.    Depois da minha vinda para Inglaterra,  os serviços da contra inteligência military, seguindo os tramites, descobrem atravêz da empresa orange tudo o que era necessário…, e me comunicam dando o conhecimento de ue já sabem, quem  é a pessoa que teria estado a enviar as mensagens.
Pedi que me esperassem pelo meu regresso que esta para breve, porque quero estar cara a cara com a pessoa que queria acabar com a minha vida, com a vida dos meus filhos e da minha familia.   SÚPLIQUEI.

Regressei a Inglaterra numa madrugada de sábado, telefonam- me a dizer que haveria ordens especificas para que até Domingo eu não amanhecesse com vida…, para que eu fosse liquidado e que desaparecessem comigo.
Apenas soube disso agora.

Perguntei a pessoa, de onde teria partido essa ordem….., e responde- me:
CADOGO JR.
Terias que ser silénciado como a Milocas Pereira.  Porque estarias a incómodar a muita gente.
Devo acreditar nesta fonte????
Tem ou faz sentido???
É possivél…, mas tenho que ter em conta e levar a sério a tudo…, mesmo as coisas mais insignificantes.
Aguardemos pelo desfecho.

Obs:
Eu Doka, não fui a Guiné a tôa ou desprotegido..., nunca estive desamparado.
Sempre estive preparado espiritualmente e fisicamente.
Estava preparado para muita coisa tanto de bem ou de mal.
O que é certo, enquanto o espirito de DIDI FERREIRA estiver em mim, e enquanto eu estiver vivendo…, acreditem, muita gente vai sentir raiva.

O trabalho que estou fazendo,  dói a muita gente,    alguns sentem raiva, outros inveja…, e alguns até por maldade me desejam mal e procuram atingir aos meus filhos. 
Mas tudo isso é em vao.

DEUS apenas ELE me pode julgar, condenar ou perdoar.
O resto, é conversa.
O Doka, mantém- se intacto e progredindo.
E óxala, todos os filhos fizessem o que o Doka esta fazendo.

Limpar a imagem do seu pai que um dia foi acúsado e executado injustamente.

Um obrigado especial ao General Emilio Costa pelo apoio naquela fase.
Obrigado ao General Ibraima Pápa Camará que me telefonou naquela Madrugada.
Obrigado a todos que me apoiaram naquela fase telefonando- me e encoranjando- me, e mesmo aqueles que me enviaram e- mails de apoio.
Obrigado a todos.

Eu Doka estou aqui, nesta luta devido a injustica cometido sobre o meu pai e cúlminou com o seu fuzilamento.
Eu Doka, estou aqui, pelo meu povo..., mas acima de tudo pela verdade e nao pelo PROTAGONISMO como muitos.

Obrigado.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

video
E agora, aonde é que está o problema?
A coisa vai aquecer mano.
Preparados???
BÚLIDURISS...., I KUMA?

Apenas para vos refrescar a memória.
Kussa sta djá.
Gossi góra i kuma.
Apenas um txerú di kilis kú buli.
O outro lado da moeda, foi virada e o Doka está a caminho.
OBS:  Este artigo, é da Inteira responsabilidade da pessoa abaixo identificado
Carlos Nanque <nanquec@yahoo.fr>
10:00 (há 1 hora)

Bom dia Doka,
 
Vim através desta mensagem solicitar a sua disponibilidade de sempre e publicar essa carta aberta a atenção do Ministro dos Negocios Estrangeiros, Cooperação Internacional e Communidades,
 
Sr° Dr° Fernando Delfim da Silva
 
Excelência,
 
En nome dos laureados e quadros superiores admitidos a quando do 1° Concurso de Recrutamento dos Quadros Superiores para o Ministério dos Negócios Estrangeiros, Cooperação Internacional e Comunidades vim através desta carta tecer algumas considerações que esperemos ser a vossa preocupação para com a Diplomacia guineense e o reluzir da imagem deste País ao nível interno e internacional.
 
Se decido endereçar-lhe esta carta aberta, é porque confío na sua capacidade de resolução de problemas e de adopção de estratégias capazes de fazer avançar esse Barco à procura do Capitão que é a Diplomacia guineense.
 
Admiro a sua Excelência e enquanto jovem e quadro supérior espero diligências da sua parte para com os jovens quadros recrutados nos primordios de 2011 e que até agora nem sabem de que estatuto fazem parte e nem podem participar activamente naquilo que é sempre os seus sonhos que é contribuir no avanço da diplomacia guineense.
 
Senhor Ministro,
 
Seguramente é do seu conhecimento que desde Novembro de 2011, um Concurso Publico para recrutamento dos quadros supériores foi organizado no MNECC. O Senhor se importava de saber em que situação se encontra os documentos dos laureados do dito concurso ? Se lhe disseram de que tudo esta indo bem como é o hábito a resposta dos responsáveis daquele Ministério, exija provas e confirma com os demais orgãos emitidos nesse processo à saber o Ministério da Função Pública, Trabalho e Modernização do Estado e o Ministério das Finanças.
 
Senhor Ministro,
 
E lamentável tanta burocracia e desorganização num Ministério como o Ministério dos Negócios Estrangeiros, Cooperação Internacional e Comunidades. E de lamentar igualmente um Ministério, espelho da diplomacia e responsável pela boa imagem da Guiné-Bissau no Mundo ser uma casa habitada pelos incompetentes, pessoas que so sabem procurar ser Embaixador, Consul ou funcionário numa Embaixada no extérior para fazerem fortunas.
 
E lamentável que o Ministério dos Negocios Estrangeiros seja uma instituição contituida por uma larga maioria de pessoas sem nível e desporvidas de talentos para o exercício de uma função nobre que é a diplomacia sabendo que antigamente era profissão dos membros da corte real e a nobreza.
 
E lamentável que um Ministério como o MNECC tome quase dois anos só para a efectivação dos quadros supériores recrutados legalmente para o exercício das suas funções.
 
Senhor Ministro,
 
Tanta massada, muito engano e gozo radicaliza um Homem por isso faça o que estiver ao seu alcance, peça explicações e respostas sobre o caso dos jovens quadros recrutados para o ministério dos Negócios Estrangeiros. Será que é esta diplomacia que queremos promover para o bem estar e o reconhecimento da Guiné-Bissau como país no concerto das Nações ? Dúvido muito Senhor Ministro, com toda esta gentalha incompetente disfarçada em fatos e gravatas bonitos.
 
Para dizer a verdade, Senhor Ministro, faz me sorrir quando ao entrar no Ministério, encontro pessoas conhecidas na nossa praça como incompetents da primeira categoria e que são funcionários do MNECC. So encontro uma resposta ao nosso problema : muitas são as pessoas que têm medo da nossa integração no MNECC porque sabem que se a oportunidade nos é dada e se o merito ser o ponto de referência para as nomeações nunca chegarão ao nosso calcanhar.
 
Senhor Ministro,
 
A aparência engana mas estou confiante que a imagem que tenho da sua Excelência nunca mudara porque ja provou que é capaz e as suas declarações e conselhos para uma Guiné-Bissau melhor fala por si.
 
Esperemos ter uma resposta urgente da nossa situação no MNECC. Se é necessário cada um de nós pode levar a cabo as diligências para a sua efectivação ja que o Secretariado Geral assim como a Direcção dos Recursos Humanos do Ministério esta na impossibilidade de o fazer ou não quer o fazer.
 
Que vergonha, essa nossa Guiné-Bissau ? Que vergonha, essa nossa Diplomacia ? Ah ! Guiné, não acredito que possas desenvolver assim,recusando o merito,promovendo a mediocricidade. E falam de que os caboverdianos acham superiores aos guineenses? Sim, acham superiores porque são mais organizados e têm uma diplomacia activa, feita de gente competente e que promove o Cabo-verde ao nivel internacional. Até ignorantes e incapazes quando vestidos de fatos e gravatas acham inteligentes naquele Ministério,pensam que a Diplomacia é so saber vestir-se bem. Estão enganados Senhores. O dia chegará em que naquele Ministério não teremos mais desenrascadores e funcionários mediocres.
 
Senhor Ministro,
 
Fico por aqui, aguardando acções concretas da sua parte para que essa situação possa ser resolvida uma vez por todas para o bem da Guiné-Bissau e a diplomacia guineense.
 
Estamos fartos duma diplomacia composta de « dubriaduris ». Seus incompetentes, Obrigado pelo o que fizerem até aqui, precisamos de oportunidade para o bem dessa diplomacia de "guerrinhas" que sempre promoveram e para o bem estar da Guiné-Bissau.
 
Atentamente,

C. N.

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Actualidade?
 
Cruzei-me há pouco com um conhecido na rua e parámos a comentar os recentes acontecimentos.
Dizia-me ele que já não acreditava em qualquer solução democrática.
Perante essa desilusão , perguntei-lhe porquê e a resposta deixou-me a meditar:
-Porque a primeira consulta democrática de que há memória foi a de Pôncio Pilatos ao povo: "Quem quereis que solte, Cristo ou Barrabás?"
E o povo escolheu o ladrão...

 
Decisões tomadas democraticamente, muitas vezes protegeram vigaristas, ladrões, corruptos e mafiosos - sinais da história!

Doka Internacional agradece a todos

A acusação sobre o narcotráfico é político, mamã, portanto é mentira. 
Mamã Guiné, há quanto tempo já não tem notícias do teu filho Bubo que os bandidos capturaram ao largo da ilha de Caravela e entregaram ao Tribunal do Distrito de Nova Iorque?
É verdade filho, deixei tudo nas mãos de Deus. 
Como poderei saber se tudo está no segredo da justiça, como dizem? Mamã Guiné, como se costuma dizer, a mentira tem pernas curtas. Mamã sabemos que quem caluniou Bubo nos seus patrões da Sonangol e Galp foi aquele mentiroso e ladrão Cadogo Jr. 
E estes por sua vez, como têm muito dinheiro arranjaram bandidos para prenderem o teu filho Bubo. Sabe porquê mamã? Porque dizem que foi ele que não aceitou a reforma tribalista que os angolanos queriam implementar nas nossas forças armadas. 
A acusação sobre o narcotráfico é político, mamã, portanto é mentira. 
Ai filho, é verdade isso que me estas a dizer? 
É verdade mamã! Olha só, na América a advogada do meu irmão Bubo é uma senhora muito experiente. O seu nome é Sabrina Shroff. Encostou os americanos para apresentarem as evidências até hoje nada. 
Para não falar no fato dos bandidos mascarados de agentes do Departamento Norte-americano Antinarcóticos (DEA) terem violado as águas territoriais do nosso país. 
Obrigado meu filho, pelas noticias que me estas a dar. Deus é grande. Vou continuar a derramar agua todos os dias à porta e pedir as almas dos nossos antepassados para que a verdade ilumine esses juízes e que o meu filho seja libertado desta canalhice dos angolanos e dos tugas. 
Por outro lado, filho, posso dizer-te que dos tugas nunca esperei nada de bom, mas dos cabo-verdianos e angolanos, não merecia tamanha ingratidão. Parece que o dinheiro estragou esses meninos de Agostinho Neto. 
Ai se Neto estivesse em vida… Esse é que era da minha geração! Neto tinha apoios de cubanos e russos, etc., mas mesmo assim solicitava teimosamente aos nossos homens da infantaria, tendo inclusivamente revelado na travagem do avanço dos “Bufalos” em direção a Luanda, Bepaz Kull e Saco Cassamá, entre outros. 
Deixo, por isso, tudo nas mãos de Deus, meu filho. E mais uma vez, agradeço-te por tudo. Não, mamã, não me agradeças, é a nossa obrigação como filhos desta terra martirizada e de órfãos de Cabral.

Doka Internacional manda abraços a todos   

Liderança do PAIGC

Organização de apoio ao PAIGC de Bafatá anuncia apoio à Braima Camará

Bissau, 22 Ago13 (ANG) - O Núcleo de Apoio ao PAIGC da região de Bafatá,  criado por Botché Candé desde 1994, declarou o seu  apoio à Candidatura de Braima Camará à liderança deste partido no seu próximo congresso.

Num encontro tido com o referido candidato, o Porta-voz do  núcleo, José Mamadu Saico Baldé disse que este grupo decidiu abraçar o projecto de Braima Camará porque o Botché Candé  tomou uma decisão unilateral de apoiar Domingos Simões Pereira.

Saico Baldé referiu ainda que quando Carlos Gomes Júnior declarou que não se candidataria, o Botche Candé foi ter com Braima Câmara tendo pedido a este que candidatasse, “porque Carlos Gomes lhes atraiu”.

Por sua vez, o candidato Braima Camará disse que está ciente de problemas internas do PAIGC,  e pediu à todos para se unirem “porque todas as formações políticas já legitimaram os seus órgãos”.

Braima Câmara acrescentou que lidera um projecto  de convicção criado por um grupo de intelectuais e combatentes que o escolheram devido a sua  humildade, tolerância e e o seu empenho na busca de consensos.

“O congresso não foi realizado até então por causa desse projecto, cada vez que o adiaram” mais aderência teremos Estou convicto de que ninguém do PAIGC tem lição de moral a dar porque até agora não se organizou a própria casa”, disse.

Camará disse que está a espera de marcação da data do congresso, para uma semana antes depositar a sua candidatura para que todos ficassem a saber que o PAIGC desmaiou mas não morreu. ANG/AALS/JD

sábado, 24 de agosto de 2013

MANDJUANA FINKA PÉ….

“Nha ermons no abri udju”! 
E estejamos atentos às manobras do inimigo em todas as áreas e funções que, cada um de nós, esteja a desempenhar. O Governo conservador e saudosista de Passos..., e Portas Gay...?? pretende levar a nossa cidade à ruina. 
A luta desencadeada por este Governo de direita em Portugal é feita indiretamente através das ações políticas do homem da “súmbia” da feira da ladra, nhu cadogo Jr. E isso já não é segredo para ninguém! Mas, com que objetivo? A finalidade é: baralhar as eleições marcadas para 24 de Novembro próximo, mostrando com isso ao mundo que, como dizem, os guineenses são “santchus” e incapazes de se governar a si mesmos. 
Para isso, para os tugas fascistas, a teimosia de Cadogo Jr é como uma cereja encima do bolo. Servem-se dele como caixa-de-ressonância para atacar o nosso Estado. Outras estratégias consistem naturalmente em infiltrar mercenários através das nossas fronteiras, para, furtivamente, ir subtraindo os seus adversários políticos, como, por exemplo, Kumba Yala, Manuel Serifo Nhamadjo, entre outros. 
A tentativa do dito-cujo entrar “às cavalitas”, por Ramos-Horta, saiu-lhe gorado. Por isso neste preciso momento, a máfia cogita outras estratégias. Entre elas, inclui-se a técnica de vitimização, visando mostrar ao mundo que estaria ser perseguido por guineenses em Portugal. 
E o PAIGC? Já disse ao mundo que é ainda, até o próximo congresso, o líder do PAIGC. O que significa que o partido de Cabral continua atrelado a máfia internacional. Perguntem ao Saturnino da Costa,Carmen Pereira e a Teodora Inácia Gomes o valor com que hipotecaram o partido libertador à corrupção (Cadogo Jr)?
Em lisboa, o seu auditório não tem sido outro que não seja tribal e salazarista. Congrega geralmente nos seus comícios foleiros, sem ideias, gente islamizada, talibés e marabus (curandeiros), que dele apenas bajulam para sacar dinheiro. Dentro esse grosso de aduladores e pedintes, há uma outra camada de gente esperançada na sua politiquice, constituída por antigos Comandos Africanos, pensando que isso poderá retornar os tugas no poder na nossa terra. 
Recordam daquela canção de “Mamadjombô” que diz “Yodéeee ah-ah-aaaah… Tarbadjaduris….”, é isso que está na cabeça dessa gentalha! Fazem parte do seu “entourage” e são, de certa forma, eles que têm garantido a proteção ao dito-cujo, o que de fato lhe faz vangloriar-se ainda mais e sentir-se com  “matchu” com os tomates no sítio certo. Portanto, isto é só para verem a ponta do iceberg da podridão que o empurra para o precipício, pensando ele que é a melhor forma de fazer com que os “santchus” da Guiné “engulam peixe pelo cú”. 
Recorda-se que o capricho político entre ele (Cadogo Jr) e Nino Vieira fez do povo guineense refém durante cinco anos, até o assassinato deste na sua residência pessoal, e debaixo das sua próprias barbas (de Cadogo Jr).  


A verdade nos libertará, Doka INternacional..., e se o Doka fala, aonde está o problema?
Eu aqui digo a verdade e mostro a maldade como ela é.
Katxurisss.
O CASO BRUMA…
Caro amigo Doka
Sinto-me algo desolado, para falar no caso Bruma. Por um lado, primeiro: sou “lagarto”. Segundo: desconheço a profundidade da questão. E, terceiro: sei que o caso envolve muitos milhões de euros, em que os “tubarões” estariam interessados. Por outro lado, apetece-me desabafar uma certa mágoa, porque o miúdo tem potencialidades, e é um filho da terra que pode acabar como um nado-morto. Por outras palavras:  “morrer” à nascença!
O guineense (africano) tem um defeito: mal consegue “gatinhar”, já quere viver na lua. Isso para dizer concretamente o quê? Um miúdo da Academia do Sporting, ou seja, produto de muito trabalho do Clube de Alvalade, que apenas vimos dar um pouco o “ar da sua graça” recentemente quando representou Portugal no campeonato da Europa de sub-19, sendo titular da equipa, mal saiu da toca, tropeçou rocha. 
Todos sabemos que o jovem extremo é seguido de perto por vários pesos pesados das principais ligas europeias, especialmente de Inglaterra. Bruma, ainda com 17 anos, demonstra grande técnica e com uma excelente capacidade de finalização. Por isso, na minha humilde opinião, achava que não era ainda suficientemente revelador para que se pudesse começar a falar em PSG, Real Madrid (Equipa-B), etc.. 
A humildade é a arma dos fortes, por isso seria louvável que mostrasse, de preferência, e mesmo que fosse por uma época apenas, no Sporting – repito, equipa da sua formação desde 2009 - o seu verdadeiro potencial. Pelo que tem acontecido, parece que a verdadeira equipa dele, do coração, é o dinheiro. 
Teria, na minha opinião, muito a ganhar, e consolidaria muitos objetivos ao longo da sua carreira futebolística, se tivesse a visão certa de vergar a camisola dos leões nesta época. Agora assim, com esse braço-de-ferro com o Sporting, baseado em especulação e conjeturas jurídicas suportadas pelo seu advogado, Bebiano Gomes, não sei aonde vai parar. Dói muito pensar que como agora que perdeu o processo contra o Sporting, a situação possa conduzi-lo a um estado tal que o afete para sempre na sua carreira desportiva.

Com os melhores cumprimentos ao Doka Internacional

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

ILHA DO SAL, NOVEMBRO DE 1981 A HUMILHAÇÃO CABO-VERDIANA...

Fernando Casimiro (Didinho)
22.08.2013
Hoje sinto que devo partilhar algo que aconteceu comigo há muitos anos. Estávamos em 1981, um ano depois do golpe de Estado de 14 de Novembro de 1980 na Guiné-Bissau, o tal golpe contra os "burmedjus".
No meu percurso para Luanda, Angola, via aeroporto do Sal, e por motivos de atraso de 1 dia do voo da TAAG proveniente de Havana, Cuba, com destino a Luanda e trânsito na Ilha do Sal, Cabo-Verde, decidi, por iniciativa própria, hospedar-me no principal Hotel da Ilha do Sal, na altura. Não levava muito dinheiro comigo. Era dinheiro que os meus pais me tinham dado em mãos, para me "desenrascar" no que fosse preciso e, de facto, foi preciso, pois nunca tinha dormido algures na rua e, muito menos, num banco/cadeira/chão de um aeroporto.
Apesar da responsabilidade do atraso ser da companhia aérea angolana, nenhum passageiro beneficiou de qualquer compensação ou benevolência de quem de direito. Ou se tinha dinheiro para comer e dormir num espaço próprio para o efeito, ou, passava-se fome e ficava-se ao relento.
Lembro-me de ter encontrado no aeroporto, nessa manhã, quando cheguei ao Sal, um senhor conhecido dos meus pais dos tempos em que esteve na Guiné. O senhor Alberto Salazar, que trabalhou na casa Ultramarina, que depois passou a ser conhecida como SOCOMIN.
Também me lembro de ter encontrado o casal "Marta" que estava à espera do mesmo voo para regressar a Luanda.
Ora bem, depois de uma noite de muitos pensamentos Marcas da vida, ainda que bem acomodado, levantei-me de manhã cedo, fiz a minha higiene pessoal, usando depois do banho, uma toalha minha, que levava na mala, visto que nos aposentos, não havia simplesmente toalhas. Não incomodei ninguém e decidi  utilizar o que era meu.
Despachado, fui fazer contas e paguei o que tinha a pagar pela noite passada no Hotel.
Ia a caminho para apanhar um táxi, quando várias pessoas assobiavam e gritavam atrás de mim, dando a entender que queriam falar comigo. Parei, olhei para trás, esperando que se chegassem ao pé de mim e me dissessem o que queriam.
Não pude acreditar e não me contive, de tão revoltado que fiquei. Sim, estava em Cabo-Verde e, sabia-se que eu era portador de um passaporte da Guiné-Bissau. Represálias pelo golpe de Estado de 14 de Novembro de 1980?
Ao que vinham essas pessoas perguntei aos meus botões?
Fui acusado de ter roubado a toalha do quarto do Hotel onde tinha pago para dormir...
Como...?
Perguntei, revoltado até às tripas!
Toalha, roubo...?
Deixe ver a sua bagagem, disse alguém...
Abram tudo, façam o que quiserem, respondi.
Conclusão, a minha toalha, a que me servi para me limpar depois do banho, ainda estava húmida...
Pegaram nela e reviraram a mala de toda a forma, para de seguida começarem a virar as costas em jeito de fuga...
Então? Perguntei...
Onde está a toalha que vinham procurar?
Quem assume a responsabilidade por esta humilhação?
Já estava a falar para "ninguém"...
Sim... estava em Cabo-Verde, de passagem, um ano depois do golpe de Estado de 14 de Novembro de 1980 e por ser cidadão guineense, sofri como represália, uma humilhação que jamais esquecerei!
Ai se o meu bisavô Viriato Gomes da Fonseca soubesse como o seu bisneto foi maltratado em Cabo Verde...

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Doka, na luta pela verdade..., sem medo e convicto de tudo.

video
Apenas pra vos refrescar a memóriaEstá quase. Tá quase.
Búliduriss, i sta djá.
Apertem os sintos, catchúriss.  O Doka vai mostrar a verdade.
Manuel Saturnino Da Costa, cuidado, muita coisa e muitos depoimentos a teu respeito.
Suma bó i ten manga délis.
Faltam  poucos dias.
Doka Na bin.
Cadogo jr., Fernando Gomes..., cautela.

CARO IRMÃO DOCA,

AGRADECIA IMENSO QUE PUBLICASSES ESSE PEQUENO TEXTO, NESSE SEU, NOSSO NOBRE ESPAÇO - DOKA NA LUTA PELA VERDADE!

LOVE CARE AND PROTECT YOUR COUNTRY. WAKE UP BROTHERS, AND STAND UP FOR YOUR RIGHT...!!! 

SOBRE A PATÉTICA EXIBIÇÃO DO ALY SILVA NA TV CABO-VERDIANA, E OS PATÉTICOS APLAUSOS DOS POBRES INCAUTOS,É TRISTE E LAMENTÁVEL, MAS, DE UM CERTO MODO DA VONTADE DE RIR BEM ALTO...!!!

QUANTO A MIM E TANTOS OUTROS FILHOS ATENTOS DA GUINÉ, NÃO FICAMOS SURPREENDIDOS, VISTO QUE, CENÁRIOS DESTE GÉNERO PROTAGONIZADO POR UM TIPO DO GÉNERO "ALY SILVA", É DIGNO DE GANHAR O ÓSCAR DE MELHOR ATOR NA CATEGORIA DE COMÉDIA EM HOLLYWOOD.

AOS POBRES INCAUTOS, GOSTARIA QUE ME RESPONDESSEM ESTAS DUAS PERGUNTAS: 1º - PORQUÊ, QUANDO, E COMO FOI PARAR O ALY SILVA EM CABO-VERDE, E LOGO FOI CONVIDADO PARA "COMENTAR" NA TV CV?
2º - QUEM É QUE NÃO GOSTA DE TER COMO AMIGO, O INIMIGO DO SEU INIMIGO?

ATE PORQUE ANTES DA SUA CHEGADA EM CABO-VERDE, DAVA PARA SE PREVENIR CENÁRIOS DESTE, VISTO QUE, A CIGARRA JÁ CANTAVA BEM ALTO "Alô, Cabo Verde: O editor deste blog chega esta noite à Cidade da Praia. AAS"

MEUS CAROS IRMÃOS, NÃO SE DEIXEM MANIPULAR, NÃO SE DEIXEM ENGANAR.

MANTENHAS,

By All Semedo